Moto Q11: um esclarecimento de mapas da Motorola

M

q11-desligado

Os dois posts que este Zumo fez sobre o smartphone Motorola Q11 em outubro do ano passado (gadget do dia e preview) ainda rendem, até hoje, comentários de leitores e consumidores com problemas no aparelho. Um deles é a questão do software para GPS embarcado no Q11, que a Motorola responde depois do clique.

Diz a Motorola que a confusão é causada porque existem duas versões do aparelho – uma com o software de mapas, outra sem (e mais barata, por sinal):

A Motorola informa que o consumidor pode encontrar no mercado duas versões do aparelho MOTOQ11: uma com o programa MOTONAV embarcado, que oferece 1,3 mil mapas de cidades brasileiras, pensando em pessoas que precisam de um sistema mais completo de navegação dentro do celular. A outra, com melhor custo-benefício, oferece apenas antena de GPS integrada, para aqueles que não necessitam de um sistema completo de navegação e estão mais interessados nas funcionalidades de um smartphone.

No entanto, para aqueles que optaram pelo modelo que traz apenas antena integrada receptora de sinal GPS, com tecnologia universal, o usuário tem ainda a possibilidade de instalar softwares compatíveis de localização e/ou navegação.

Em tempo: o preço sugerido do Q11 com o software MotoNAV é de R$ 999 (completo), sem o software é de R$ 899. Vale lembrar que as operadoras oferecem descontos de acordo com o plano oferecido.

Sobre o autor

Henrique Martin

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos