Motorola One Vision e a era do smartphone comprido

M

A Motorola anunciou hoje em São Paulo o One Vision, seu novo modelo com Android One e promessa de ter a melhor câmera da marca. E é comprido!

O One Vision é o irmão mais novo do Motorola One, lançado ano passado e parte da nova família (ou franquia, como a empresa prefere dizer) com Android One. O aparelho tem duas atualizações de Android garantidas pela fabricante, graças à parceria com o Google. Como o One Vision vem com Android 9 “Pie”, será atualizado para os Androids “Q” e “R”.

A Motorola bate na tecla de que o One Vision é um aparelho que se encaixa na linha do “intermediário premium”, por conta das suas especificações técnicas (ficha completa abaixo) e, claro, da sua faixa de preço. Vai bater de frente com os Samsung Galaxy A50 e A80 e, se a Huawei não se mexer, com o P30 Lite (que é mais caro, por sinal).

E, apesar da parceria com o Google pelo “Android atualizável” (não mais “puro”), o One Vision segue com as interferências padrão da Motorola (como gestos, voz, tela etc.). Agora a novidade é um sistema de inteligência artificial que ajusta cenas automaticamente (como já vimos nos Samsung e Huawei mais avançados), além de um modo “Night Vision” que, pelas demos que vi no evento, pode dar trabalho pra todo mundo que vende sua câmera como super poderosa à noite. A conferir.

A tela tem uma proporção 21:9, que foge um pouco do padrão das telas atuais (o Sony 1 seria assim se fosse vendido no Brasil) e o deixa mais “magro” (na largura) e alto. Vai ter consumidor reclamando que a tela estreita “corta” seus stories do Instagram.

Algo muito interessante no design do produto é a adoção de uma câmera frontal no canto esquerdo da tela (porém maior que o adotado pela Samsung nos Galaxy S10), marcando o ponto que já batemos nesse ZTOP+ZUMO que o notch é algo passageiro nas telas.

Falando em Samsung, é interessante notar que o processador do One Vision é um Samsung Exynos 9609 (que tem um desempenho similar ao processador do Galaxy A50, que é um… Exynos 9610). Interessante observar que a Motorola não adotou uma plataforma Qualcomm para seu novo lançamento.

O One Vision já está à venda a partir de hoje, nas cores Azul Safira e Bronze, pelo preço sugerido de R$ 1.999.

[Motorola]

Motorola One Vision: Galeria de Fotos

Motorola One Vision: Ficha técnica

Sistema operacional Android™ 9.0 – Pie

Processador / Arquitetura
2.2 GHz Octa-core Exynos 9609

Memória (RAM) 4 GB
Armazenamento total: 128 GB
Armazenamento disponível (aproximado): 116 GB
Armazenamento removível que suporta cartão microSD de até 512 GB

Câmera Traseira
48 MP (Quad Pixel)¹ + 5 MP
Flash Dual-LED
Abertura f/1.7 – f/2.2

Captura de Vídeo
Vídeo em Ultra HD 4K, 30 fps

Câmera Frontal
25 MP (Quad Pixel)
Abertura f/2.0

Dimensões
Altura: 160.1 mm
Largura: 71.2 mm
Profundidade: 8.7 mm
Peso 181 g

Display
6.3″ FHD+ (1080×2520), 21:9

Bateria: 3500 mAh
Recarga TurboPower™ com até 7 horas de bateria em 15 minutos de carregamento

Conectividade: USB-C, entrada de fone de ouvido de 3.5 mm

NFC: Sim
Cartão SIM
Slot 1: Chip 1 / Slot 2: Chip 2 ou SD Card

Bluetooth® Versão 5.0

Serviços de localização: GPS, AGPS, GLONASS
Sensores: Acelerômetro, Bússola, Proximidade, Giroscópio, Luz ambiente, Impressão Digital e Magnetômetro

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

Disclaimer: o ZTOP+ZUMO tem links de afiliados com a Amazon e pode ser
remunerado caso você clique em links neste artigo e compre algo.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos