Macro: Motorola Moto X (2014)

M

A Motorola lança e começa a vender hoje sua nova geração de smartphones, e o Brasil é o primeiro mercado a receber os novos Moto X e Moto G. Os dois carros-chefes da marca ganharam atualizações importantes de hardware e tela, mantendo o preço da versão anterior.

Primeiro, vou falar do Moto X, que chega pelo preço sugerido inicial de R$ 1.499 desbloqueado com 32 GB de armazenamento interno (as novidades do Moto G estão aqui).

Se o Moto X original tinha como ponto fraco o uso de hardware de uma geração anterior (Snapdragon S4 Pro em vez de um Snapdragon 800), o novo Moto X (nome mantido para manter a simplicidade, de acordo com o presidente Rick Osterloh) é cheio de superlativos: usa um Qualcomm Snapdragon 801 de última geração (quad-core, 2,5 GHz com GPU Adreno 330), 2 GB de RAM, tela Full HD de 5,2″ e novas opções de acabamento já disponíveis no lançamento, incluindo plástico, couro e madeira. Dá pra dizer que agora o Moto X é um aparelho topo de linha, com configurações topo de linha.

moto x - 01

Outro grande destaque de evolução do Moto X é o aprimoramento no uso de sensores e do controle por voz do aparelho com o Moto Voice. Se antes o “OK Google Now” era ordem, agora seu assistente pode ser personalizado (vi demos com “OK Jarvis” e “Hello Shirley”) e não se restringe a recursos do Android 4.4: consegue mandar mensagens por WhatsApp, postar no Facebook ou reproduzir vídeos do YouTube.

moto x - 02

O sistema de notificações Moto Display mostra dados relevantes na tela de espera, e o Moto Gestures permite usar gestos para ativar/acordar o telefone, por exemplo. Inúmeras inovações que a Motorola conseguiu inserir mantendo o espírito de manter o Android limpo e sem frescuras de interface – e com promessa de update garantido para o vindouro Android L.

moto x - 03

O design do Moto X também é uma bela evolução do modelo anterior, com um desenho simétrico que mantém a curva traseira. As bordas do aparelho são feitas em alumínio, que atua/amplifica a recepção da antena do dispositivo (!). E o nanoSIM card continua ali.

moto x - 04

O app de migração de dados da Motorola (Migrate) agora é compatível com “telefones antigos” (algo bastante útil no novo Moto G, que tem como foco ser o primeiro smartphone).

moto x - 22

O Moto X, no Brasil, será oferecido em um primeiro momento em três opções de cores na parte traseira: couro preto, bambu e plástico preto – as versões de couro e plástico têm a frente em preto também, e a de bambu, em branco. O couro é de verdade, diferente do “couro sintético” da Samsung – e vem de um fornecedor local de Chicago, onde fica a sede da empresa.

moto x - 05

Aqui temos o Moto X de couro preto ao lado da versão plástica. À primeira vista, parecem iguais, mas ao pegar na mão a sensação da versão de couro é mais suave ao toque.  Como na versão anterior, a bateria não é removível – nem a tampa traseira.

moto x - 06

A versão em bambu tem a borda de alumínio mais clara também:

moto x - 07 moto x - 08

Note que os botões têm uma leve textura com pequenas ranhuras.

moto x - 09

moto x - 10

Ah, sim, a câmera: agora tem 13 megapixels de resolução, com modo de captura que percebe movimento e captura múltiplas fotos sem ao menos pressionar o botão – tudo para garantir a melhor experiência e imagem final. E um dos modos do Moto Voice ajuda a tirar selfies perfeitas (argh). A câmera traseira faz ainda vídeos em 4K, com limites apenas para armazenamento do aparelho (16 GB/ 32 GB).

Mas o que achei mais interessante na câmera é o uso de um flash LED duplo, que promete fotos mais suaves – ou ao menos uma lanterna mais forte.

moto x - 11 moto x - 12

Além disso, o flash duplo dá um visual de “olhos” sensacional ao Moto X quando aceso.

moto x - 14

A câmera em ação: interface simples e direta.

moto x - 19 moto x - 21

Sobre vídeos 4K – que eu particularmente acho inúteis hoje -, o Moto X me pareceu a melhor opção do mercado até o momento, sem esquentar muito após o uso médio de 5 minutos (que é o limite do Galaxy S5, por exemplo).

moto x - 20

Voltando ao tema “materiais”, esse é o portfólio de opções da Motorola para o Moto X nos Estados Unidos com o modo de vendas personalizadas Moto Maker – que estará disponível no Brasil em algum momento do primeiro semestre de 2015. Nos EUA, são diversas cores em plástico, quatro em madeira certificada (à esquerda) e três em couro (preto, caramelo e esse avermelhado da ponta direita, que deixa o aparelho extremamente bonito).

moto x - 16

Mas apesar de tudo, o plástico fica bonito também:

moto x - 17

O Moto X novo soa como uma grande evolução do modelo original, que já era um dos favoritos deste ZTOP. Tela grande, 4G, monte de sensores e comandos já em português botam a Motorola para brigar com os topo de linha do mundo Android.

Bônus track: Motorola Hint – é um fone Bluetooth minúsculo que responde a comandos de voz do Moto X. Começa a ser vendido no Brasil no final do ano.

moto x - 23 moto x - 24 moto x - 25

Disclaimer: ZTOP viajou a Chicago a convite da Motorola. Todas as opiniões e fotos bonitas são nossas.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos