ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Números enormes: Linux no PC Popular

1 milhão de computadores instalados com Linux. Esse número deve ser atingido até o fim do ano pelo pessoal da Insigne, responsável pelo sistema operacional dos PCs do programa Computador para Todos, do governo federal. O número enorme remete ao total de máquinas instaladas com o Insigne desde 2002, quando foi lançada a distribuição.

Hoje o Insigne faz parte de máquinas da Semp Toshiba, Novadata, Aiko, CCE e Kelow e não está restrito ao desktop. Alguns fabricantes começam a colocar o sistema nos notebooks.

Fica aqui minha dúvida: quantos desses usuários de PC popular migram pra, digamos, versões extra-oficiais do Windows?

*** 

Update: a Insigne diz que fornece junto com os computadores um CD de recuperação caso o usuário migre para software pirata e queira abandonar a vida de ilegalidade. Abre aspas:

“Muitos usuários não gostaram da migração para o Windows e preferiram voltar ao Insigne, mas uma boa parte estava preocupada com a perda da garantia do PC em alguns casos”, diz João Pereira da Silva Jr., presidente da Insigne Free Software do Brasil. “Quem fez a migração e gostou não tem porque voltar. É uma opção do usuário que respeitamos”.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Infelizmente, os números não representam o real uso do Linux nos desktops. Eu não conheço nenhuma pessoa que manteve a distribuição Linux que veio instalada em seu micro (bom, exceto eu ahaha)

    Um tiro pela culatra? Não sei, a resposta só saberemos depois.

  • Eu “quase” conheço uma pessoa que manteve-se com o Linux. É uma prima da minha esposa que eu convenci a não migrar para um Windows pirata. Mas tiramos o Insigne em favor de um Ubuntu. Ao menos por alguns meses assim ficou, mas faz tempo que não pergunto se assim permanece

  • Marion

    Eu estou super satisfeita com o suporte da Dual e o suporte oferecido.
    Comprei um computar na Americanas e toda a ajuda que precisei do suporte me foi dada.
    O sistema é otimo, muito facil de usar, nada complicado, é muito semelhante com o Windows e também possue compatibilidade com programas que rodam no Windows. O melhor é que não precisei instalar nada, tudo que precisei já estava nele.
    Eu uso e recomendo a todos!

  • Eu tenho um vizinho onde eu instalei Kurumin para substituir o Fenix que veio quebrado (o teclado não funcionava no X) pré-instalado no micro dele.

    Mas isso foi em Maio, não sei como está agora.

  • Marion,

    Vá em:

    http://br-linux.org/linux/numeros-enormes-linux-entregue-junto-com-o-pc-popular

    E deixe seu depoimento, junto com uma informação para contato. O Augusto Campos, mantenedor do BR-Linux, está atrás de histórias de sucesso de usuários satisfeitos com o sistema de seus PCs populares.

  • STJ mantém obrigação de empresas brasileiras indenizar a Microsoft por pirataria:

    http://www.stj.gov.br/portal_stj/publicacao/engine.wsp?tmp.area=398&tmp.texto=85242

  • Jairo

    Neste ano adquiri 2 desktop e 1 notebook com linux instalado. O desktop da Epcom foi adquirido no magazine luiza, com metasys, me deu a maior canseira com as atualizações.
    O desktop da positivo foi adquirido no BIG em junho, com mandriva, veio com o jurássico openoffice 1.1.5, achei um tremendo absurdo (do fabricante e da distribuição) que só contribuem para que usuários acabem mudando para os piratas.
    O notebook da ECS veio com blanes, que até funciona.
    Felizmente para eu e meus familiares, que temos o maior interesse até ideológico de trabalhar com software livre, descobrimos o ubuntu.
    Agora todas as máquinas estão com a versão 7.04 e migrando para o ubuntu 7.10

  • Josafá Cavalcante

    Boa tarde,

    Sim eu conheço uma pessoa que comprou um computador para todos e deixou o sistema instalado.. o e-mail dela é: celsocatone@gmail.com

    O Nome : Celso Catone,

    Ele comprou um micro NovaData que veio com o Linux Insigne e pelo que conversamos esta bem contete com esta versão.
    Até configurei a impressora Mult-Funcional LexMark..

    Grato
    Josafá Cavalcante
    Analista de Suporte/GNU-Linux

  • Fernando Fraga

    Quase

    Comprei um Notebook Compaq V6100, este veio com Mandriva 2007. Sou fanático por Debian, mas, o sistema veio tão bem instalado que preferi me adaptar ao Mandriva a trocar de linux.

    O Notebook é do tipo popular, mas, não faz parte do programa Computador para Todos.

    Mas fica a dica aos demais.

    Compaq + Mandriva Rulez.

  • Fernando

    Bom, conheço muita gente que comprou estes computadores e continuam com seu sistema, principalmente os que usam Insigne, estão muito satisfeitos com a facilidade de uso que o sistema oferece, uso esse sistema e realmente é muito fácil de usar, já vem com tudo que preciso para o meu dia-a-dia, e gostei principalmente da configuração de periféricos onde praticamente ele faz tudo sozinho para você, e ainda fala.
    recomendo esta distro, neste site tem ela para fazer download:

    http://www.insignesoftware.com

    Abraços a todos

  • Pedro

    Cada vez mais me decepciono com os brasileiros, ao invés do auxilio para o desenvolvimento da distribuição totalmente brasileira, o Insigne, a maioria apenas mete o pau. Conheço muita gente que utiliza o sistema normalmente, inclusive eu que adquiri um computador com o Insigne 5.0 e aprendi muito com o suporte técnico oferecido por eles e tento encontrar uma resposta para a seguinte questão : por qual motivo existe um suporte se ninguém utiliza o sistema como dito por muitos que apostam no “achismo” quando fazem suas colocações.Procurem se informar mais antes de postar informações sem sentido como estas que li anteriormente.

  • Pingback: Não pirateie o Windows, há opções - Techbits()

  • marcio viana

    Conheço 3 pessoas que continuaram com Linux pré-instalado no PC popular. Dentre eles, um está usando o Insigne 5.0, distro brasileira e até eu gostei muito. Ele me parece ser baseado no Debian e segue aquela linha do Kurumin de instalação de plugins facilitada, desktop bem estruturado com varios atalhos para tarefas corriqueiras já prontos, isso facilita muito a vida do usuário leigo. Recentemente instalei o Insigne 5 pra mim também e estou usando agora. Estou gostando, principalmente do suporte online, entro no site , clico suporte online e um atendente tecla comigo. Facil e rápido. Muito bom! Depois de experimentar mais o sistema, posto outras impressões.