Os robôs da Samsung na CES

O

[CES 2019] Robôs domésticos são um sonho de ficção científica. Finalmente as grandes marcas estão correndo atrás disso.

Para a Samsung, a CES (pelo menos nos dois últimos anos) se tornou mais uma plataforma de “como vemos o futuro” do que “olha só que bonita e enorme essa TV nova”. E no final da coletiva de imprensa, onde mostraram sua visão para 2019 (telas grandes, inteligência artificial, Bixby, coisas conectadas), também falaram dos seus futuros robôs.

Os Samsung Bots são conceitos ainda – que andam, falam e interagem -, sem previsão de chegar às lojas. São três modelos: Bot Care, Bot Air e Bot Retail, além de três próteses vestíveis que ajudam nos movimentos.

É curioso pensar que a Samsung (levando em consideração sua escala e tamanho) entra mais tarde no mercado de robôs, mas provavelmente chega para valer ao mercado antes de outras marcas, como a Asus e seu assistente pessoal Zenbo (anunciado em 2016, aparentemente nunca colocado à venda) ou o Jibo, um robô emocional (que pelo visto também não deu muito certo).

Na terça-feira (8), participei de uma sessão de demonstração dos robôs no estande da Samsung na CES 2019. A área de exibição dos Samsung Bots era visível ao público, porém com acesso limitado aos robôs – e eu fui lá ver de perto (obrigado ao pessoal de PR que facilitou o acesso!) 🙂

A Samsung diz que os robôs combinam avanços em hardware com a Bixby, plataforma de inteligência artificial da marca.

Samsung Bot Care

O Samsung Bot Care lembra muito o design da câmera Gear 360 de segunda geração. Suas funções são as de um assistente doméstico de saúde: mede pressão sanguínea, batimentos cardíacos, monitora respiração (mesmo dormindo), avisa na hora de tomar remédio e alerta parentes se detectar uma emergência com um idoso – incluindo chamadas em vídeo.

O Bot Care também informa atividades básicas do dia – agenda, previsão do tempo -, ajuda a fazer exercícios simples (como alongamento, por exemplo) e toca música.

Ver o Bot Care de perto também me ensinou que, se sofremos com marcas de dedos no smartphone, os robôs não estão imunes a isso – graças a uma tela sensível ao toque e um monte de sensores na sua “cabeça”.

Samsung Bot Air

O Samsung Bot Air é daquelas invenções que vão dar muito certo na Ásia, por conta da demanda crescente em busca de ar puro em cidades poluídas. A ideia por trás dele é que purificadores de ar são pesados e complicados de transportar, então por que não colocar rodinhas e um pouco de inteligência artificial para facilitar o processo?

Segundo a Samsung, o Bot Air identifica, por meio de sensores nos ambientes (e, por que não imaginar, em outros produtos da Samsung) quais estão com qualidade ruim do ar e anda até lá para fazer a limpeza. Um sistema de iluminação baseado em cores – vermelho, amarelo, verde – indica em que estágio do processo de limpeza está o robô.

Em tempo: num dos vídeos demonstrados no telão atrás estava um robô-aspirador com esses mesmos “olhos” do Bot Air. Aspiradores-robô já são incríveis, imagina se tiverem olhos 🙂

Samsung Bot Retail

É a versão para uso em lojas e restaurantes. O Bot Retail, segundo a Samsung, ajuda clientes a encontrar o que eles precisam em uma loja ao registrar vozes e expressões faciais, mostrando menus (em restaurantes) ou detalhes da loja/produtos (no varejo) na sua tela grande frontal e aceitando pagamentos via Samsung Pay (claro). A parte traseira do Bot Retail tem prateleiras que servem para entregar comida/produtos aos clientes.

Samsung Gems

Os Samsung Gems (Gait Enhancing & Motivating System) – Sistema de Monitoramento e Motivação da Maneira de Andar, numa tradução livre – são robôs vestíveis que ajudam no movimento do seu usuário.

Os três modelos (Gems-K, para joelho; Gems-H, para quadril e Gems-A, para tornozelo) ajudam quem tem problema para andar, correr ou ficar de pé, dando apoio adicional aos músculos, corrigindo postura ou melhorar as capacidades de movimento (fica a dica, Samsung: ano que vem empresta o produto pra jornalistas que precisam andar 10, 12 km por dia dentro da CES!).

Gems-K

Gems-H

Gems-A

Disclaimer: Henrique viajou a Las Vegas a convite da Samsung. Opiniões e fotos são nossas, assim como escrever textos com seis horas de fuso horário e torcer para não ter cometido nenhum erro de digitação no caminho.


Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="128751 https://www.ztop.com.br/?p=128751">comentários</span>

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos