Nokia N8: made in Brazil

N

Três ou quatro observações rápidas pós-Nokia World (e que eu esqueci de comentar por aqui) sobre o Nokia N8 e outras ovi-coisas, que começou a ser entregue hoje pra quem comprou o aparelho em pré-venda na Europa e nos EUA.

1) O N8 terá o preço sugerido de R$ 1.499 no Brasil, sem subsídios. A informação foi confirmada por Almir Narcizo, presidente da Nokia Brasil, em entrevista durante o Nokia World. Por sinal, o nome da Claro apareceu entre as operadoras parceiras em um dos keynotes do evento.

2) O N8 é o segundo aparelho N-series a ser produzido na planta da Nokia em Manaus (o primeiro foi o N85). Isso significa que, bem, o preço pode baixar logo (esperamos). Os primeiros exemplares do N8 brasileiro já tinham sido aprovados pela matriz finlandesa na época do NW (duas semanas atrás), de acordo com Narcizo.

3) A Ovi Loja vai começar em breve a vender aplicativos pagos com cobrança direto na operadora aqui no Brasil. É uma alternativa que nem Apple nem Android têm ainda e que, bem, pode dar um gás (se vierem aplicativos mais bacanas, tipo Angry Birds completo com o prometido ‘Mighty Eagle’) para a lodjinha da Nokia. E pode ser um dos anúncios da próxima Ovi Expedition, na semana que vem, aqui em SP.

Apesar do hype (ô palavrinha do cão) em cima do N8, este Zumo acredita que o aparelho possa dar um respiro nos smartphones da Nokia – menos pelo sistema operacional, mais pelos recursos de hardware oferecidos (câmera incrível, tela grande, saída HDMI). De qualquer modo, aguardamos ansiosamente pelo anúncio oficial do N9, o primeiro smartphone com Meego prometido para o final deste ano.

>>>veja nosso hands-on com o Nokia N8

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos