Notas da Zumo-caverna: Multiprocessamento no Core i7

N

dvd_flick_intro

Já falamos aqui no Zumo sobre o DVD Flick, um programa de código aberto simples e prático para criar um DVD a partir de arquivos de vídeo e legendas.

Devorador de recursos por excelência, uma característica interessante desse programa é que o usuário pode determinar quantos threads que podem ser usados pelo programa com a recomendação de não alocar mais do que um número físico de núcleos sob o risco de comprometer o seu desempenho. Achei esse recurso tão interessante que comecei a analisar as possibilidades de usar esse programa como um benchmark para avaliar o desempenho de um PC, já que ele utiliza processador, memória e disco e não consome recursos gráficos como jogos em 3D.

Como estou com o novo desktop Positivo 7040i plus com processador Intel Core i7 920 de com 4 núcleos com HT, dá pra se ver se o número de threads realmente influencia no desempenho de um programa que saiba tirar proveito do recurso de multiprocessamento.

Para isso eu montei um projeto formado por três arquivos de vídeo com formato AVI de 700~800 MB cada com seu respectivo arquivo .SRT de legendas. Determinei prioridade máxima na codificação dos arquivos e mandei gerar uma imagem de DVD no formato ISO com um ou mais threads  ao mesmo tempo. O resultado pode ser visto no gráfico abaixo:

dvd_flick_testes

Fora algumas anomalias (como no caso do uso de 5 e 7 threads) fica claro que um maior número de núcleos/threads realmente podem influenciar no desempenho de programas já otimizados para multiptocessamento. No nosso caso, a diferença entre usar 1 thread (1h57m53s) e 8 threads (0h59m18s) é de quase uma hora, o que soa como música para aqueles que mexem com vídeo.

Desse modo estou pensando seriamente em começar a usar esse programa como referência de desempenho junto com o AutoGK.

Selah!

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="12050 http://zumo.com.br/?p=12050">comentários</span>

  • Usar tal programa como referência é excelente, pois edição de vídeo é um elemento desejado por muitos usuários, sejam iniciantes ou mesmo avançados.

    Eu particularmente considero o Cinebench é uma boa opção.

    Anomalias em testes relacionados a edição de vídeo considero até comuns, nem fico tão surpreso.

    Um sugestão que faço para benchmark é o emprego do 7zip, um software de compactação open source. Ele tem integrado um módulo de benchmark além de permitir algumas configurações, entre elas o número de threads que podem ser utilizadas na operação.

    Vale a pena dar uma olhada.

  • Olá, achei o artigo interessante mas usar um PC POSITIVO para tal tarefa não transmite muita confiança ao apresentar o resultado. O processador é bom mas o PC em si é ruim.

  • Srs,

    ótimo teste.

    E queria saber algumas informações:
    a) placa-mãe?
    b) memória (triple channel)?

    É possível fazer um teste de Hyper Pi para analisar a força bruta desse processador?

  • engraçado neh.. 8 threads e a velocidade “dobrou” considerando o tempo com 1 thread.. nao deveria ser 8 vezes mais rapido com as 8? faltou alguma coisa? ou é assim mesmo e eu que estou viajando??

    • Ola Marllon
      Ter 8 processadores nao significa exatamente 8 vezes a velocidade. No multiprocessamento o primeiro processador funciona 100% o segundo am torno de uns 90% o terceiro em torno de uns 65 a 70 % etc.. e o oitavo processador deve estar ajudando em +- 10%. Isto significa que todos os processadores nao funcionam a 100%. Possuo uma maquina com oito processadores fisicos (skultrail intel + 2 xeons quadcores E5430@3200) e o comportamento e exatamente este. Espero ter ajudado!!
      Um abraco!!

RSS Podcast Sem Filtro




+novos