ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Novos iPods: hands-on

Famí­lia iPod reunida: Classic, Nano e TouchOntem eu tive contato com a noví­ssima linha de iPods – é, aquela mesma lançada no começo do mês.

Quem trouxe os bichinhos pro Brasil (por enquanto apenas para demonstração) foi o pessoal da Greenmax. Não tem preço definido ainda. Deu a entender que é para evitar confusão com a Apple-mãe. Os caras são distribuidores e por enquanto, para a linha iPod, não vão vender direto ao consumidor. Essa parte fica por conta dos varejistas tradicionais – Ponto Frio, Submarino etc.

A primeira grande mudança – e que não lembro de ter lido em lugar nenhum – sobre os iPods foi a nova estrutura do menu de navegação no classic e no nano. Em vez de pegar a tela inteira, ele ocupa agora apenas meia tela com informação de texto. A outra metade fica com imagens de fundo (de fotos, capas de disco ou de ví­deos). Depois do clique, um ví­deo inédito e mais algumas informações.


O iPod nano é o mais diferente de todos, eu achei. Primeiro porque é estranho ver o nano nesse novo iPod Touchformato, mais largo e bastante fino. Na altura, é bem menor que o nano anterior. Não sei se eu veria um filme numa tela de 2 polegadas, mas a iniciativa é válida.

Quem já mexeu no iPhone (cada vez mais comum desbloqueado por aí­) não vai estranhar o iPod touch. É praticamente igual, só um pouquinho mais fino. Como eu já disse antes, é um PDA musical que não assumiu sua identidade ainda. Mexi também no Classic, mas o principal upgrade dele é o visual (o prata é bem interessante) e a capacidade – por isso ele não aparece no ví­deo, que só traz as novidades.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Eu quero todos. Uns 3 de cada, se possível. Mesmo não precisando de MP3 player… Quem liga?
    __

    O vídeo ficou ótimo. E o touch tava lotado de MP3 do Rei Roberto! Mas você escutou mesmo foi o Bridge Over Troubled Water do Simon and Garfunkel, né? Boa escolha, apesar da qualidade do áudio ser média nesse álbum.

  • Henrique, você comentou sobre ver um vídeo no ipod nano, no início eu também pensava que isso seria muito difícil, porém descobri que tem um “dock” que você conecta na tv ou em um monitor de vídeo que tenha saída rca e, assim, levar os vídeos para qualquer lugar que necessite (que tenha um dos dois) e assistir na telona. O que você acha de ter vários vídeos armazenados no dispositivo e podê-los assistir praticamente em qualquer lugar sem ter que carregar vários DVDs ou o que seja?

    Um abraço

  • Julio
    Sim, dá pra ligar na TV/monitor.
    Eu, particularmente, acho muito pequena a tela de 2 polegadas pra ver alguma coisa. sem dúvida, dá pra passar tempo e se divertir num vôo longo, por exemplo.
    eu tenho um iPaq com tela de 3,5 polegadas e uma vez fui e voltei de Recife vendo seriados – todo mundo perguntava “se era DVD que eu estava assistindo”.

  • Muito bom o vídeo, Henrique. E eu concordo com o Calendas: quero todos. 🙂

    Abraço!