Números enormes: 41,1 milhões de acessos em banda larga móvel no Brasil

N

Ainda reclama que sua operadora está entupida e sua internet no celular ficou lenta? O motivo é simples: o número de acessos em banda larga móvel no Brasil dobrou de 2010 para 2011, de 20,6 milhões de acessos por mês para 41,1 milhões no último ano, de acordo com o último Balanço Huawei, divulgado hoje em São Paulo. Mas a internet móvel continua cara e ainda tem espaço para crescer, numa visão geral.

Na prática, os 41,1 milhões de acessos na média de 2011 significam uma densidade de 21 acessos para cada 100 habitantes. Em fevereiro deste ano, o número já pulou para 24,1 acessos/100 habitantes (ou 47,2 milhões de acessos por mês). A média dos países desenvolvidos é de 56,5 acessos/100 habitantes. Segundo o estudo, a maioria dos acessos já é feito por smartphones.

E se acha o número de 2011 grande, a tendência é aumentar ainda mais: a consultoria Teleco, que produz o estudo em parceria com a Huawei, prevê que em 2012 o número deve chegar a 73 milhões em 2012 e a 124 milhões em 2014.

Além disso, a cobertura de banda larga móvel no país já atinge 84% da população brasileira (o que significa estar presente em 48,6% dos municípios brasileiros). O estudo diz ainda que 100% das cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes têm cobertura de banda larga móvel.

Os preços, porém, continuam altos no Brasil: um plano de dados de 500 MB custa, em média, R$ 56,20, contra R$ 26,82 no México (Movistar) ou R$ 30,17 na Argentina (América Móvil). Um plano de 2 GB no Brasil custa R$ 84,90, contra R$ 61,04 na Espanha (Movistar) ou R$ 44,06 no Reino Unido (Vodafone).

Já na banda larga fixa, o Brasil já é o oitavo maior país em quantidade de acessos: 16,5 milhões (contra 13,8 milhões no ano anterior). Na projeção da Teleco, esse número deve chegar a 20 milhões este ano e 30 milhões em 2014 – ou 15 acessos a cada 100 habitantes no ano da Copa do Mundo no Brasil. Em comparação com a banda larga móvel, a banda larga fixa está muito mais presente em todo o país: 99,8% dos municípios brasileiros têm acesso a serviços de internet rápida.

 

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos