Números enormes: Asus ZenBook 14

N

Depois de um breve hiato no mercado de notebooks brasileiro, a Asus anunciou ontem sua linha nova com preços superlativos.

A explicação para a retomada é simples: desde 2014, os notebooks Asus no Brasil ficaram em segundo plano por causa da ênfase da marca em seus smartphones da linha Zenfone, que hoje detém algo na faixa dos 3% ou 4% (depende de para quem você pergunta) de mercado no Brasil.

No início deste ano, uma dança das cadeiras em Taipei causada por conta dos prejuízos causados pelo Zenfone em alguns mercados (alô, Índia!) fez com que a Asus alterasse seu foco para “power users”. Isso gerou um atraso no anúncio do Zenfone 6, que mudou do MWC de fevereiro para maio; segundo semestre no Brasil.

No meu ponto de vista, a “volta” da Asus representa uma grande iniciativa, pois retoma um mercado em que ela é reconhecida por bons produtos. Só acho esquisita a estratégia de “buzz marketing” tradicional da Asus de encher influenciadores (não imprensa de tecnologia, que ainda resiste) de produtos antes pode não colar, ainda mais com produtos que vão até R$ 24.999 (ou mais).

Notebook é muito mais uma compra planejada (e bem planejada nos tempos bicudos atuais) do que compra de impulso como ocorre com smartphone, algo muito sensível ao calor do preço no momento. E não é um YouTuber (crédito dado, muitos fazem um excelente trabalho de influenciar a compra – desde que sinalizem o publieditorial, o que é raro de ver) que vai mudar isso.

Para o ZenBook 14, que é o modelo mais “pra gente comum” da linha nova, pode até funcionar bem como lembrança de marca (e aí levar em algum momento à compra de um dos modelos mais de entrada, que nem cito aqui nesse post, incluindo um com AMD).

Na Asus, o desafio agora é convencer o profissional que já é atendido por modelos da Apple ou da Dell (principalmente) em máquinas de alto desempenho, como o ZenBook Pro 14 e ZenBook Pro 15.

Asus ZenBook 14

Modelo fino e leve (1,19 kg), com tela Full HD de 14 polegadas quase sem bordas em um corpo compacto. Tem processador Intel Core i7 de 8ª geração, 8 GB de RAM, SSDs PCIe e Wi-Fi de classe gigabit.

A parte mais curiosa do design do produto é o trackpad numérico integrado ao trackpad do notebook. Preço sugerido: a partir de R$ 5.899 (à vista) ou R$ 6.499 (a prazo). Será fabricado no Brasil, o que ajuda um pouco no preço final (Zenbooks historicamente importados sempre tiveram valores acima de R$ 7.000 no passado).

Vejo esse modelo concorrendo com o incrível Dell XPS 13, que traz um design compacto já faz um tempinho e é um favorito deste ZTOP (e provável próximo notebook do Henrique em 2020).

Asus ZenBook Pro Duo

Modelão clássico pra dizer pra concorrência “o meu é maior que o seu” e brincar que é para criadores hardcore de conteúdo em foto/vídeo/áudio.

Duas telas 4K integradas num design lindo, com processador Intel Core i9 de 9a geração, 32 GB de RAM, GPU NVidia Geforce RTX 2060, 1 TB de armazenamento SSD. Sai em julho no Brasil, sem preço divulgado ainda (ouvi um rumor de algo na faixa de R$ 35 mil).

Asus Zenbook Pro 14 e Pro 15

Os ZenBook Pro 14 e ZenBook Pro 15 são as versões “pro” para quem tem o bolso largo, mas nem tanto. Ambos importados, têm como grande diferencial uma tela secundária (chamada de ScreenPad) integrada ao trackpad (!) e que permite usar apps e atalhos.

O ZenBook Pro 14 vem com processador Intel Core i7 de 8a geração, 16 GB de RAM, 512 GB de armazenamento SSD, gráficos NVidia GeForce GTX 1050 Max-Q com 4 GB de RAM dedicados. Sai pelo valor sugerido de R$ 14.999.

Já o ZenBook Pro 15 tem uma configuração parruda com processador Intel Core i9 de 8a geração, 16 GB de RAM, 1 TB de SSD, placa NVidia GeForce GTX 1050Ti também com 4 GB de RAM dedicados. Sai por R$ 24.999.

[Asus]

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos