ZTOP+ZUMO

Motokey, Charm, MotoTV: Motorola vai (de novo) ao mundo pop

A Motorola mostrou ontem à noite três novos produtos do seu portfólio mais básico para 2010. De olho no mercado jovem, a fabricante norte-americana traz o MB502 (“Charm”), um Android 2.1 muito parecido com o FlipOut. Além disso, chegam o MotoTV (primeiro celular com TV digital 1-seg) e o Motokey (com dois SIM cards) – ambos com sistema operacional proprietário.

Antes de falar dos produtos, duas coisas:

1) Todos os executivos da Motorola fizeram questão de frisar que a companhia decidiu reavaliar o lançamento do upgrade para Android 2.2 do Milestone (entenda a bagunça lá no Giz) – ou seja, tem tudo para dar certo e liberarem essa atualização.

Pelo que entendi, um dos motivos iniciais para o não-upgrade para o 2.2 seria a baixa adesão – menos de 10% – da atualização do Android 2.0 original do Milestone para o 2.1, lançada neste ano. É a prova de que meia dúzia de funções a mais só torna o aparelho melhor para heavy users (que sabem fazer barulho e reclamar online), não pro consumidor médio que dá seus primeiros passos no Android. De qualquer modo, a Motorola diz que ouve o consumidor e quer ser transparente o tempo todo.

Pequeno comentário pós-publicação deste post: Não acho ruim a reclamação do povo em relação à posição inicial da Motorola. A fabricante deve cuidar bem de um consumidor top (que pagou caro por um aparelho topo de linha) sim. O que questiono é o fato de valer a pena investir recursos num upgrade genérico para meia dúzia de compradores. E, como todos sabemos, existem alternativas fora do mundo dos fabricantes pra chegar ao 2.2, certo?

2) O Milestone 2 (versão GSM do Droid 2) está a caminho, com lançamento “para breve”, segundo a Motorola. A conferir.

De volta à realidade: O Motorola MB502 (conhecido como “Charm” nos EUA e resto da América Latina) é a versão candybar do FlipOut: mesma tela sensível ao toque de 2,8″, teclado QWERTY, câmera de 3 megapixels, Android 2.1 e, o mais bacana, um touchpad na parte traseira como o do Backflip. Vai ser vendido pelo preço sugerido (desbloqueado) de R$ 899.

No modo “povão”, a Motorola é mais um fabricante a entrar no jogo da TV digital (ainda que atrasada por causa da Copa do Mundo de junho/julho) e nos telefones com dois SIM cards. É um passo importante para tornar esse mercado (principalmente o de ‘dois chips’) mais formal e com garantia, assistência técnica (algo que os MPX da vida não têm, claro).

O Motokey EX115 é o “dois chips” da Motorola:  seu design lembra o antigo MotoQ – teclado QWERTY, integração com redes sociais, sistema proprietário , tela de 2,3 polegadas, saída para fones 3,5 mm, rádio FM com RDS, câmera de 3 megapixels, porta microUSB e “configuração fácil de e-mails”. Chega até o final de setembro pelo preço sugerido de R$ 599 (existe ainda uma versão EX112, com um SIM card apenas).

Já o MotoTV é um aparelho touchscreen com tela resistiva de 3,2″ (resolução de 640 x 480 para TV 1-seg) e função de replay que reproduz até 60 segundos exibidos na TV. Vem com cartão microSD de 2 GB, câmera também de 3 megapixels, Bluetooth, FM com RDS e um aplicativo para editar fotos e vídeos. Começa a ser vendido até o fim deste mês – e a Motorola não falou o preço dele ainda. Estou com um MotoTV para testes e mais tarde subo um hands-on com ele.

Galeria de fotos:

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Renato 26/08/2010, 10:01

    A pergunta é: será que a Motorola vai dar suporte desse NOVÍSSIMO CHARM para o 2.2? Não entendo a razão de lançar um telefone novo com firware antigo.
    Espero que a Motorola se ligue na besteira que fez ao anunciar que não irá atualizar o MIlestone para o esperado Froyo (2.2) – Sem esse comprometimento eles conseguem apenas que as pessoas usadas como "consultores informais de tecnologia" passem a falar mal dos seus produtos.

  • Marcelo Borgues 26/08/2010, 10:15

    Mas não esperem atualização, pois com certeza não haverá, ao invés disso somente um bla bla bla e muita raiva por parte do consumidor….

    NÃO COMPREM MOTOROLA COMO EU

  • Nom4d3 26/08/2010, 10:19

    "Pelo que entendi, um dos motivos iniciais para o não-upgrade para o 2.2 seria a baixa adesão – menos de 10% – da atualização do Android 2.0 original do Milestone para o 2.1, lançada neste ano. É a prova de que meia dúzia de funções a mais só torna o aparelho melhor para heavy users (que sabem fazer barulho e reclamar online), não pro consumidor médio que dá seus primeiros passos no Android. De qualquer modo, a Motorola diz que ouve o consumidor e quer ser transparente o tempo todo."

    Esse gráfico prova que isso é uma tremenda mentira deslavada. Android 2.0 já morreu faz tempo!!!
    http://developer.android.com/resources/dashboard/

    • Rodrigo P. Ghedin 26/08/2010, 10:53

      Muito provavelmente o comentário dele é restrito à América Latina, já que em outros lugares do mundo o Milestone será atualizado… Logo, nesse contexto, o gráfico mostrado não se aplica.

      []'s!

      • Cesar Cardoso 26/08/2010, 11:25

        Rodrigo, o gráfico é mundial. E, se a sua interpretação for verdade, a única resposta lógica é que o Milestone foi um fracasso de vendas na América Latina – e se isso for verdade tem alguma coisa errada, já que MUITA gente tem Milestone.

        • henriquem 26/08/2010, 11:33

          cesar, questão polêmica ainda ligada ao milestone: três pessoas q. conhecemos e têm milestone E estão acima do peso (E botam o celular no bolso da calça) tiveram problemas com a tela do aparelho, que foi pra assistência. já ouviu falar disso?

          • Cesar Cardoso 26/08/2010, 11:51

            Henrique, nunca tinha ouvido falar disso. Eu uso no bolso da calça (o bolso frontal, não uso absolutamente nada no bolso de trás da calça) e estou algumas arrobas 😛 acima do peso e a tela tá bacaninha, inclusive cumprindo a promessa da Gorilla Glass de não ter riscos na tela.

          • henriquem 26/08/2010, 12:37

            curioso pq. um colega perdeu um dext ao usa-lo no bolso da frente – diz que a tela arriou por completo (!)

  • @Dioges 26/08/2010, 10:20

    Não da para negar que a Motorola está com bons aparelhos no mercado, agora quero mesmo poder em breve parabenizar a motorola caso ela realmente seja respeitosa com seu consumidor e forneça o suporte pós-venda que nesse caso seja manter nossos aparelhos atualizados, acho que independete da adesão os aparelhos são para diferentes nichos e a quem necessite e queira atualizações, por isso convém que seja sim atualizados todos que o hardware permita, isso funciona e não é novidade para ninguém… Ou alguém realmente acha ruim como a Apple faz?? Enfim, espero mesmo poder parabenizar em breve a Motorola e mais ainda aguardo ansioso pelo Android 2.2 em meu Milestone!

  • dflopes 26/08/2010, 10:58

    comentei lá no giz sobre esse problema da atualização.

    Sou conhecedor do desprezo da motorola e samsung com atualizações (tive um samsung i321 que nunca saiu do WM5 e outro innov8 que nunca recebeu um patch de memoria).

    O Milestone não é dumbphone. E a atualização é importante para se aproveitar o máximo do aparelho. Reclamar não é birra de hard-user. Se não o milestone não precisava nem de GPS…

    O grande erro da motorola foi impedir a modificação de ROM, que é o grande sucesso desde os HTCs cdom Windows Mobile. Assim, os harduser cozinham suas roms personalizadas em não pertubam a desenvolvedora.

    Por isso, que aparelho só HTC (com WM ou android), ou o n900 já é uma boa opção.

    Outra coisa, esse MotoTV é um dumbphone?

  • Lari 26/08/2010, 11:21

    Porém não são só usuários Milestone que querem as atualizações.
    Quem tem Backflip, como eu, quero pelo menos poder atualizar para 2.1 e sair da minha versão 1.5. =]

  • Cesar Cardoso 26/08/2010, 11:55

    Ah sim, sobre os lançamentos de ontem em si. A Motorola pode não ter falado o preço do MotoTV pro Zumo, mas falou pra Americanas.com, que está vendendo a R$599 http://www.americanas.com.br/AcomProd/591/3145093

  • Fabiano 26/08/2010, 13:03

    Não interessa se só meia dúzia fez o upgrade para o 2.2 – a Motorola TEM QUE liberar a atualização para nós, também, como liberou em outros lugares! Nós temos esse direito e eles têm esse dever!
    Da minha parte, se não atualizarem o Milestone, não vou comprar mais nada deles E ainda vou recomendar a todos que também não o façam!

  • Candre 26/08/2010, 14:00

    Pois é pessoal, estou na dúvida de qual celular comprar para substituir o meu N95 mas acho que vou esperar, talvez até 2011, porque se alguns rumores virarem realidade, vem muita coisa boa por aí. Android 3.0 em outubro é um dos meus rumores favoritos.
    Bom quanto a motorola, parece que saiu um "software update schedule" de atualizações para os modelos mais populares. http://www.gsmarena.com/motorola_reveals_software

  • Celso 26/08/2010, 14:01

    E O QUENCH? NAO VAI NEM PRA 2.1??????
    Ele simplesmente SUMIU da tabela de upgrades…

  • rubens 26/08/2010, 15:06

    "Mesma tela" literalmente? mesma resolução baixa, mesmo dotpitch gigante?

    se o mototv rodasse android seria um belo aparelho pra iniciantes em smarts… 🙂
    mas não imagino que a moto faça uma integração de tv em smart tão rápida, especialmente quando comparada à samsung.

    Enfim, novidades do n8 ?

    • henriquem 26/08/2010, 15:17

      n8? mmm, trancado em cofres ainda. mas em 15 dias tem o Nokia World… e quem sabe o N9 não dá as caras, né?

    • henriquem 26/08/2010, 15:47

      ah, lembrei. N8 deve dar as caras no fim de setembro.

  • Roberto 26/08/2010, 17:33

    “O que questiono é o fato de valer a pena investir…” ta caindo no papo furado? Nao tem nada o q investir isso ja ta pronto no mundo inteiro é só liberar. Se tivessem feito via OTA como deveriam todos teriam o upgrade. Mentira essa de baixa adoção, quem comprou um celular desses que nao é heavy user?

    O CEO da Motorola foi pra rua dizer q eles iam ser “a empresa do Android” q iam fazer upgrade e etc. Td essa conversa para galera da AL trair o conceito basico da empresa e nao fazer NENHUM dos upgrade que vao acontecer no mundo inteiro. Nada justifica isso, no minimo o CEO deveria demitir o pessoal da AL por violar a politica global da empresa.

  • Julio 26/08/2010, 20:49

    "Pequeno comentário pós-publicação deste post: Não acho ruim a reclamação do povo em relação à posição inicial da Motorola. A fabricante deve cuidar bem de um consumidor top (que pagou caro por um aparelho topo de linha) sim. O que questiono é o fato de valer a pena investir recursos num upgrade genérico para meia dúzia de compradores. E, como todos sabemos, existem alternativas fora do mundo dos fabricantes pra chegar ao 2.2, certo?"
    Sim, desde que não nos importemos em perder a garantia. Com relação a este seu questionamento, acho que deveria ser levado em conta que a grande maioria dos usuários que compram aparelhos aqui no Brasil nem sabem muito bem aproveitar dos recursos de um smartphone. E, provavelmente, este mesmo percentual nem mesmo entra num site como o Zumo ou Gizmodo. Mas talvez esses 10% (e acredito que tenha sido subdimensionado), que são os verdadeiros usuários de um Android, com certeza vão querer fazer a atualização. Eu quero. E todos que conheço que são usuários verdadeiros também querem. Talvez não seja muito lucrativo gastar um tempo desenvolvendo essas atualizações e essa posição da empresa é fácil de entender, afinal a rentabilidade cai, mas será que vale a pena arranhar a imagem da empresa por causa disso? Afinal é o Android que está reerguendo a Motorola e isso por conta dos usuários que querem um Android. E, convenhamos, quem quer um Android não é um usuário comum. E duvido que o sucesso dos Android da Motorola, principalmente no Brasil, não tenha sido em boa parte causada pelo marketing viral. Esse mesmo marketing pode ser virar contra. E, pelo visto a Motorola se deu conta disso bem rapidinho, pois pelo menos estão revisando a política de não fazer o upgrade. Para mim, tudo isso é uma boa notícia se concretizar a mudança da Motorola pois seria um indício de que finalmente as empresas estão ouvindo os consumidores. E isso é muito bom.

  • @joauricchio 27/08/2010, 16:55

    Digite o texto aqui!

  • Murilo Estrela 03/01/2011, 23:59

    O questão da Motorola é que seus Smartphones estão ficando mto atrás dos da Nokia, em relação a bons aplicativos, como Real Player que já vem no Nokia 5530 (acho que é esse) tenho um Mototv (EX245), que esta mais caro que o tal Nokia e tem menas funções.
    Agora sobre atualização do sistema Android deve ser feita para tds os celulares, msm que mtos cliente não façam o upgrade coisa que deve ser incentivada.