ZTOP+ZUMO

Mike Dell: capital fechado, ano dois

[Dell World15] Com a recente aquisição da EMC, fundador e CEO da empresa está, digamos, feliz com seu negócio.

Durante a coletiva de imprensa que ocorreu ontem durante o primeiro dia do Dell World 15, Michael Dell falou sobre a aquisição da EMC e deu uma prévia do que ele chamou de versã0 2.0 da sua “Teoria de Unificação do Universo”  (“Unifying Theory of the Universe“), que  nos parece ser uma ampliação de algo que ele já disse no ano passado de ter condições de oferecer para seus clientes soluções completas de ponta-a-ponta – e tudo com a marca Dell.

Mike_Speaking2

Sobre os anúncios da última semana, ele diz estar super animado com essa combinação porque ela fortalece sua empresa em quatro áreas significantes do mercado de TI nos dias de hoje – servidores, storage, virtualização e PCs – colocando-os numa posição prominente no  chamado de TI do futuro que envolve temas como transformação digital, conversão de infraestrutura, software e hardware para datacenters, nuvens híbridas, segurança e mobilidade.

E isso sem falar no acesso que eles terão aos clientes da EMC o que além das big players do mercado, também engloba um amplo leque de empresas de pequeno e médio porte e mercados emergentes redor do mundo.

Mike_Speaking3

Fora isso, essa combinação irá permitir a criação de uma nova geração de novos produtos e serviços que a empresa está chamando de Teoria de Unificação do Universo v2.0, cujos detalhes serão revelados durante o evento.

Durante a sessão de perguntas e respostas, quando perguntado como a “Dell+EMC” irá lidar com a “HP/2”. O executivo explicou que de um certo modo ele e sua concorrente tem diferentes pontos de vista sobre como suas empresas deveriam se desenvolver, mas do seu lado ele acredita que, neste negócio, escala e volume são importantes. Ele comenta que se olharmos para esse mercado de datacenters, aqueles que triunfaram neste segmento estavam associados à grandes empresas de PCs. Fora isso, ele diz que os clientes preferem trabalhar com menos fornecedores, o que facilita a vida deles.

E apesar de toda essa movimentação, Dell deixou claro que sua empresa se mantém firme no mercado de PCs procurando oferecer soluções sob medida para todos os segmentos (tablets, notebooks, desktops, servidores, rugged, IoT, mobile e até gamers) seja ele uma empresa ou consumidor final.

Disclaimer: Mario Nagano viajou para a República Popular de Austin a convite da Dell, mas as opiniões e fotos bacanas são dele.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Leonardo Carneiro 21/10/2015, 09:00

    Interessante ver como a Dell vai se aproveitar dessa penetração que a EMC (e sua generosa participação da VMWare) tem no mercado corporativo.

    Como cliente neste mercado, posso afirmar que o nome EMC bota bem mais banca que Dell.
    Geralmente o nome da Dell não é nem ventilado, quando falamos em cloud, ERPs no mercado de empresas grandes, enquanto EMC já é figurinha carimbada.

    • Mario Nagano 21/10/2015, 11:10

      Bom, a saia justa da coletiva foi quando um cara perguntou pro Mike o que as agências reguladoras americanas deviam estar achando dele controlar a VMWare que tb é uma parceira da sua rival HP 🙂