ZTOP+ZUMO

O que esperar do ZTOP em 2013?

Essa é uma pergunta para você, caro leitor e amigo do ZTOP. Estamos em uma fase de planejamento do que é legal fazer ou não fazer em um site de tecnologia com conteúdo original para o próximo ano e queremos sua ajuda. 

Uma coisa é certa: nós fugimos como o diabo foge da cruz quando se fala de “curadoria” de conteúdo. A gente aposta no conteúdo original, profundo, apurado e sem rumor. Mas falta alguma coisa por aqui?

Gostamos de ser rápidos com algumas coisas ao noticiar seu lançamento, mas não perdemos a oportunidade de analisar o produto a fundo e com conhecimento de mercado. Não é só passar cinco minutos, achar bonitinho e dizer que testou. Diferenciamos hands-on (os tais cinco minutos mais demonstrativos possível) de reviews (testes a fundo, com benchmarks e tal).

Para a gente, cinco anos de internet, desde a época do Zumo, é muito muito tempo de estrada. E mais um monte de tempo meu (desde 1999 cobrindo tech) e do Nagano (desde a época do guaraná com rolha). Podemos dizer que entendemos bastante de tecnologia, o ambiente de negócios que as empresas de tecnologia atuam, sobre o mercado editorial e uma coisa ou outra sobre como ganhar e perder dinheiro com isso.

Além dos reviews de coisas – TVs, fones, som, coisas pra casa (descanse em paz, ZTOP Casa)- e ampliar nossa referência no mercado de eletrônicos de consumo, o que seria legal para a gente fazer?

Contamos com sua ajuda aí nos comentários. Se quiser mandar uma mensagem pessoal, encaminhe para henrique(at)ztop.com.br. Obrigado.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin