ZTOP+ZUMO

Novatec lança novos livros técnicos (estilo mangá)

Volumes tratam de assuntos mais técnicos e menos científicos como circuitos eletrônicos, dinâmica dos fluidos e motores elétricos.

Para aqueles que acreditam na idéia de que as histórias em quadrinhos podem ser uma poderosa ferramenta de ensino, a boa notícia é que a editora Novatec ampliou sua coleção de livros técnicos da série “Guia mangá” com três novos títulos. São eles:

Circuitos eletrônicos  de Kenichi Tanaka (ISBN: 978-85-7522-476-2, 184 páginas, R$ 49,00)…

Novatec_guia_manga_circuitos

… Dinâmica dos fluidos de Masahiro Takei (ISBN: 978-85-7522-481-6, 208 páginas, R$ 49,00)…

Novatec_guia_manga_fluidos

… e Motores elétricos de Masayuki Morimoto (ISBN: 978-85-7522-482-3, 200 páginas, R$ 49,00):

Novatec_guia_manga_motores

No ano passado, a Novatec lançou apenas um título desta coleção: Números complexos de Masashi Ochi (ISBN: 978-85-7522-467-0, 232 páginas, R$ 53,00)

Novatec_guia_manga_numeros_complexos

Para quem não sabe, essa coleção (マンガ で わかる) foi criada pela editora japonesa OMSHA especializada em literatura técnica e, depois de cobrir o básico, começou a explorar assuntos cada vez mais complexos e/ou exóticos como fisiologia, cimento e concreto, sociologiacriptografia, topografia e agrimensura, mecânica quânticageração e transmissão de energia, nutriçãogerenciamentos de projetos e outros bichos. Alguns deles até já estão disponíveis em inglês pela editora No Starch Press.

guia_manga_processos

Em 2009 a Novatec publicou seu primeiro livro — o Guia Mangá de Física / Mecânica Clássica — sendo que hoje ela totaliza 14 volumes no seu catálogo, a maioria deles sobre assuntos ligados à matemática, física e química. De um certo modo esses novos lançamentos indicam que a editora resolveu entrar em assuntos mais técnicos do que científicos.

E para promover esses lançamentos, a editora está dando um desconto de 25%  na forma de um código de desconto — “MANGAS25” — que deve ser informado no carrinho na hora de fechar o negócio no site da empresa. Porém, nosso palpite é que esse código também pode ser válido para os outros Guias Mangá. 🙂

Ainda em tempo:

introducao_ilustrada_a_computacaoFora um e outro trabalho de Will Eisner nessa área, eu confesso que nunca botei fé nessa idéia de quadrinhos educativos até conhecer a Introdução ilustrada à Computação (com muito Humor) de Larry Gonik e sua incrível capacidade de explicar assuntos bem complexos de maneira bastante simples e compreensível (mesmo desenhando mal até para os padrões de hoje).

IntroducaoIlustradaaGenetica-De fato eu sempre estranhei porque o seu trabalho nunca foi mais divulgado por aqui, até descobrir meio que por acaso que fora alguns capítulos da sua História do Universo em Quadrinhos publicada entre 1992~93 pela Xenon, mais dois livros de Gonick foram lançados no Brasil: A Introdução Ilustrada à Genética (ISBN: 85-294-0098-4) e a Introdução Ilustrada à Física (ISBN: 85-294-0165-4) que foram publicados pela Harbra, por sinal a mesma editora do livro de computação.IntroducaoIlustradaaFisica

Apesar de esgotados na editora, eles ainda podem ser encontrados com uma certa facilidade nos sebos físicos e até on-line.

E mesmo tendo sido publicado a mais de três décadas, eu ainda recomendo essa Introdução Ilustrada à Computação, mesmo que sua parte tecnológica (computação de 8 bits, linguagem BASIC, etc.) esteja beem desatualizada. Isso porque a parte relacionada com a história da computação (o que é dados, sistemas numéricos, máquinas de calcular, lógica booleana, circuitos lógicos, processadores, algoritmos, etc.) ainda é válida como conhecimento básico e até introdução ao que chamamos hoje de ciência da computação.

 

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Panino, o Manino 14/03/2016, 11:28

    Na década passada eu imaginei uma série em quadrinhos estilo escolar, onde ao invés de romances e intrigas as histórias seriam sobre os alunos e professores tendo aulas, com o personagem do professor dando sei jeito para o aluno em dificuldade na matéria entender.
    Como toda grande ideia concebida pela humanidade ninguém me levou a sério e eu não tinha capacidade de fazer então… que bom que essa série existe.

    • Mario Nagano 14/03/2016, 15:18

      Bom, quando eu ainda estava na faculdade, eu dizia pra todo mundo que se um dia eu escrevesse um livro de programação ele se chamaria “Programação para Idiotas!”

      E isso bem antes dos americanos lançarem a série “For Dummies!”

      C’est la vie né?

      • Panino, o Manino 14/03/2016, 20:25

        Pelo menos hoje temos os podcasts para preencher o vazio em nossos corações.