ZTOP+ZUMO 10 anos!

Novo Messenger fala com Facebook (!)

Tempos modernos realmente modernos na Microsoft: Steve Ballmer está no Brasil (parte da sua turnê latino-americana nesta semana) e anuncia hoje (daqui a pouco, na verdade), a “nova versão do Messenger“. E você vai ver os seus amigos do Facebook (e de outras redes sociais) em uma página especial. Ooh!

Hoje cedo vi uma prévia do novo Messenger, numa demo feita por Dharmesh Mehta, diretor da divisão Windows Live da Microsoft. Ele deu os clássicos números enormes: 500 milhões de usuários Live no mundo (todos os serviços), 320 milhões de pessoas acessando o Messenger, 10 bilhões de mensagens trocadas por dia, 46 milhões delas no Brasil (curiosamente, o maior país do mundo no Messenger, yay!).

Na visão de Mehta (e da Microsoft, claro), os serviços Live se encaixam numa categoria das pessoas que “querem saber o que acontece no MEU mundo” e são complementados por “quem quer saber o que acontece NO mundo” (portal MSN) e “encontrar alguma coisa” (Bing).

E o lance do “meu” mundo tem alguma razão: o executivo mostra que a gente usa redes sociais e, bem, não é necessariamente amigo (ou conhecido de todo mundo). Pra mim, isso se chama “negar pedidos de amizade” e selecionar as pessoas. Pra Microsoft isso se chama “favoritos”: você seleciona seus principais contatos e, além de eles estarem em destaque na janelinha do Messenger, o novo aplicativo virá com uma página que centraliza tudo isso num lugar só: Facebook, LinkedIn, MySpace, YouTube, WordPress, quem sabe Flickr e outros. A Microsoft diz que estão negociando com “as principais redes sociais”, e talvez possamos ver em algum dia Orkut dentro do Messenger.

Mas, calma, meu bem, calma. O novo Messenger, parte do “Windows Live Wave 4” (nova versão), ainda está em fase de testes internos na Microsoft. Nas próximas semanas, alguns usuários externos irão receber a atualização, para depois (sem data definida) entrar em beta público e (também sem data definida) sair a versão final para todos.

A experiência também vai para o celular: Mehta falou rápido sobre a versão para iPhone do Messenger, e soltou que “Android para determinados parceiros também”. A esperar – e conferir.

Em tempo: uma prévia do novo Messenger deve aparecer no endereço www.messengerpreview.com ainda hoje.

Update pós-palestra, pós-trânsito, pós-cabeça-descansada: Ballmer falou pra uma platéia de estudantes universitários, do jeito mais didático e bacana que já vi alguém falar sobre cloud computing. Tava meio desafinado no começo, não fez a piadinha clássica dos developers, developers, developers. Só uma coisa soou estranha: o anúncio do novo Live Messenger, sem data, sem definição, no meio da palestra, um tanto perdido (Carol, tava ótimo, mandou bem. Seu amigo “argentino”, nem tanto!). Ficou com cara de plano B, do modo “iam anunciar outra coisa, não deu certo, bota esse Messenger aí mesmo”. Nada contra, só um comentário mesmo.

Mais telas do novo Messenger:

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin