ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

M-Lab: Google (e outros) pela neutralidade na rede (e contra o traffic shaping)

mlab-logo

Da definição oficial:

Measurement Lab (M-Lab) é uma plataforma de servidores aberta e distribuída para pesquisadores desenvolverem ferramentas de medição da internet. Sua meta é fazer pesquisas avançadas sobre redes e fornecer ao público informação útil sobre suas conexões de banda larga. Ao ampliar a transparência da Internet, M-Labs ajuda a sustentar uma internet saudável e inovadora

Em resumo: com o M-Lab, o Google se posiciona – e bem – contra operadoras de telefonia que podem a vir barrar seus serviços e impedir a neutralidade da rede. Além disso, o M-Lab oferece um monte de programas pro consumidor médio se proteger e descobrir se alguém está interferindo na sua banda larga.

O que o Measurement Lab oferece para o usuário final?

Por enquanto, são três ferramentas para monitorar o que vem sendo feito com sua conexão, com mais duas “em breve”:

Network Diagnostic Tool: mede a velocidade de conexão e promete “diagnóstico sofisticado de problemas que limitam a velocidade”

Glasnost: testa se o Bit Torrent está sendo bloqueado. É a ferramenta contra o traffic shaping.

– Network Path and Application Diagnosis: para diagnóstico de problemas que impactam a “última milha” (sua casa, basicamente) das redes de banda larga.

–  DiffProbe: Determina se um provedor dá menor prioridade a certo tipo de tráfego que outro (não foi lançado ainda).

– Nano: Determina se um provedor degrada o desempenho de certos tipos de usuários, aplicações ou destinos (não foi lançado ainda).

Tentei usar o Network Diagnostic Tool, mas os servidores já estavam fora do ar – culpa, imagino, de um enorme salto nos acessos desde ontem à noite.

Agora, ao jogo de interesses por trás disso: a questão da neutralidade da rede é importantíssima para o Google.

Num exemplo hipotético, um provedor dos Estados Unidos lança um serviço de vídeos online para concorrer com o YouTube. Então, ele bloqueia acessos/torna mais lento o uso do YouTube por seus clientes e privilegia a banda para seu próprio serviço. Uma internet “neutra” é aquela sem bloqueios ou impedimentos de qualquer tipo – como o popular traffic shaping famoso entre as operadoras de banda larga brasileira, que curiosamente “desaceleram” os downloads no Bit Torrent.

Segundo o blog do Google, em 2009 o buscador vai fornecer 36 servidores para pesquisa em 12 locais dos EUA e da Europa. E todos os dados coletados via M-Lab serão publicados para uso por outros pesquisadores. Além do Google, fazem parte do M-Lab o Open Technology Institute, da New America Foundation, pesquisadores acadêmicos e o PlanetLab Consortium. O projeto foi fundado em 2008 com um pontapé inicial de Vint Cerf, o “pai” da internet, e de outros funcionários do Google.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Carlos Malafatti

    Não sei se a Brasil Telecom está bloqueando esse site, mas está apresentando a mensagen de “forbidden” ao acessar,,,

    • carlos, acho que é excesso de acessos mesmo. na NET/Virtua tb nao funcionou…

  • Georgio

    Não se é devido a isso mas logo apos essa noticia curiosamente um dia depoism meu baixador de arquivos dreamule chegou nos 60kbps durante o dia em horário comercial,mcoisa que já faz mais de 2 meses que não chegava, concidência né, logo apos a google liberar essa ferramenta para diagnosticar trafic shaping