Pane no Chile derrubou Virtua, internet e o Zumo

P

Estava eu ontem a noite acompanhando o ensaio sobre o nada chamado BBB (pra dar risadas) no TDUD (ei, eles fazem cobertura ao vivo!) quando o Zumo começou a dar o velho e bom erro de Bad Gateway (erro 502). Xiii, ferrou.

Preparei o e-mail padrão de suporte pro MediaTemple (nossa casa) e pro suporte técnico do UOL (esse já tem um padrão pronto) pra reclamar. No MediaTemple, tudo bem – mas leento, muito leento. O “live” do TDUD caiu e não voltou mais. Twitter e Gmail entravam devagar.

Isso tudo no Virtua, que já havia avisado por SMS no meio da tarde que teria manutenção na rede entre meia-noite e oito da manhã.

Aí o velho e bom Cris Dias mandou, no Twitter:

Como sempre o backbone Brasiu-resto-do-mundo é o telhado de vidro da nossa internet. #virtuafail

E o povo reclamando do Virtua. No Speedy, tudo OK (redundância é tudo na vida, não). Liguei pro número de emergência do UOL e veio a confirmação: o problema era no backbone internacional da Global Crossing. Um amigo nos EUA disse, também via Twitter (e o meu 3G no celular a todo vapor), que não conseguia acessar sites brasileiros de lá – UOL, Estadão, um tal de Zumo…

Sem muita esperança, fui dormir. Hoje cedo estava tudo funcionando de novo, pelo menos.

Liguei pra NET. Resposta oficial:

“A NET informa que, durante a madrugada de 19 de fevereiro, foi detectado um problema técnico com link internacional, que prejudicou o acesso a alguns sites. A empresa redirecionou os acessos para um link back up e o serviço foi normalizado às 2 horas da manhã. Neste momento, a rede da NET opera normalmente.”

E falei com a Global Crossing também, que mandou uma resposta agora no fim da tarde:

“A Global Crossing detectou problemas em sua rede terrestre no Chile no dia 19 de fevereiro, às 00:30 GMT (22h30 no horário de Brasília, do dia 18 de fevereiro). Às 08:25 GMT (06h25 no horário de Brasília), as operações da empresa estavam normalizadas.”

De qualquer modo, foram pelo menos OITO horas de problemas, e não só no Brasil. O Cris Dias tem razão. O backbone Brasiu-resto-do-mundo é mesmo o telhado de vidro da internet brasileira. Ao povo que entende de redes e tal, falta o que? Redundância? Ou basta chutar a tomada que a internet cai? 😛

PS: A imagem acima é a rede da Global Crossing no Brasil em um mapa interativo. Por aí estão falando que é falha no cabo submarino, mas acho que não consertariam tão rápido, né?

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos