Números enormes: Nokia já vendeu 1 mi de Lumia?

N

Desde o lançamento, em novembro do ano passado, dos primeiros Windows Phones com a marca Nokia, a fabricante finlandesa já vendeu 1,3 milhão de aparelhos em todo o mundo (e são apenas dois modelos por enquanto) – pelo menos é o que diz um levantamento da Bloomberg, citando um levantamento feito com 22 analistas de mercado.

Diz a agência que as estimativas variam entre 800 mil aparelhos e 2 milhões de aparelhos vendidos, com apenas um analista prevendo vendas abaixo de 1 milhão de unidades. A Nokia vai divulgar seus resultados financeiros na próxima quinta-feira (26) e, se as previsões estiverem certas, o número significa boas notícias pra turma de Espoo (que já perdeu US$ 19 bilhões de valor de mercado no último ano).

Os números, se corretos, também significam um bom sinal para a Microsoft, já que, aos poucos, as estimativas de mercado de crescimento do Windows Phone indicam uma briga boa entre iOS, Android e WP até 2015, pelo menos (John Gruber, dono do excelente Daring Fireball e megaespecializado em Apple, que o diga): o IDC já disse que o Windows Phone será grande, o iSuppli dizia isso três anos atrás e continua a prever o crescimento da turma de Redmond. Há ainda quem diga que o Windows Phone vai passar a Blackberry ainda este ano (não duvido).

Além disso, o anúncio do Lumia 900 na CES 2012, voltado apenas ao mercado norte-americano, pelo visto deixou a turma entusiasmada com a Nokia e com o Windows Phone em geral. Enquanto isso, aguardamos o lançamento dos dois outros modelos da Nokia com Windows Phone no Brasil: o Lumia 710 será fabricado por aqui e o Lumia 800, importado.

A única pessoa que não deve estar feliz com esses números divulgados pela Bloomberg é o mal-humorado Eldar Murtazin, famoso por antecipar lançamentos da Nokia e que acredita fielmente que os Lumia venderam mal (e que Stephen Elop, CEO da Nokia, é marionete da Microsoft).

Reza a lenda que a Nokia fará um retorno triunfal ao Mobile World Congress, em Barcelona, no final de fevereiro. A conferir os resultados financeiros nesta semana e o MWC no mês que vem.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos