Notas da Zumo-caverna: ASUS Express Gate

N

asus_expressgate_intro

Resolução de ano novo 2009: Durante a realização dos testes de produtos, de vez em quando topamos com alguma coisa diferente ou muito interessante que até valeria um destaque maior em um review, mas que às vezes é reduzido a umas poucas palavras — ou até mesmo deixado de lado — para não esticar um texto que já não costuma ser pequeno, diga-se de passagem.

Por causa disso, à partir de hoje eu inicio um novo tipo de post intitulado “Notas da Zumo-caverna” onde anteciparemos algo que vimos de interessante (ou não) nos produtos que estão aqui na bancada antes da análise final. Espero que nossos leitores apreciem essa iniciativa e que palpitem como sempre.

O assunto de estreia é um recurso no mínimo curioso que vi na placa-mãe  ASUS P6T Deluxe que está aqui no Zumo: o ASUS Express Gate, uma suíte de aplicações gravadas na própria placa que permite acessar diversas tarefas básicas — como nevagar na web, trocar mensagens ou até mesmo fazer ligações no Skype sem ter que carregar o sistema operacional do disco. Basta ligar o equipamento, esperar alguns segundos e já ir se comunicando.

asus_expressgate_main_small

Desenvolvido pela empresa Device VM Inc. o Express Gate é baseado no SplashTop, um ambiente de trabalho baseado em Linux que já está presente em diversos produtos — em especial em netbooks e notebooks — sendo a ASUS a pioneira a adicionar esse recurso em placas-mãe e nettops. Ele pode ser ativado por meio de um botão de atalho ou durante o processo de boot. Caso o usuário não se interesse pelo recurso, basta desativá-lo na BIOS da placa-mãe.

A grande sacada dessa solução é que ela já vem configurada para funcionar corretamente com o hardware que o acompanha, facilitando assim o acesso à suas portas de rede e até mesmo ao conteúdo do disco rígido. O produto já vem traduzido para o português de portugal (ô pá!)

O Express Gate oferece quatro aplicações principais: um navegador web (aparentemente baseado no Firefox), um serviço de joguinhos online e um simples gerenciador de imagens que não possui ferramentas de edição, mas oferece uma ferramenta de upload direto para o Flickr. Além disso, o usuário tem acesso ao Chat, um cliente universal de mensagens instantâneas (baseado no Pidgin), e ao serviço de VoIP Skype. Note que o navegador pode ser uma porta para mais aplicativos disponíveis on-line como o Google Docs.

Num mercado marcado pela mesmice dos recursos, o Express Gate pode ser um recurso interessante e até util para aqueles que precisam fazer algo rápido na web, apesar de que só o tempo e a experiência de uso poderá dizer se esse recurso é algo conveniente ou apenas uma moda passageira.

Entretanto, fica registrado aqui o meu receio de que alguns integradores podem ver nesse recurso como uma oportunidade de cortar custos,  colocando no mercado um computador com Expres Gate e sem instalar um sistema operacional no disco, o que até onde eu sei é obrigatório por lei.

Tenho certeza que o pessoal de Redmond vai dar pulos de ódio se isso acontecer. Agora, fico pensando o que o pessoal de software livre acha dessa solução.

Algum comentário?

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos