ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

CCE: tablet Motion.Tab TE71 sai com Android e chip Intel

Intel Press Summit 2013:  Novo modelo virá equipado com tela de 7″, processador  de 1,6 GHz, Android 4.0 e preço sugerido de R$ 499.

A Lenovo do Brasil anunciou hoje durante o Intel Press Summit, em Florianópolis, o seu mais novo tablet da linha CCE — o Motion.Tab TE71 — equipado com processador (ou mais exatamente um SoC) Atom Z2460 (codinome Medfield).

CCE_intalTab1

Para quem nunca foi apresentado o Medfield é um processador (ou mais exatamente um SoC) x86 single core com HT (= se comporta como um dual-core) visto pela primeira vez por aqui no Asus FonePad original, sendo que o TE71 já vem com a versão de 1,6 GHz ao contrário do modelo da Asus que roda a 1,2 GHz.

Porém, o que mais chama a atenção neste modelo é seu preço sugerido de R$ 499 bem abaixo do FonePad cujo preço hoje gira em torno de R$ 800 (e funciona como telefone e tem conectividade 3G) e mostra a intenção da CCE de entrar de sola no mercado de tablets de baixo custo.

E o que o usuário leva pra casa por esse preço? O TE71 vem equipado com tela de 7″, 1 GB de RAM, 8 GB de memória Flash (expansível por meio de slot mico SD), porta USB micro, HDMI mini, uma câmera frontal VGA, outra traseira de 2 MP e sistema operacional Android 4.0 (argh).

Ele mede 19,9 x 13,0 x 1,2 cm (LxAxP) e 384 gramas de peso e possui um acabamento emborrachado o que proporciona uma boa pegada.

Interessante observar que a linha Motion.Tab nasceu de uma parceria da Lenovo/CCE com a Qualcomm que ajuda os fabricantes locais (como CCE, Gradiente, Positivo, Philco e Semp-Toshiba, etc.) a desenvolver suas plataformas de hardware baseadas no seu chip como estratégia de ganhar mercado. E pelo visto, o lançamento do TE71 mostra que nesta brincadeira podem jogar dois e que o pessoal de Santa Clara está determinada a recuperar o espaço perdido no segmento de mobilidade.

A previsão é que o Motion.Tab TE71 chegue as lojas no início de dezembro ainda a tempo para as vendas de natal.

 

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.