Nokia 700: Symbian Belle e o smartphone que encolheu

N

Poucos dias depois de liberar a versão Anna para seus smartphones, a Nokia anunciou hoje mais três linhas de aparelhos: 600, 700 e 701, já movidos pela segunda grande atualização (e antepenúltima versão) do Symbian, de nome Belle.

Falando em Belle, a Nokia fez um vídeo para apresentar os novos recursos (ooh… notificações!).

A Nokia diz que o 700 é seu menor smartphone até hoje (110 x 50.7 x 9.7mm, pesa 96 gramas). É um aparelho com 3G (HSUPA), pentabanda, com Wi-Fi, processador de 1 GHz, GPS, NFC, Bluetooth e rádio FM, câmera de 5 megapixels e 2 GB de memória interna. A tela, de 3,2 polegadas, usa a tal tecnologia ClearBlack Amoled (a mesma do E7).

O 700 será vendido ainda este trimestre pelo preço sugerido (e estimado) de 270 euros, segundo a Nokia.

Já o Nokia 701 é bem parecido com o 700 (Symbian Belle, processador de 1 GHz, 3G, Wi-Fi, Bluetooth, NFC, GPS, rádio FM), com uma tela de 3,5 polegadas Clear Black com painel IPS e Gorilla Glass – dizem os finlandeses que é o celular com a tela mais brilhante até hoje (iih, chamou o LG Optimus Black pra briga).

A câmera do 701 é mais poderosa – 8 megapixels com flash LED duplo – e o aparelho vem com 8 GB de armazenamento interno e um novo co-processador gráfico (ooh!) “que promete quatro vezes mais que os Symbian antigos”. Preço sugerido? 290 euros, também neste trimestre.

Finalmente, o Nokia 600: é o mais barato da família Belle (preço sugerido: 180 euros) e, se for vendido por aqui, vai ser aparelho de “DJ de ônibus” com um alto-falante interno+ transmissor FM para rádios + antena interna FM (não precisa de fones para funcionar o rádio).

Também tem NFC, Symbian Belle, processador de 1 GHz, câmera de 5 megapixels, tela de 3,2″, 3G, Wi-Fi, GPS e Bluetooth, com 2 GB de armazenamento interno. E sai no terceiro trimestre.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos