ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget (otaku) do dia: Pocket Miku Singing Keyboard

Novo kit de ciência Otona no Kagaku vem com um mini-sintetizador capaz de reproduzir fielmente a voz da diva virtual Hatsune Miku.

Já faz algum tempo que falamos da editora japonesa Gakken e sua série Otona no Kagaku (algo como “ciência para adultos”) formado por um livro temático + um kit de exploração que sempre nos impressiona pela sua combinação de simplicidade na concepção e engenhosidade na execução.

De fato, o tema da última edição dessa coleção é o Pocket Miku Singing Keyboard que fala sobre o sistema Vocaloid e o seu subproduto mais célebre: a diva virtual Hatsune Miku.

4057504656

E para ilustrar esse tema na prática, acompanha o Mook um pequeno sintetizador (que lembra muito um Stylophone dos anos 1960) modelo Gakken NSX-39:

exp

A grande sacada desse produto é que ele incorpora o novo chip de som Yamaha NSX-1 que é compatível com o sistema Vocaloid, o que permite — na prática — que o NSX-39 reproduza fielmente a voz de Miku (uia!)

Gakken_pocket_miku_yamaha_LSI

O sintetizador em si é bastante simples e capaz de “cantar” escalas, vogais ou até mesmo pequenas canções (na forma de uma sequencia de fonemas pré carregados via USB por meio de um aplicativo para PC ou Mac) combinadas com alguns efeitos como vibrato e mudança de escala. A porta USB também serve como interface MIDI IN mas devido a simplicidade do projeto, ele não reproduz mais de uma nota por vez e não possui sequenciador, de modo que a execução e o ritmo da canção depende totalmente da habilidade (e da pontaria) do usuário com o stylus:

Mas apesar do seu jeitão de brinquedo, essa engenhoca pode ser uma interessante plataforma de exploração onde entusiastas, modders, hackers, músicos e malucos em geral podem experimentar e brincar a vontade…

Gakken_pocket_miku_yamaha_MOD2

… e é ai que a coisa começa a ficar interessante, como podemos ver em alguns vídeos que já pipocam na rede:

O kit já pode ser encontrado no site da empresa, no Amazon do Japão e pelo preço sugerido de 5.378 ienes (~R$ 117) que a propósito, é menos de um terço do preço do software Vocaloid para PC.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.