ZTOP+ZUMO

Nokia: tchau Symbian (mais ou menos), oi Qt, oi MeeGo

Depois do furacão pré (e pós) Nokia World, mês passado (saída do OPK, novo CEO, demissão do Anssi Vanjoki), a Nokia divulgou hoje seus resultados financeiros: teve um lucro maior, vai demitir 1.800 funcionários no mundo todo (aumentar efetividade blablabla). Pro mundo deste Zumo, o mais interessante é que o Qt vai, finalmente, ser a plataforma única de desenvolvimento para aparelhos da marca, sejam eles Symbian ou MeeGo. Na prática, o que isso significa? Para quem tem/terá um novo Nokia, atualizações contínuas de sistema operacional.

No fim das contas, essa “evolução” do Qt vai levar ao fim da plataforma Symbian como planejada até então. Se o Nokia N8 roda Symbianˆ3, atualizações constantes e melhorias de sistema planejadas para o Symbianˆ4 já poderão, aos poucos, ser implementados nos aparelhos: logo, não existe mais Symbianˆ3 ou Symbianˆ4, apenas… Symbian. Mais ou menos como a própria Nokia fazia com atualizações passadas em aparelhos (como o 5800 e o N97) e num esquema bem similar ao que a Apple faz com seu iOS (Android, acho que tem uma lição para você aqui: fragmentação não é legal).

Acredito que a Nokia irá avisar os limites de cada aparelho para o tipo de atualização, do mesmo modo que ocorre no iOS (como iPod touch 2a geração rodando iOS4 sem multitask, por exemplo). Evitar dor de cabeça pro consumidor como ocorre com o Android (e a Motorola sabe bem disso) é bom e conserva a reputação.

Para os desenvolvedores, a boa notícia é que elevar o Qt (pronuncia-se “cute”) a framework único, criar apps para Symbian e MeeGo significa a mesma coisa. E com isso a Nokia mostra que entrou no bonde do HTML5, já que o Qt tem suporte nativo a esse padrão.

Em tempo: o Meego ficou pra 2011 mesmo.

Agora a Nokia precisa ajustar também o tempo entre o anúncio de um novo produto e sua chegada ao mercado. Novamente, comparo com a Apple: anunciaram ontem o MacBook Air, já está nas lojas.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Rodrigo P. Ghedin 21/10/2010, 08:50

    O tiozinho responsável por dizer aos consumidores o que cada aparelho roda e não roda a cada atualização do sistema vai ter trabalho. Na Apple são dois, três aparelhos; na Nokia, alguém ainda se dá ao trabalho de contar?

    []'s!

    • henriquem 21/10/2010, 08:58

      se pegar a linha nova a diferença não é tão maior assim. Hoje são 4 aparelhos com Sˆ3: N8, E7, C6 e C7, mais o temido N9 com Meego esperado pra este ano ainda. Na Apple: iPhone, 3G, 3GS, 4 + iPod touch

      • Rodrigo P. Ghedin 21/10/2010, 09:06

        Mas a Apple levou três anos para lançar quatro modelos, a Nokia lançou quatro numa tacada só.

        Quando o Symbian^3 chegar aos segmentos mid e low-entry, a maluquice de duzentos aparelhos que existe hoje nos Symbian S60 3rd e 5th Edition se repetirá — infelizmente.

        []'s!

        • henriquem 21/10/2010, 09:21

          apple: quatro anos, quatro aparelhos
          nokia: um mês, quatro aparelhos
          android: dois anos, centenas de aparelhos. acho que a coisa aqui é pior, né? 🙂

          • Rodrigo P. Ghedin 21/10/2010, 09:24

            Citar Android é apelação 😀

            []'s!

          • rubens 21/10/2010, 16:14

            Vida longa ao WebOS então? :p

  • Marcelo Martins 21/10/2010, 08:55

    A Nokia está fazendo certo e se preparando para o futuro. É aquela história de "mijar nas calças no frio". Se eles usam Android, hoje seria maravilhoso, mas em 10 anos seriam mais uma fornecedora medíocre de Android. E vejam só, daqui a 10 anos, ainda existirá celular e desenvolvimento para ele.

    O que eles precisam mesmo é ajustar o tempo de entrega dos produtos, isso é fato.

    • henriquem 21/10/2010, 08:59

      dez? espera dois e vamos ver quem sobra

  • Marcelo Martins 21/10/2010, 09:30

    hehe, é, eu chutei longe pra gente pensar mesmo, que em 10 anos vai ter empresas vendendo celular. E não da pra pensar no só no HOJE.

