ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

NetMovies Live: set-top box para streaming para a TV a caminho

netmovies_sopa

A NetMovies entrou na briga pela distribuição de filmes online com uma estratégia BEM diferente da Saraiva.com, sua única concorrente por enquanto: em vez de downloads, streaming para o povo. E ver filminho no notebook está perto da extinção, já que a companhia quer lançar um set-top box para ligar direto ao televisor, sem precisar do PC por perto.

O serviço NetMovies Live (movido a Flash, com infra-estrutura de distribuição do streaming da Akamai) é só o primeiro passo no modo de entregar filmes sob demanda ao consumidor, de acordo com Daniel Topel, executivo-chefe da empresa. (e, sim, eles têm uma estratégia de negócios bastante parecida com a da norte-americana Netflix).

Até o final do ano, segundo Topel, a NetMovies quer lançar um set-top box para acessar seus filmes direto do televisor, sem precisar do computador. Ele acredita que deva custar uns “duzentos reais”, mas se tratando da realidade brasileira, tudo pode mudar. Essa caixa da NetMovies se conectaria à internet via cabo ou Wi-Fi e uma interface especial permite a navegação e escolha do título para ver.

Por enquanto, o principal problema do NetMovies Live é o catálogo: são 100 filmes “clássicos”, que vão de clássicos mesmo (Cidadão Kane, A Bela da Tarde) a “clássicos” da pancadaria nos anos 70 (Jackie Chan, Bruce Lee e por aí vai). Diz Topel que eles estão negociando com os distribuidores o aumento do catálogo – querem chegar a 2.500 títulos até o final do ano. Aí sim a coisa começa a valer a pena. E se tiver um set-top box decente, melhor ainda (alô fabricantes de TV, que tal integrar isso aos seus aparelhos top de linha?).

Os pontos positivos do Live são o fato de não ter download, não ter DRM para irritar e não precisar usar um cliente Windows-exclusivo para ver os filmes. Por ser baseado em Flash, o Live roda em qualquer navegador compatível. O mínimo de banda larga recomendado é de 700 kbps e a qualidade do filme se adapta de acordo com a conexão. Fiz um teste rápido aqui (com o Jackie Chan acima, por sinal). Topel fez ainda uma demo de conteúdo ainda não disponível em alta definição (com um filme de morcego que persegue coringas…) e funcionou direitinho também.

Ao avançar no filme, aparecem miniaturas das cenas seguintes (teoricamente, já que minha conexão está tímida com a chuva hoje em São Paulo):

netmovies_thumb

De qualquer modo, acredito que o NetMovies Live é um baita serviço promissor. Eu, particularmente, não acredito mais em mídia física e vejo Blu-rays e DVDs como algo temporário. O desafio para a NetMovies é manter tudo simples como é hoje.

Ah, sim, preços: assinantes pagos e não-pagos podem acessar o NetMovies Live por 15 dias. Depois, o serviço será oferecido como um adicional aos planos de assinatura de DVD e Blu-ray (menos os planos “Light”), com número de horas de acesso variando de acordo com o que foi contratado para mídias físicas (a empresa quer que tudo seja ilimitado na Live em um futuro breve). E um plano Live 10 será apenas para quem quiser acessar filmes por streaming (preço sugerido: R$ 15,60 por mês).

Uma demo rápida do NetMovies Live com Daniel Topel, CEO da empresa:

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Walter Mercado

    Qualidade que se adapta é uma boa, agora não sei se compensa tentar assistir a um filme com conexão com menos de 1-2mbps, nem com o melhor codec voodoo adobe+264 :p

  • Rodrigo

    “Eu, particularmente, não acredito mais em mídia física e vejo Blu-rays e DVDs como algo temporário”

    Eu acredito que a midia fisica ainda vai sobreviver por um bommmmm tempo e o pq? Simples, pelo fato de que atualmente apenas um nincho da população brasileira ter uma banda realmente larga, suficiente para esse tipo de serviço. Basta ver aqui no nordeste por exemplo, onde os preços são exorbitantes e apenas agora que chegou a NET com a opção do Virtua de 3 megas por 85 reais,porém esse serviço ainda não atende a toda cidade. Ai no sudeste, ai sim esse serviço tem tudo pra pegar já que ai é a bolha da banda largam, por isso entendo esse seu comentário citado no inicio do meu texto, ai a realidade da banda larga é outro e esses serviços de download ou streaming de video tem tudo pra pegar.

  • Elvis

    Muito legal,puta iniciativa.. de longe bem melhor que a da Saraiva!
    porém, ficar na mão de serviço de bandar larga hoje é fod…
    Mas para quem banda boa.. vale a pena mesmo !

  • “@rodrigo estou falando de dentro da bolha” ahahaah…

    essa foi boa.

    Mas falando sério, e quem vive de conexão via telégrafo com fio, como fica? Paano 150,00 por 1Mbps?

    E se é via flash, não rodaria em qualquer navegador? incluindo ligar um PC à TV? ou xbox/ps3?

    E um Blu-ray tem mais vida do que um DVD. Caso duvide, tente baixar uma “iso” (apenas para testes, obiviamente) de um filme 1080p e seus 32Gb!!!

    • @david sim, a demo foi feita em um Mac ligado à TV. e, sim, é flash, roda em qualquer navegador. alguém aí tem um Xbox ou PS3 sobrando pra testar?
      sobre os 32 GB da ISO em Blu-ray, bem, não dá. Falta espaço no meu HD!

  • Carlos

    É, vamos ver se eles conseguem mais filmes. 2500 filmes até o fim do ano.. se isso fosse fácil, já teriam entrado com um acervo interessante… acho q é um serviço que vai funcionar com clássicos e esquecidos apenas.. pode ser uma boa opção para esses filmes q ñ tem mais na locadora.. agora, quero ver um estúdio grande topar jogar o filme deles nisso aí! Mas tomara que dê certo! seria muito bom!

  • foda!
    eu vi isso no twitter deles e só consegui pensar nisso: FODA!

    (um dia quando a microsoft olhar para o Brasil e pensar “hey, por que não fazer a live BR junto com isso?” vai ser bom demais.)

  • Walter Mercado

    @dflopes

    Se eu não me engano, no mesmo tempo de vida do BluRay, o DVD tinha uma penetração (*ui*) maior – especialmente se desconsiderar o cavalo de tróia que é o PS3 :p.
    Além disso, nesse mesmo período do DVD (3 anos após o lançamento), as conexões eram bem piores – acho que eu usava discada ainda…

  • Paulo Jr

    perai que vou fazer um teste em HD com minha conexão Vivo 3G aqui no Pará onde na verdade não tem 3G e sim GPRS a 236Kbps com Down a 5kbps e posto pra vc’s como foi… hahahaha..

    Meu sonho de consumo uma internet banda larga de verdade… pois como ja foi falado, região Norte é carente de uma decente infraestrutura de banda larga… e isso vai demorar a mudar… digo pois morava no PR, portanto, dentro da bolha. rssrrs…

    abraços galera..

  • Luigi_l

    então…minha conexão eh de 1mb e funcionou animal!!

    Vi Adeus Meninos ontem, eles indicarão no twitter…mto bom. Recomendo!

    Ahhh e quando a gente arrasta a barra de play, dá pra selecionar a cena que queremos ver…e parece a área de trabalho do Mac. Bem legal!

  • Pingback: Novo serviço permite alugar filmes e ver pela internet » WBlogX()

  • João

    Testei aqui no trabalho e rodou redondinho (será que é porque estou no prédio sede da Embratel, de onde saem os links internacionais, hehe?).

    Quando chegar em casa testo numa conexão normal, inclusive no PS3.

    Abs

  • Carlos

    Testei aqui, não ficou legal.. conexão de 2 mega.. e ficou bem parecido com youtube.. Bom, enquanto é de graça ta valendo.. pagar pra isso já acho pedir demais… Muitos filmes da lista para assistir no LIVe não estão disponíveis.. ou seja, não tem nem 100 filmes, como divulgado.

  • João

    Testei aqui em casa, a qualidade realmente é meio xumbrega, mesmo com a conexão de 6mb. Travou um pouco no início, mas depois foi suave.

    Não roda no PS3, vc não consegue nem mesmo clicar no botão ASSISTIR a partir do console.

    Abs!

  • Pingback: (TECNOLOGIA RAPIDA) Novo serviço permite alugar filmes e ver pela internet | Bloguista Weric Lima.()

  • Pingback: NetMovies planeja vender set-top box | Entretenimento()

  • Elis Silva

    Eu uso aqui em casa, minha conexão é de 2 MB e rola numa boa, sou assinante da NetMovies e to curtindo bastante, toda semana eles colocam filmes novos no LIVE, vale a pena, afinal é de graça e não tem em nenhum outro lugar…

    ^^

  • Rosana

    Cuidado ao aceitar qualquer degustação desta NETMOVIES!!! Eu aceitei, mas não gostei pois os filmes que eu queria mesmo nunca estavam disponíveis, sempre com espera, além disso você precisa se programar e aguardar os dias de entrega/coleta na sua região, e embora a princípio tenha achado uma idéia fantástica, achei o sistema todo mais complicado e menos vantajoso do que ir até a locadora qdo quero ver um filme. Desta forma, optei por não permancer com o plano e devolví o último filme dentro do prazo de degustação, mas mesmo assim debitaram a mensalidade da minha conta!! Mandei vários e-mails reclamando e a NetMovies respondeu a todos afirmando que NÃO IRIA DEVOLVER a mensalidade pois devido a feriados+fim de semana e tal, ELES processaram a devolução depois do período promocional… Ou seja, começaram o serviço divulgando uma promoção e agindo de má fé, já que o cliente nada tem a ver com o processo operacional do fornecedor…Devolví dentro do prazo divulgado na promoção e tive que pagar mesmo assim. Não recomendo NETMOVIES pra ninguém!!

  • Pingback: NetMovies planeja vender set-top box | Brasil()

  • codeerror

    Não recomendo a NetMovies, eles não tem SAC, o número anunciado no site simplesmente não atende, fica tocando uma gravação por 58 segundos e a ligação cai.
    Não é raro dar problemas, e quando tenta resolver, não tem pra onde ligar, o sac por e-mail também não funciona, nenhum dos meus chamados foram respondidos, em semanas.
    Quando cancelei a assinatura, eles continuaram debitando o valor da minha conta, estou tentando receber meu dinheiro até agora, mas não consigo falar com ninguem! Quando ligo no setor de compra e falo meu problema eles falam que vão transferir para o cancelamento e desligam o telefone.

    Não assinem NetMovies!

  • Pingback: Netflix chega ao Brasil nas TVs LG Cinema 3D — ZTOP ZTOP()