ZTOP+ZUMO

Nokia + Microsoft versus o mundo

(comentário básico: tem um grande “NO” nessa foto, não?)

O previsto aconteceu. Nokia anunciou agora cedo uma parceria estratégica com a Microsoft para usar o Windows Phone 7 em seus aparelhos. Symbian e MeeGo, aparentemente, continuam a existir, mas a principal plataforma – ou “terceiro ecossistema”, como a Nokia definiu – será o Windows Phone 7 (primário, mas não exclusivo).

Para a Microsoft, grande vitória. O Windows Phone 7, felizmente, não é o Windows Mobile (cruzcredo), e para a companhia de Steve Ballmer, seu sistema operacional conseguiu o apoio do maior fabricante de celulares do mundo. E o mercado de PCs, comprovado no último trimestre do ano passado, já é menor que o de smartphones (dados do IDC: 100,9 mi de smartphones versus 92,1 mi de PCs). Ponto.

Para a Nokia, não sei.

Vai ser bom para entrar no mercado americano de maneira decente, não sei como o resto do mundo pode reagir (e o Windows Phone 7, ainda bebê, não tem ainda a boa fama que merece entre o público). A Nokia faz grande hardware, é fato. Não vai perder esse conhecimento, e talvez tenhamos o melhor Windows Phone que possa existir. Mas tem que ser rápido. Uma boa notícia é que o serviço de Mapas da Nokia será integrado ao Bing. E, claro, tem sempre a teoria da conspiração (sempre válida nesses casos) de que a Microsoft pagou para entrar na Nokia. Nokia + Android significaria o fim da plataforma Windows Phone de vez.

Além da parceria com a Microsoft, a Nokia também anunciou uma nova estrutura corporativa, dividida em duas grandes áreas de negócios: “Smart Devices” (com foco nos aparelhos high-end, incluindo Windows Phone,  Symbian e MeeGo) e “Mobile Phones”, voltada aos low-end para levar “a web ao próximo bilhão de pessoas” (e que, de certa forma, mantém a viva a chama da Nokia de ser uma empresa de internet e serviços).

Para os desenvolvedores, a notícia ainda é dúbia. Symbian e MeeGo tinham todo o compromisso open source possível, e acredito que muita gente vá migrar para Android ou iOS. Não sei o tamanho da comunidade de developers Windows Mobile, que, por sinal, não usa Qt (mega aposta dos últimos meses da Nokia) para criar apps.

O comentário geral que senti das pessoas que sigo é que “meu pai morreu”. Consigo entender isso muito bem (para quem acompanha a empresa faz tempo como eu, isso mostra que muito, mas muito do que fizeram nos últimos anos parece que está sendo jogado fora).

O comunicado oficial diz que “sob a nova estratégia, MeeGo se torna um projeto open-source de sistema operacional móvel. Vai se colocar na exploração a longo prazo das futuras gerações de aparelhos, plataformas e experiências de usuário. Nokia ainda planeja lançar um produto MeeGo ainda este ano”.

Nagano comenta: Passado o chilique inicial e pensando um pouco com o lado esquerdo do cérebro, começo a achar que a Microsoft é de fato a melhor noiva de conveniência que a Nokia poderia arrumar nesse exato momento — principalmente com sua plataforma de petróleo pegando fogo. Se a Nokia ainda tem a liderança do mercado (mesmo que meio corroída) e vive a procura de uma nova plataforma que consiga bater de frente seus “novos” concorrentes, a MS tem um novo SO que todo mundo diz que é bom (mas que aparentemente ninguém está dando muita bola) e que conta com todo o suporte de um dos maiores ecossistemas de PC do planeta.
Agora das duas uma: ou eles  juntam forças para estourar a boca do balão ou afundam de vez. E nesse último caso (bato na madeira),o quebra pau vai ser mais feio que briga de casal em separação litigiosa.
Resta saber como vai ficar a situação da ex-prometida (Intel/Meego) e do filho fora do relacionamento (Maemo).

Vou seguir o webcast agora e atualizo aos poucos este post.

8h06 = Stephen Elop no palco. “O jogo mudou. De uma batalha de aparelhos para uma guerra de ecossistemas”. (mmm, a carta era real!)

“Nossa parceria vai criar um ecossistema mundial, que vai além do que já existe”. O ecossistema vai incluir fabricantes de chips, operadoras, desenvolvedores etc.

8h08 = Microsoft traz a grande plataforma e o que o consumidor quer – Bing, Office Xbox Live… Nokia = hardware, Microsoft = software. Roadmap inclui todas as geografias. Windows Phone deixa de ser algo quase exclusivo dos EUA para todo o mundo, ganha ESCALA.

8h12 – Steve Ballmer no palco. “é uma honra e um privilégio estar aqui hoje”. Lembra que Windows Phones estão no mercado há apenas 4 meses, e que o sistema foi anunciado há um ano, no Mobile World Congress (na mesma época do MeeGo, por sinal). E comenta que está “excited” com a escala que seu sistema vai alcançar.

8h17 – Ballmer espera desenvolvimento muito rápido do ecossistema. Serão muitos passos, individuais e juntos, das duas empresas. O roadmap será compartilhado para a “evolução do telefone móvel”. “O mundo da tecnologia é divertido. Move a economia do mundo, mas também a inovação para os consumidores ao redor do mundo”.

8h19 – Photo-op, acabou. Ballmer e Elop vão responder perguntas agora.

Primeiro aparelho? “Vamos ser rápidos”, diz Elop, sem dar um prazo. Ballmer: “engenheiros já trabalham juntos para tornar isso possível”.

Exclusivo? Ballmer diz que não. Parceria com outros fabricantes continua a existir.

Symbian? “Existe uma transição a caminho para WP7”. Meego? “Vai sair este ano. É uma oportunidade para aprender com experiência de usuário, a equipe vai pensar no futuro dos aparelhos e experiência do usuário. Queremos descobrir quando será a próxima disruptura no mercado”, diz Elop.

Pergunta incrível de jornalista finlandesa: e o que acontece com a Finlândia? “Nokia sempre vai ser uma companhia finlandesa. É nossa casa. E mais do que qualquer coisa, o melhor que a Nokia pode fazer pela Finlândia é garantir seu futuro”. Na entrelinha, Elop diz que subsidiárias de todo o mundo terão cortes (a do Brasil já começou na semana passada, por sinal).

Elop diz ainda que é preciso ter uma força incrível para vencer Apple e Android. Está falando com operadoras de todo o mundo, que “dizem que entendem, gostam e vão apoiar, pois precisam de uma alternativa. Agora é uma corrida de três cavalos”.

Tablets? “Podemos usar algo da Microsoft, mas não temos nada a anunciar agora. Poderemos ter outras alternativas, mas nada para o momento”, diz Elop. Apple e Android já ganharam esse mercado.

8h45  – fim das perguntas. Agora o negócio é esperar o que – e principalmente QUANDO – vem esse Nokia Windows Phone. Se for daqui a seis meses, o terceiro cavalo vai acabar em terceiro. No próximo domingo, a Nokia faz uma coletiva de imprensa pré-Mobile World Congress, em Barcelona. A conferir – e esperar.

++++

Dois slides da apresentação para o mercado financeiro pós-coletiva de Elop/Ballmer chamam a atenção a longo prazo – ambos para “propósitos ilustrativos apenas, não é uma previsão”:

Tirando o MeeGo, não vejo Symbian aí, certo?

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Edy 11/02/2011, 07:40

    Acho que a Nokia deu um tiro no pé, ou pior, na própria cabeça. Muita gente – agora exceto eu- vai continuar comprando Nokia sem nem saber o que tem dentro e a longo prazo a MS ganha e a Nokia perde, bem feito. Por pior que sejam Symbian, meego e maemo são muito melhores que Windows Phone 7.

    • Guilherme TW 11/02/2011, 13:12

      Nunca usei um WinPho 7 então não posso falar sobre o que é melhor ou pior. Mas não gostei da notícia também.

  • Renato 11/02/2011, 08:21

    A resposta é simples, todos os fabricantes que vão usar Android irão ganhar apenas nos aparelhos, ao passo que a Nokia com certeza terá uma participação na loja de aplicativos, que tende a ser o grande filão desse novo mercado.
    Se a Nokia se junta-se a Google, iria se tornar apenas um fabricante de hardware, agora com uma plataforma grande ganha em escala, acredito nessa parceria, a Microsoft já tentou lançar seu próprio aparelho e foi um fracasso.
    Os rumores de novos modelos de Iphones (miniIphone), deve vir a realidade para combater esse "novo" concorrente.

  • Ismael 11/02/2011, 08:35

    A nokia virando uma empresa alavancadora de MS.

    Gostava tanto da Nokia. Pois bem, que a QT se salve, no mais, que afunde o resto, se possível levando a MS junto.

    • Guilherme TW 11/02/2011, 13:14

      Também me preocupo com o futuro do QT, uma linguagem excelente. Não sei não, esse CEO ex-microsoft não seria mais um homem de terno que ainca acha que o modelo open-source nunca vai ser relevante ? Se for isso, como ele explicaria o fenômeno Android ?

  • Carlos 11/02/2011, 09:00

    E duro odiar por odiar, pessoas que nem usaram os produtos já rechaçam assim de cara, se alguém me provar por A+B que realmente vale a pena gastar o valor de um Iphone, por ser realmente um aparelho que agrega todos esse valor…. Sem ser so pra mostrar pro outros que tem Iphone.

    • nerdsabetudo 11/02/2011, 15:28

      não acredito que o windows phone 7 seja muito melhor que o windows mobile 6 que tive e que foi o pior sistema para smartphones que ja usei. Eu não quero WP7. Trocarei meu symbian S60 por um Android.

      • henriquem 11/02/2011, 15:32

        nerdsabetudo mas nao sabe que windows phone nao é windows mobile… tsc tsc tsc.

  • flavioalsoares 11/02/2011, 09:27

    A Nokia já era, vejo a mais nova Palm aparecendo…
    Dou mais 5 anos para a Nokia fechar e/ou ser absorvida por alguém aí, exatamente como ocorreu com a Palm.
    Felizmente o 5530 (que eu estou louco para tacar na parede) é meu último aparelho que eu compro da Nokia.

  • tiago_stos 11/02/2011, 10:06

    Complicado dizer alguma coisa agora. Como dito no post, ou as duas se salvam, ou as duas afundam de vez. Pra Microsoft, se o Windows Phone afundar, só vai ser um mercado perdido, mas não seria nenhuma tragédia. Já a Nokia, se a parceria não der certo, poderá ter o mesmo destino da Palm… Eu teria apostado mesmo no Meego. Deveriam ter lançado uma reestilização do N8 com o Meego, mesmo que não tivesse totalmente pronto, para sentir o mercado.

    Acho q no final o grande problema da Nokia é fazer promessas e não cumprir. Primeiro foi com a nova versão do Symbiam, que gerou uma expectativa que não foi atendida. Agora com o Meego, que sempre prometem lançar, porém sempre adiam o lançamento. Não duvido nada que a Nokia demore para lançar algo com windows Phone também, e fruste novamente as expectativas.

    • mnagano 11/02/2011, 11:50

      Mas eu acho que ai é q mora o perigo… Já que nesses últimos tempos a disputa pelo melhor SO do mercado já se estapeavam o iOS, Android e Symbian seguidos de longe pelo WM7, Maemo, Meego, WebOS, aquele SO da Samsung e aqueles outros que os chineses usam em seus HiPhones e similares.

      Às vezes penso se essa briga não começa a parecer um pouco com a guerra dos consoles onde é sabido que o mercado não consegue conviver como mais do que duas plataformas de videogame.

      E se assim for, quantas plataformas de smartphones nosso mercado conseguirá assimilar?

      • tiago_stos 11/02/2011, 12:14

        Vendo por esse ponto, realmente é complicado essa escolha da Nokia. Se o mercado conseguir assimilar uma terceira plataforma, ótimo, se não conseguir, acontece o que comentei acima… Nesse casso também não adiantaria nada a Nokia investir no Meego. E se realmente "só pode haver 2", então a Nokia deveria ter mesmo optado pelo Android.

        Vendo pelo dado dos desenvolvedores de apps, realmente seria complicado desenvolver para várias plataformas, como o @marquinhos_fps comentou abaixo. E acho que será isso que definirá qual plataforma sobreviverá: o número de desenvolvedores que optarem por tal plataforma, e a quantidade de aplicativos de qualidade disponíveis para a plataforma.

        Off topic – falando em SOs chineses, tenho percebido que eles vem melhorando (ou é impressão minha?). Não mereceria um post a respeito desses SOs?

      • Rogerio0991 12/02/2011, 01:38

        E agora eu te pergunto: essa briga não parece mais com a guerra de SO's para pc? Vejo a apple com seu produto de nicho, com seu software em seu hardware; um Windows (android) onde todos os fabricantes instalam em seus produtos, independentemente do hardware, e o linux (outras plataformas) que são para intusiastas?

        Se continuar assim, eu não sei o que faço: pois não gosto do android, e não gosto do protecionismo da apple.
        Quero um smart Meego super fodástico… ou WP7

  • @marquinhos_fps 11/02/2011, 11:13

    Caraca meu, ai desenvolvedores tem que adivinhar qual o melhor SO para fazer seus apps. Fora o fato de ter que estudar as APIS de todos!! kkkkkkkkk

  • Orfão Do Maemo 5 11/02/2011, 13:09

    O melhor sistema para celulares (na minha opinião) é o Maemo 5, quem tem um já pode usar um n900 viu como ele é maravilhoso. Se já faz aquilo tudo no hardware do n900 imagine o que faria nesses novos aparelhos com processador dual core, etc, etc, etc.
    Com poucos ajustes ficaria perfeito em qualquer aparelho, inclusive tablets. Uma pena a nokia ter tido tanta mudança de opinião e ideia. Primeiro se juntou a intel pra criar o Meego, agora se junta a MS pra colocar o pesado windows 7 nos seus aparelhos.
    O maemo 5 com sua leveza, multi tarefa, facilidade de programação, iria voar nesses aparelhos mais novos. Daria pra rodar o debian como se fazer tudo que se faz num desktop.
    Falou um orfão do Maeemo 5.

    • Rogerio0991 12/02/2011, 01:40

      Pena que o n900 tenha tela resistiva, pois eu estava muito afim de comprar 1.
      Alguém sabe como instalar uma tela capacitiva nele?

  • dflopes 11/02/2011, 14:04

    Putz, só foi eu não acessar o zumo pela manhã que o mundo caiu…

    E tem um emoticon para queixo caido???
    😀
    o.0
    *o*

    Considerando que o hardware da nokia sempre foi matador (vide n900, n9, n95, e todos os nokias dubphones que duram até hoje na mão de nossos tios, pais e avós), aliado a um bom soft (PQ ESQUECERAM DO MAEMO??? PQ???), espero que sejam saiam bons aparelhos.

    Mas hoje, depois dessa noticia, quero um n8 com wm7,
    e uma ROM que permita instalar WM7 no N900 – aí vc teria a possiblidade de instalar Maemo5, Meego, WM7, Android, Ubuntu, Debian e Backtrack num único aparelho.

  • Rogermusic 11/02/2011, 14:09

    Os caras vão se focar no lance do Eco-sistema… vc poder abrir, editar um documento do Office no seu smartphone, falar no messenger, sincronia de dados entre PC e seu telefone… aplicativos mil… acho que este é o caminho alpem do SO voltado à experiência do usuário.

    Olha, acho que dá jogo, se fizerem tudo direitinho e lançarem logo este aparelho.

  • phormigon 12/02/2011, 07:11

    Pois é… temos que esperar pra ver.

    O que sei é que meu N900 está cada dia mais virando artigo de colecionador! Já brinquei em tudo quanto é maravilha de sistema e, pra quem gosta de fuçar nas "entranhas" do aparelho, o Maemo 5 foi o melhor S.O. que já vi.
    Pra quem já usa o GNU/Linus então, o velho e conhecido terminal nos dá acesso à "Matrix", ehheeh..
    Mas espero que dê certo e que o WF7 faça bem feito! Vamos ver o que vem por aí.
    Pena que com isso o Maemo seja o único realmente maleável (Android não é tão "livre" assim). Já estava meio com o pé atrás com o MeeGo, que sairia do forno não tão aberto quanto o Maemo. Agora com o Windows na jogada, já viu!!!
    Façam suas apostas!!!

    De resto, bora cuidar bem do meu N900, que pelo visto vai continuar comigo por muito tempo…

    • phormigon 12/02/2011, 23:18

      Opa, errata:
      GNU/Linux, e não "GNU/Linus"
      Troca de tecla, ehehe… 😛

  • Ismael 12/02/2011, 13:04

    Descontraindo um pouco…

    Um comentário legal que vi em algum twit perdido …

    "P.. Elop, li seu memorando sobre as plataformas, mas eu pensei que a idéia era saltar na água e não no fogo"

    😀

  • cdsmaker 15/02/2011, 21:50

    Isso cheira a museu

  • @douglas_belmont 24/02/2011, 01:53

    A Nokia deveria abrir os olhos e desenvolver junto com a Intel um processador específico para portáteis (de respeito) e instalar de uma vez por todas uma distribuição Linux Ubuntu ou Mandriva. Acho que não precisa falar mais nada