Preview: Motorola One Macro

P

O Motorola One Macro é o quarto aparelho da família One, que em 2019 oferece distintas câmeras: já tivemos o Vision (desempenho geral), o Action (câmera de ação) e o Zoom (com zoom óptico). Como o nome diz, sua especialidade são fotos tiradas muito de perto – até 2 centímetros do objeto.

O aparelho é um dos quatro lançamentos da Motorola hoje (24).

Motorola One Macro: Configurações

O novo smartphone da Motorola traz uma tela de 6,2″ HD+ (1520 x 720), 4 GB de RAM, 64 GB de armazenamento interno (expansível com cartões microSD de até 512 GB), mede 157,6 x 75,4 x 8,99 mm e pesa 186 gramas.

Seu processador é um MediaTek Helio P70 (octa-core, 2 GHz, com GPU Mali G72) – interessante ver mais um produto da Motorola com MediaTek (que nos últimos tempos andava restrita apenas à LG no mercado brasileiro). A bateria tem 4.000 mAH de capacidade e o One Macro vem com um carregador rápido de 10W na caixa.

E começa a ser vendido hoje pela Motorola pelo valor sugerido de R$ 1.399 (conforme adiantado duas semanas atrás pela minha newsletter Interfaces).

A tela traz um notch/entalhe/retalho/gota para a câmera frontal de 8 megapixels de resolução. O aparelho roda Android 9 (também não é Android One e tem garantia de uma versão de sistema operacional + 2 anos de patches de segurança do Google).

O acabamento traseiro é um dos mais bonitos que a Motorola já fez. Sou fã do One Zoom roxo, mas esse Azul Espacial do One Macro é lindo – segue a tendência dos smartphones com gradiente na parte traseira, indo de um quase preto no topo a um azul escuro metálico na base…

…mas que parece azul todo dependendo do ângulo de visualização.

Na traseira, um discreto “Motorola One” gravado

Os apps seguem o modo Motorola dos últimos anos: quase nada de terceiros, quase todos os apps do Google como padrão:

E com Android 9 e suporte a dual-SIM card.

Na frente, a câmera de 8 megapixels e o entalhe de gota no topo da tela.

E o restante do design do aparelho também segue os Motorola dos últimos anos: conector 3,5 mm para fone de ouvido no topo…

… botão liga-desliga e controle de volume na lateral direita (e gaveta para SIM cards + microSD na lateral esquerda, não mostrada aqui)…

…e embaixo alto-falante e o conector USB-C.

Motorola One Macro: as câmeras traseiras

A câmera do Motorola One Macro traz três sensores:

• Principal de 13 megapixelsP (f/2.0, 1.12 μm), PDAF (phase detection autofocus)
• Profundidade de 2 megapixels (f/2.2, 1.75 μm)
• Macro dedicada de 2 megapixels (f/2.2, 1.75μm)
• e foco a laser

Diz a Motorola que o One Macro permite fotografar 5x mais perto que o normal, “revelando detalhes na sua foto que não são visíveis a olho nu. Ao se aproximar do objeto, o software de inteligência artificial sugere automaticamente o uso da câmera macro para que você tenha as melhores fotos em curtas distâncias.” E que dá para fotografar a dois centímetros de distância do objeto.

E é aí que implico com o One Macro: não é suficiente. Tudo bem, é um aparelho intermediário, com configurações não muito avançadas. Mas uma câmera macro de 2 megapixels, na prática, é ter uma webcam que tira algumas fotos boas, como vi ao fotografar algumas coisas em macro.

De 90+ fotos (saí clicando tudo que achava interessante em casa), selecionei apenas 18 imagens: ao editá-las, percebi que:

  1. cenas em que o objeto a ser fotografado no modo macro está plano ou não tem nada (ou quase nada) ao fundo ficam boas E a iluminação é direta e solar, como a galeria a seguir mostra. As fotos de flor amarela ficaram boas no macro, porém o fundo (tijolos alaranjados/acizentados) ficou azulado. Argh.

2. cenas que o objeto a ser fotografado no modo macro tem algo ao fundo (exceção feita ao elefante verde acima) tendem:

  • perder o foco
  • distorcer cores
  • ficar com muitos artefatos na imagem por causa de compressão ruim
  • deixar com cores de webcam 1999
  • vazar luz no sensor
  • ficarem muito pequenas para uso além de uma rede social
  • e nem tente fotografar gatos com a janela do quarto fechada durante o dia – vai ficar esquisito.

Como nas fotos a seguir. Clique para ampliar:

A Motorola costuma dizer que os aparelhos da linha One não são geracionais – não tem a promessa de um Vision 2 ou Zoom 2 ano que vem (Vision e Zoom são os melhores da família).

O Macro entra na minha lista de recomendações “melhor comprar um Moto G8 Plus” que é só um pouquinho mais caro e tem o melhor do One Vision e One Action em um smartphone lindo e com especificações bem melhores.

A não ser, claro, que um smartphone com lente macro seja mais que necessário na sua vida e você não tenha dinheiro para comprar um Huawei P30 Pro (que tem um modo macro escondido excelente, em tamanhos razoáveis de imagem).

[Motorola compre na Amazon]

Aviso: o ZTOP+ZUMO tem links de afiliados com a Amazon e pode ser 
remunerado caso você clique em links neste artigo e compre algo.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin é o fundador do ZTOP+ZUMO e da newsletter de tecnologia Interfaces. Já escreveu na PC World, PC Magazine, O Estado de São Paulo, Folha de S. Paulo e criou o ZTOP+ZUMO em 2007, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC.

Disclaimer: o ZTOP+ZUMO tem links de afiliados com a Amazon e pode ser
remunerado caso você clique em links neste artigo e compre algo.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos