Motorola: enxurrada de Androids com Milestone 2, Spice e Defy

M

Smartphones com Android são que nem coelho, e se reproduzem rápido demais. A Motorola mostrou hoje seus novos três aparelhos com o sistema operacional do Google: nosso velho conhecido Milestone 2 (que vimos falando alemão na IFA 2010) e os novatos Spice e Defy.

O Milestone 2 continua no topo da cadeia alimentar dos smartphones da Motorola: Android 2.2 (é o primeiro, já que a Samsung não atualizou ainda o Galaxy S) processador de 1 GHz, fotos em 5 megapixels, vídeos a 720p e mudanças sutis no design (acabamento lateral, tamanho dos botões na tela principal e removeram aquele trackpad do Milestone original para dar mais espaço às teclas). O tal MotoBlur continua a existir, e o bacana é que O Milestone 2 chega às lojas em novembro com preço sugerido de R$ 1.699.

Meu favorito entre os lançamentos, porém, não foi o Milestone 2: foi o novo Defy (onde inventam esses nomes?). É um Milestone reduzido, com Android 2.1, sem teclado, tela de 3,7 polegadas Gorila Glass (um favorito da casa) e acabamento todo emborrachado, com proteção contra queda/poeira.

Não é um tanque de guerra, mas pela proteção extra é bem leve e bonito para o estilo de produto – faltava um candybar touchscreen puro no portfólio da Motorola com design-sabão-iPhone básico (eu acho o Quench bastante sem graça), e ainda tem Swype instalado (e câmera de 5 megapixels). Chega no fim do mês, pelo preço sugerido de R$ 1.499.

Fato curioso: tanto Milestone 2 quanto Defy são os primeiros aparelhos da Motorola com DLNA. Não que isso mude minha vida, mas pode mudar de alguém que quer fazer notebook-celular-TV conversarem e trocarem conteúdo.

Finalmente, o Motorola Spice, com teclado QWERTY deslizante estilão Palm Pre. Tem a mesma resolução de tela do FlipOut, o que não é lá uma boa notícia (320 x 240 pixels). Mas teve seu software todo desenvolvido no Brasil para o lançamento mundial (baseado no Android 2.1). Terá uma versão em preto e outra em branco (com capinhas traseiras em branco e rosa) e será vendido pelo preço sugerido de R$ 799, sem subsídios. O Spice é, finalmente, o aparelho mid-range da Motorola, já que os seus Androids mais baratos (FlipOut, mais notadamente) até então tinham foco no público jovem.

Um monte de fotos dos novos Androids da Motorola:

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos