ZTOP+ZUMO 10 anos!

Numeros enormes: 256 GB no pen drive (ops, memoria flash de bolso?)

kingston_256

Um pen drive de 128 GB é abuso de autoridade. Um de 256 GB é um HD externo disfarçado de pen drive, certo? E o que cabe nesse pequeno monstro de armazenamento da Kingston chamado Data Traveler 300?

Diz a fabricante que o bichinho com 256 GB comporta 51 mil imagens, 54 DVDs ou 365 CDs – ou grande parte da sua vida digital. Se perdeu, já era, né? Bom pra fazer um Time Machine num Mac ou usar como disco externo num netbook com memória flash. Será produzido apenas por encomenda, e deve ser BEM caro (já que o de 128 GB custa mais de 500 dólares lá fora).

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Lucas Jardim

    kkkkkkk concordo com o serafim! Bobo é quem compra isso! =D

  • Lucas Jardim

    Agora me digam, pra que esse monte de espaço, com uma conexão usb 2.0… vai levar um século pra trabalhar com um arquivo muito grande ou com vários arquivos! Pra trabalhar como hd externo, mesmo que fixo, também e complicado. Qualquer coisa acima de 64 gigas, em um pen-drive usb 2.0 se torna incômoda.

  • Lucas Jardim

    Se esse povo da kingston fosse inteligente, esperaria pra lançar já com usb 3.0, que também é compatível com 2.0, ou então com porta e-sata.

  • Glauco

    Lucas, se esse pessoal que vc está falando fosse burro, a Kingston não estaria onde esta, não seria reconhecida como um dos melhores fabricantes de memória (seja flash ou RAM) do mundo.

  • Samuel Serafim

    A Kingston ta é sendo inteligente. Ela lança um produto já defasado tecnologicamente, ai vc compra duas vezes. Ela é besta?

  • Walter Mercado

    Seriam burros se tentassem vender o modelo no Wal Mart, Extra ou Carrefour do Brasil…
    E acho que não é o caso.

    Não parece que não sejam inteligentes, afinal de contas, aposto que tem quem compre. esses sim talvez não sejam inteligentes.

    De qualquer forma, deve ter usos algo assim…

  • Lucas Jardim

    Glauco, toda grande empresa tem seus produtos que.. digamos assim.. não dão muito certo! Acredito que esse seja um desses.

    A kingston de lider nesse segmento, principalmente em produtos “populares” isso é incontestável.

  • Douglas Belmonte

    Quem tem grana sobrando compra! Assim como tem gente procurando notebook com 4gb de ram pra acessar o orkut, vai ter gente querendo um dito pen drive de 256gb mesmo que nao use………

  • Edivaldo

    Esse pendrive seria como um modelo conceito, se agradar o mercado é bom, senão…
    Pelo menos serve pra incentivar a compra dos modelos menores, diminuindo o preço.

  • Bruno Paulino

    Penso que a questão maior não é nem se venderá bem ou não. O foco deste produto é solidificar a marca. Com lançamentos como esse ela vira notícia em vários meios de comunicação e reforça a imagem de uma empresa inovadora. A grande maioria das pessoas não necessita desse produto e nem imagina que por ser USB 2.0 pode ser um problema, essas pessoas logo se admiram com o tamanho do armazenamento e no avanço que é. Quando elas quiserem comprar um pen drive de 4 GB e virem na loja um da Kingston lado a lado com outras marcas inconscientemente acreditarão que o da Kignston é melhor.
    Fazer com que o produto seja vendido apenas por encomenda reforça essa visão de mercado, pois assim não empregará recursos estocando um produto caro e que venderá muito pouco.

  • Oi pessoal,

    Acho que o foco desse produto é de oferecer a maior capacidade de armazenamento possível no menor espaço possível.

    Não vejo problemas no uso da porta USB 2.0, primeiro pela sua “umbiquidade” (aprendi essa ontem na coletiva da IBM) e segundo as pessoas já usam hoje discos rígidos externos de 500GB e até 2TB com porta USB sem reclamar de seu desempenho.

    M.

  • Walter Mercado

    ubiquitous é o novo permeia? 🙂

  • Neto

    Dá um pra mim por favcor

  • Caraca! Realmente muito bom. Mas oque mata na Kingston é esse formato de slide. Qualuqer “esbarrão” que você der no pen drive, o plug já ica torto. Eu mesmo já tive 3, dois quebraram assim, e o de hoje, já está torto.

    Mas em questão de qualidade ela está de parabéns…

  • Lucas Jardim

    A asus acabou de fabricar a 1ª placa mãe com um padrão usb 3.0:

    http://uoltecnologia.blog.uol.com.br/arch2009-07-19_2009-07-25.html#2009_07-23_13_45_47-100450639-27

    Imagina que delicia um preview com essa placa eim? rsrsrsrs

    • @lucas de nada adianta ter a placa sem coisas usb 3.0 compatíveis .)

  • Lucas Jardim

    Verdade, mas ai vem a pergunta que não quer calar, porque um fabricante de armazenamento que faz um dispositivo portátil de 256 gigas, não concentra seus esforços em ser a 1ª no mercado a lançar um dispositivo usb 3.0?

    Concerteza iria ser mais noticiado que o tal dispositivo de 256 gigas, não concorda?

  • esse não aguenta 1 dia em uma máquina ruim.

  • Tà vendo !!