    Nós pensamos no HOJE, nos queremos agora, a gente não quer esperar. Mas o que a Nokia está fazendo é "hoje eu não tenho, mas talvez em 2 anos eu terei". E se der certo a estratégia com a QT em pouco tempo pode ser a melhor plataforma para desenvolvimento móvel. Hoje a QT é muito boa pra desenvolvimento desktop. Tenho amigos que usam a QT para fazer sistemas empresariais e só tem elogios. Se der errado, a Nokia tentou, e ai sim é RIP.

    Mas eu acho que cada vez vai ter MAIS gente vendendo celular, e não menos, hoje até a puma tem celular. Em 10 anos vai ter celular da coca cola. 🙂

  • Ismael 21/10/2010, 12:42

    'Qt (pronuncia-se “cute”) '.

    No patropi se fala "quetê" . Nada de cuti-cuti .

    • Ogro 21/10/2010, 19:24

      Quiuti

  • Xinuo 21/10/2010, 13:59

    Peraí, a Apple tb não é assim tão eficiente em entregar o produto, não. Me lembro bem do iPad que foi apresentado por Jobs e que só começou a ser vendido meses depois (só não lembro quantos meses pq não estou interessado em tablets, por enquanto, e muito menos no iPiada).

    Obs.: ainda chamo iPiada pois acho que precisa de portas USB, etc. etc. e etc. mas aposto que a Apple ri muito mais que eu, com ele, pois está faturando rios de dinheiro.

    • henriquem 21/10/2010, 14:04

      sim, mas o iPad é um exemplo fora da curva. o nokia N8 foi apresentado no começo do ano e só saiu agora – pra ficar em um exemplo.

    • Ramiz 22/10/2010, 10:15

      cara o IPad começou a ser vendido 2 semanas depois de ter sido apresentado. A Nokia gosta de colocar seus aparelhos pra hibernar, longos 6 meses entre apresentação e entrega dos aparelhos – foi assim com N97 e está sendo assim com N8

  • henriquem 21/10/2010, 14:01

    brasileiro adora falar sigla letra por letra. travei quando ouvi um gringo falar "SEQUEL" pela primeira vez. horas depois, descobri que ele queria falar… "SQL"

  • bruninhonunes 21/10/2010, 15:15

    o n8 não saiu no começo do ano pq foi preciso fazer uns ajustes, bem melhor do que lançar um produto com problemas igual a apple lançou o iphone4, muitas pessoas reclamando do sinal e falando de uma mancha amarela na tela.

    • rubens 21/10/2010, 16:16

      a história que eu encontro é que o hardware tava pronto, o SO que tava atrasado.
      é o oposto do que aconteceu com a Apple.

      mostra bem o forte de cada uma, inclusive

  • Ever 21/10/2010, 16:14

    A Apple é perfeita em tempo de lançamento né? Correu pra lançar o Iphone 4. Deu no que deu: o aparelho da curto na antena, tem manchas etc etc.

  • dflopes 21/10/2010, 18:32

    enmeego, meu meego querido. Qdo vc dará as caras???

    Por enquanto, só N900 reinando sozinho.

    E gostei dessa possiblidade de usar QT. Mas, como ficam as diferenças na resolução de tela? entre outras diferenciações de cada aparelho (qwerty fisico ou on screen)

  • evandrofisico 21/10/2010, 20:14

    Então, agora a quem quiser desenvolver nas plataformas da nokia só resta entrar na dança! http://www.youtube.com/watch?v=NbTEVbQLC8s
    E sim, o clipe foi feito pelos desenvolvedores da Trolltech antes da compra pela nokia, mas pelo que conversei com o pessoal deles no fisl 11.0, eles não se arrependem desse comercial

  • Wallacy 21/10/2010, 21:22

    Acreditem ou não estou querendo comprar um E71, sera que vou receber atualizações? S60 vai ganhar algum "plus"?

  • Edy 24/10/2010, 19:37

    Quantos comentários bons, de gente que tem nível, por isso gosto deste site! Entrando no assunto… lembro a todos que a Nokia é finlandesa e as empresas finlandesas assim como outras européias a exemplo da Volvo, sempre pensam no futuro para o produto e principalmente para os clientes. Alguns projetos demoram em média dois anos e até mais para se concretizarem e em muitos casos nem chegam ao mercado de massa por entenderem que não serão suficientes para o público alvo. E pessoalmente acho idiotice de muitos sites compararem a Nokia com a Apple, ambas são boas e com públicos diferentes. A primeira é de gente como nós que lemos e participamos de blog como esse (sobre tecnologia) e a segunda faz produtos para esse público e ao mesmo tempo para o povão.