Retrotech: Relógio Seiko 5 (versão 2019)

R

Novos modelos apelam para o desejo dos jovens de expressarem a sua individualidade, mesmo que seja usando um relógio mecânico lançado a 56 anos atrás.

Lançado em 1963, o relógio Seiko 5 foi um marco para a empresa de mesmo nome (que também é dona da Epson), porque ele trouxe diversas inovações bem interessantes para sua época e faixa de preço…

… sendo que o número 5 se refere às suas cinco características principais:

  • Movimento Automático
  • Indicação de data/dia da semana no mesmo visor
  • Resistência a água
  • Coroa na posição de 4 horas
  • Caixa e correia duráveis

E até por ser um produto versátil e acessível, o Seiko 5 foi um relógio muito popular no passado e continua no mercado até os dias de hoje com opções para todos os gostos, bolsos e gêneros.

De fato, um dos grandes atrativos do Seiko 5 é o fato dele (e talvez a Orient) sejam os últimos relógios casuais com mecanismo automático que ainda podem ser adquiridos por um preço razoável, já que as alternativas são os modelos suíços como Omega ou Rolex e — é claro — suas versões “pilatas” .

Crise de identidade

Apesar dessa herança de tradição, durabilidade e longevidade, é fato que os Seiko 5 andam meio que numa crise de identidade já que eles nunca gozaram do mesmo prestígio de um Rolex, da sofisticação de um smartwatch, da jovialidade de um Swatch ou mesmo da nerdice de um G-Shock.

De fato, a impressão que passa é que o Seiko 5 é meio que um relógio de gente velha ou excêntrica.

Daí, para mudar essa imagem a Seiko colocou no ar na semana passada um hotsite cujo espírito da campanha se resume na frase “Show Your Style“…

… e que também marca a reformulação da própria marca Seiko 5 cujo tradicional escudo com o número “5” ganhou um novo visual mais urbano na forma da letra “S”…

… que associa o produto a um dos seus modelos mais apreciados — o Seiko 5 Sports

… que forma a base para “cinco” (😉) novas linhas de relógios batizadas de Sports, Suits, Specialist, Street e Sense :

Expresse sua individualidade

Segundo as palavras da Seiko, essa idéia de mostrar o seu estilo “simboliza a nossa era atual onde vários valores e sensibilidades pairam por aí. Cada uma dessas cinco coleções tem um conceito diferente, mas todos eles são baseados no mesmo modelo de caixa e mecanismo. A idéia por trás disso é de mostrar que o novo Seiko 5 pode ir além dos padrões existentes com uma única forma de compreensão.

E se você não entendeu o que o marketing da empresa quis dizer com “bring you a new flower” nós também não.

Fora isso, essa campanha também é suportada por vídeos de cinco celebridades que simbolizam cada um desses estilos:

Variações de um mesmo tema:

Como já foi dito acima, todos esses relógios foram criados a partir de um único modelo …

… equipado com o mesmo calibre 4R36 com mecanismo de corda automático de 24 rubis de 21.600 vibrações/hora (ou 6 vibrações/segundo) com precisão de -35~+45 segundos/dia numa faixa de temperatura em torno de 5~35 °C. A sua autonomia (com a corda cheia) é de ~41 horas e sua caixa de diâmetro externo de 42,5 mm e 13,4mm de espessura tem resistência a água de até 10 ATM/BAR e sua tampa traseira é transparente, o que permite observar o seu mecanismo funcionando:

Já os preços no Japão variam de 30.000 ienes (~R$ 1.141) até 38.000 ienes (~R$ 1.445) + taxas dependendo do modelo/tipo de acabamento da caixa e da pulseira.

Mais informações aqui.

Ainda em tempo

Essa idéia de “expressar a sua individualidade” já foi explorada diversas vezes pelo mercado publicitário, sendo que nos anos 1980 a Honda lançou uma curiosa campanha nos EUA para promover suas scooters com diversas celebridades, sendo que (para nós) a mais divertida delas foi a com o grupo DEVO que não deixa de ser uma brincadeira com a própria campanha:

Peek a boo!!!


Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

Por Mário Nagano

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos