ZTOP+ZUMO

Panasonic vai transmitir eclipse solar ao vivo (de novo!)

Empresa utilizará a energia solar para alimentar os equipamentos de transmissão e uma câmera Lumix GH4 para registrar o evento.

No próximo dia 9 de março de 2016, uma equipe da Panasonic estará na ilha de Ternate na Indonésia para fazer mais uma transmissão ao vivo de um eclipse solar utilizando a força… do próprio Sol.

Já na sua terceira edição (sendo que a primeira foi  no Japão em 2012 e foi, por sinal, um grande fiasco) a Panasonic aperfeiçoou sua tecnologia, utilizando agora uma estação coletora de luz solar completa, uma câmera Lumix GH4 de última geração que vai transmitir seu sinal de vídeo (em 4K?) para um computador que, por sua vez, irá reenviar para a Internet.

Panasonic_eclipse_2016_hardware

O interessante é que essa estação solar — batizada de Power Supply Container — já é um produto de linha desenvolvido para fornecer energia para comunidades remotas que não tem acesso à rede elétrica.

Panasonic_power_container

Esse sistema é formado por 12 painéis solares com tecnologia tecnologia HIT (Heterojunction with Intrinsic Thin layer) também criada pela Panasonic, que geram, na sua eficiência máxima, 3kW de eletricidade que é armazenado em 24 baterias de carro (chumbo-ácido) com potência total de 17,2 kWh. Esse sistema está sendo usado em algumas escolas da Indonésia para melhorar sua infraestrutura de educação, assim como alimentar equipamentos como, PCs, projetores LCD, lâmpadas de LED e até ar-condicionado:

Mas voltando ao que interessa, a Panasonic já colocou no ar um hotsite onde os interessados podem ver quanto falta para o evento e, é claro, assistir a transmissão do eclipse ao vivo…

Panasonic_eclipse_2016_hotsite

… e até divulgou uma tabela de horário para que ninguém perca a hora — incluindo nós aqui de São Paulo:

Panasonic_eclipse_2016_horarios

Só espero que não chova!

Ainda em tempo:

Pesquisando sobre essa história do eclipse no site global da Panasonic eu trombei com uma matéria sobre o Brasil, falando sobre a participação da empresa na implementação de um novo sistema de sinalização digital (digital signage) estádio da Arena da Baixada em Curitiba, reformado recentemente para abrigar alguns jogos da Copa do Mundo no ano passado.

Além da infraestrutura de mídia digital, foram instaladas 220 TVs Viera e dois telões de LED de 77 metros quadrados cada:

Legal, né?

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • dflopes 21/02/2016, 22:11

    Que ideia fantástica.
    O problema da energia solar é o armazenamento do excedente diurno pra ser usado a noite – baterias não duram muito tempo.
    Ainda imagino alguém fazendo um sistema compacto de duas csixas d’água (alta e baixa): quando tiver excesso de energia, bombeia agua para cima e estoca dob forma de energia potencial, de noite, a água desce pra caixa debaixo e movimenta um mini gerador – podendo o usuário visualizar quanto resta de energia até acabar a água.