ZTOP+ZUMO

Números enormes: Nokia Lumia 1020

Pouco mais de um ano atrás, o Nokia 808 Pureview deixou meio mundo fotográfico de queixo caído ao vir com uma resolução monstro de 41 megapixels. O aparelho só tinha um problema: usava a última versão do Symbian, sistema operacional que fora abandonado pela fabricante finlandesa em favor do Windows Phone (tanto que foi o derradeiro dos Symbian dentro da Nokia).

No final do ano, o Lumia 920 foi o primeiro a adotar a tecnologia Pureview no sistema da Microsoft, mas de forma limitada: apenas 8 megapixels (e com qualidade incrível para um smartphone). Hoje, em Nova York, a Nokia diz que “reinventou o zoom”, ignorou a existência do 808 (não vi menções em lugar algum) e anunciou o Nokia Lumia 1020. Com 41 megapixels na câmera.

Boa notícia: ele chega ao Brasil até o final do ano. Nada de preço ainda.

nokia_lumia_1020_duo

Na parte “smartphone”, nada de muito diferente do que já vimos nos Lumia 920 ou Lumia 925: tela grande de 4,5″ AMOLED (1280 x 768) com tecnologia Clear Black (ótima pra ver à luz do sol), processador Qualcomm Snapdragon S4 Dual-Core de 1,5 GHz, compatibilidade com redes 4G, 2 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno. Seu design me lembra bastante o 925, mas com um calombo na parte traseira para a lente. nokia_lumia_1020_front

E a câmera é mesmo o diferencial. Além da resolução monstro de até 7712 x 5360 pixels (o Lumia salva fotos em Pureview e resolução menor, pelo que entendi, para compartilhar em redes sociais), tem um conjunto óptico de seis (!) lentes Carl Zeiss e usa um novo app para controlar a câmera: o Nokia Pro Cam.

Desta vez, a Nokia liberou no dia do anúncio algumas imagens de amostra tiradas com o Lumia 1020 (mais aqui):

Em visão geral (babei no fundo desfocado):

bokeh-640

 E um recorte a 100%:bokeh-100

Em visão geral:

nokia-lumia-1020-pro-highres-4-640

E o detalhe a 100%:nokia-lumia-1020-pro-highres-4-100

E uma visão mais geral:

large-sensor-city-view-640

Alô, táxi?

large-sensor-city-view-100

Já digo isso desde o anúncio do 808, e acredito que a tecnologia Pureview é um baita diferencial para a Nokia. Uso o 920 no dia-a-dia como aparelho principal (sim, eu adoro Windows Phone, não suporto muito o Windows 8) e tiro fotos incríveis. E agora em um mundo com concorrentes fundindo câmeras com Android (Nikon, Samsung), a capacidade (e menor tamanho) do que a Nokia consegue entregar é um belo salto à frente.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin