ZTOP+ZUMO 10 anos!

Números enormes: 10 anos no ar (!)

Dez anos escrevendo para um blog. Parece que foi ontem!

E foi mesmo. Eu estava deixando as redações das velhas revistas impressas (PC Magazine foi a última), Nagano tinha acabado de sair da PC World. Rafael Rigues, hoje na Positivo Tecnologia, era a terceira peça numa época em que a internet brasileira era mato e a gente tinha a ideia de criar um blog de conteúdo original em tecnologia, o Zumo.

Dez anos depois, mudamos de nome para ZTOP (e assumimos o ZTOP+ZUMO atual), tivemos estratégias malucas de negócio (até vendi e peguei de volta o site!), Rigues se foi (o mais sábio, porque entendeu que isso aqui era coisa de maluco!), Jô veio e foi, Nagano também saiu uma época (e ainda bem, voltou!), Marilu e Fábio dão uma força com carros de vez em quando. E a Renata que me aguenta todo dia (e adora falar de linha branca).

Então, é meio cafona ficar falando do passado, e acho que nos posts de aniversário anuais desempenhei bem essa função.

Acho que vale pensar no futuro.

Nesse tempo todo, entendemos melhor o mercado de tecnologia brasileiro. Deciframos estratégias de negócios, acompanhamos a queda dos PCs e a ascensão do smartphone, vimos marcas aparecer e desaparecer em poucos anos, entendemos que tudo tem fases, até os blogs de tecnologia.

Da época original do nascimento deste blog (a fase 2007-2010, basicamente) vimos surgir um monte de blogs com conceitos de “vamos ver o que os gringos estão fazendo e copiar”. Esse pacote de blogs sumiu nos últimos anos, simplesmente por ser um modelo de conteúdo insustentável. Daquela época, no Brasil, com relevância ainda hoje e com menos tendência “caça clique”, sobraram o Mobilon e o Nick.

Hoje a “concorrência” é outra: os tais influenciadores digitais. Entendo que são bem, causadores de barulho em social media, incluindo Facebook, Instagram e YouTube. O que eu vejo? É mais uma onda. Fazem seu barulho, mas com o tempo a fórmula esgota – como esgotou para a maioria dos blogs de tecnologia.

Em 2017, 4.727 posts depois (e milhões de pageviews) vejo que este ZTOP+ZUMO é um “micro-influenciador” de tecnologia.

Oi? Sim, falamos (e somos referência) para quem influencia audiências maiores – do mesmo modo que grandes analistas de mercado lá de fora (e 17 anos cobrindo tecnologia) me influenciam. Temos uma audiência cativa, feliz e interativa. E um plano maluco para continuar pelo menos por mais 10 anos – eu tenho meus projetos paralelos, o Nagano tem os dele – sem precisar vender a alma ao diabo

Para finalizar, obrigado a todo mundo – leitores, comentaristas, amigos, assessores de imprensa, gerentes e diretores de comunicação das empresas, executivos, analistas, parceiros dos portais (hoje o R7), povo do marketing etc. etc. etc. Que venham mais 10 anos!

  • PS: faz mais de um ano que estou pensando em uma mudança de layout do blog. Mas a atual é tão minimalista (do jeito que eu gosto) que resolvi ajustar umas cores, corrigir uns bugs e mexer um pouco no logo. E é isso!
  • PS2: a vida é doida e o tempo é curto (tanto que comemoramos os 10 anos no ar no fim de setembro, mas só consegui parar pra escrever hoje, 1 de Outubro!). Tenho um monte de produtos aqui em casa para escrever reviews. Nos próximos dias, vou tentar dar um gás e subir micro-reviews rápidos para acelerar a coisa e tentar tirar o atraso (né Samsung, Asus, Motorola, Quantum, Logitech?).
  • PS3: a primeira viagem internacional deste site foi em outubro de 2007 para a CEATEC Japão. Agora, dez anos depois, o Nagano volta (pela terceira vez) a Tóquio para os 25 anos do ThinkPad. Yay! Boa viagem!
  • PS4: apesar de tudo, me diverti pra burro nesses últimos 10 anos! Em tempo: apesar de termos estreado somente em setembro de 2007, nossos arquivos vão alguns meses adentro o ano de 2006 – coisa de blogs doidos meus e do Rigues!

 

Nagano comenta: Caramba… já se passou um ano que disse que já passaram 9 anos de gente (ou 63 anos de cachorro ou 42 anos de internet) mas tudo bem já que — cá entre nós — bem antes disso eu já era meio bobo e ranzinza.

Como sempre, não tenho muito o que acrescentar ao que o Henrique já disse sobre nossa jornada online e, no geral, não lamento de ter saído de uma “grande editora” para trabalhar por conta já que, no final, ela nem era mais tão grande assim e meus sucessores no cargo não tiveram uma carreira melhor ou mais divertida quanto a minha. (Henrique comenta: nem aproveitaram suas instruções de benchmark, já que formataram a máquina!!!)

(By the way… Mr. DS aizivudê cara!)

Trabalhar/criar conteúdo original também tem lá suas vantagens, já que isso nos permite passar a perna na concorrência na hora de publicar alguns furos que ficam por aqui e às vezes até rodam o mundo.

E em comemoração a este dia — e para injuriar o Henrique — vou cometer um pecado mortal aqui no  Ztop+Zumo e dar um cut-and-paste (com imagem e tudo) de outra nota que vi na web:

Agradeço a todos que até hoje acreditaram no nosso taco e na proposta deste blog tocado por dois cabeças-duras, as gerências de comunicação e  assessorias de imprensa (pela atenção e paciência), o mercado de TI como um todo (pelo respeito e consideração) e todo mundo que desde o primeiro dia nos trataram como um veículo de comunicação de verdade.

E como sempre, obrigado a todos aqueles que gostam do que escrevemos, a todos aqueles que não gostam do que escrevemos e até mesmo a todos aqueles que não estão nem aí para o que escrevemos.

Acredito que a maioria gosta e é por isso que a gente continua no ar.

E para aqueles que discordam — sorry rapeize — a gente é assim mesmo!

[ Fonte ]

Na verdade, é a terceira vez que faço essa safadeza .

Yeah baby, I’m a lazy bum…

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Marcos Besse

    Parabéns as dois. Acompanho o blog desde o início e sou testemunha de como trabalham sério. Que venham mais 10 anos.

    • Mario Nagano

      Sim Marcos, e depois de tanto tempo finalmente rolou a visita ao Yamato Labs que vc brigou tanto.

      Vou mandar lembranças suas ao Kevin.

      [ ]s

      M.

  • Leonardo Carneiro

    Parabéns Henrique e Nagano! O trabalho de vocês é realmente diferenciado no Brasil. Análises sem marketing e gabarito para entrevistar gente cascuda da indústria, trazendo informações inteligentes.

  • René Ribeiro

    Eu acompanhei suas trajetórias e trabalhos, Henrique e Nagano. Na minha opinião, vocês têm o mais sério trabalho editorial de tecnologia com uma linguagem lúdica e sempre atual. A tecnlogia flui naturalmente na linguagem do Ztop. Super parabéns e desejo mais sucesso ainda.

  • Fordonez Ones Jones

    Parabéns procêis! 🙂

  • O ZTOP é coisa de maluco, mas malucos de primeira categoria, tipo exportação! Orgulho de ter feito parte do comecinho dessa história. E que venham mais 10 anos!

  • Parabéns! Que venham muitos mais aniversários – e reviews de gadgets legais! 😉

  • Anderson Costa

    Parabéns Senhores! E continuem com o trabalho duro, mas (muito) divertido, de produzir conteúdo para os fãs de tecnologia!

  • Mais fotografia!

  • Diogo

    Parabéns! E que venha mais 10 anos de vida ao site! 😉

  • Lucas Zanganelli Dos Santos

    Parabéns pra ambos, e Nagano qual é o note (ou seria net?) da foto ?

    • Mario Nagano

      É um ThinkPad X61. Foi meu note de guerra para cobrir eventos por uns 3~4 anos e só parei de usar porque minhas aplicações do Windows já não cabiam na sua telinha de 1.024 x 768 pixels.

  • Atila Cavalcante

    Parabéns!! E cadê o canal de vocês no YouTube? Precisamos disso! 🙂

  • Guido Alves

    Parabéns senhores! Orgulho de vocês e feliz de ter contribuído para o desenvolvimento DO CANAL referência no mercado.
    E que os próximos 10 anos sejam de muito sucesso!

    • Henrique Martin

      nós sabemos da sua importância (e do Marcel tb!) em ajudar a gente a crescer 🙂 (PS vc faz falta no mercado local!)

  • PArabéns, continuem o ótimo trabalho.
    (São só 10 anos mesmo? Não são mais?)

  • Ricardo Pinheiro

    Eu lembro quando o Rigues, num encontro de usuários MSX, comentou comigo do início do Zumo. Resolvi dar uma chance e… Cá estou eu, 10 anos depois, leitor, eventual comentador, seguidor de vocês no Twitter (por mais que eu tenha largado o Twitter de mão)… Já usei conteúdos até em sala de aula (o post sobre a fábrica de placas-mãe da Gigabyte anualmente é visto pelos meus alunos, várias vezes).

    Sempre que um aluno me pergunta sobre conteúdo sobre tecnologia BOM de se ler, o ZTOP é sempre a primeira (e em alguns casos, a única) indicação. Como já disse para um ansioso adolescente (o que é um pleonasmo): “Eles não tem post todo dia. Mas se não tem quantidade do jeito que você quer, ganham em qualidade: todo o material é original, e excelente. Vale muito a pena a leitura”. Repito isso sempre.

    Parabéns! Depois de tanto tempo, quase dá pra chamar de amigos… Mas aí eu seria apenas um folgado. Mas que venham mais 100 anos de conteúdo de excelência. A gente agradece.

Próximo post:

Post anterior: