ZTOP+ZUMO

Nokia Lumia 520: o Windows Phone barato

Menos de uma semana depois de afirmar que tinha interesse em brigar pelo mercado de smartphones baratos, a fabricante finlandesa anunciou hoje no Mobile World Congress o modelo Lumia 520, que se encaixa exatamente nesse contexto.

O aparelho, desbloqueado, será vendido pelo preço sugerido de 139 euros/183 dólares. É o primeiro aparelho da Nokia com o sistema operacional Windows Phone 8, da Microsoft, com configurações mais básicas e valor abaixo do Lumia 620, o atual WP8 de entrada, mas que custa em média 250 euros no exterior/R$ 899 no Brasil.

1200-nokia-lumia-520-color-range-2

O Lumia 520 tem, em suas configurações um processador Qualcomm Snapdragon de 1 GHz, 512 MB de RAM, 8 GB de armazenamento interno expansível com cartões microSD e câmera digital de 5 megapixels com foco automático e apps de imagem (Cinemagraph, Light Panorama, Light Smartshoot) comuns com aparelhos topo de linha da família Lumia (como o 920). Será vendido em cinco cores e, segundo a Nokia, começa a ser vendido ainda neste trimestre na Ásia (Hong Kong e Vietnã) e, a partir do segundo trimestre, chega à Europa, resto da Ásia, América Latina e África.

E entrar na faixa sub-150 euros significa, para a Nokia, fazer com que sua linha de smartphones premium (Lumia) comece a brigar em vendas com a linha de smartphones básicos/featurephones (Asha). Como eles vão resolver isso, é outra questão interna da companhia. “Temos que levar o Lumia para novas faixas de preço e para mais pessoas”, afirmou Marko Ahtisaari, designer-chefe da Nokia, na coletiva de imprensa nesta manhã.

1200-nokia-lumia-520-yellow-back

Além do Lumia 520, a Nokia também anunciou o novo modelo Lumia 720, mais um para a linha intermediária da fabricante, e os aparelhos básicos Nokia 105 e Nokia 301. Agora, segundo Ahtisaari, todos os aparelhos da Nokia vão seguir uma linha unificada de design, dos mais básicos (105) aos avançados Lumia.

lumia 720

O Nokia Lumia 720, nos termos de Ahtisaari, é um aparelho “para mercados sem 4G/LTE”. Com preço sugerido de 249 euros, vem com uma câmera com lentes Carl Zeiss luminosa (f/1.9) e será vendido na Ásia, África e alguns mercados da Europa a partir deste trimestre.

No final da coletiva, Stephen Elop, CEO da Nokia, disse ainda que a companhia finlandesa agora vai se tornar mais incisiva em seus produtos, principalmente na plataforma Here (antigo Nokia Mapas): o serviço estará disponível a outros aparelhos com Windows Phone de outros fabricantes e o Here será o mapa usado no vindouro Firefox OS, a ser lançado por marcas como ZTE, Alcatel One e LG este ano.

Mais tarde vejo o Lumia 520 e o 720 de perto e posto as primeiras impressões.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin