ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Gadget open source do dia: Lux Open Camera

Projeto caseiro utiliza componentes de prateleira, gabinete impresso em 3D e um disparador eletromecânico controlado com Arduino.

Apesar do conceito de “Open Source” (“Código Aberto” no Brasil) ser bem conhecido no mercado de software, a sua aplicação no mundo dos objetos reais ainda é incipiente, mas que tende a aumentar com a popularização das impressoras 3D, que podem ajudar a transformar projetos e idéias que circulam na internet em produtos de fato.

OpenCamera_overall

Um exemplo bem interessante é a Lux OpenCamera (acima) — uma câmera de filme criada por Kevin Kadooka construída com peças genéricas que podem ser encontradas no mercado (americano). Todas as a partes que não existem podem ser feitas em poliamida — em uma impressora 3D ou retirada de uma chapa de metal usando uma cortadeira a laser.

OpenCamera_pecas_3D

Tecnicamente falando, a máquina de Kadooka é uma box camera de 7,9 x 9,4 x 11,7 cm (LxAxP) que tira fotos no formato 6×6 em filme 120. Sua objetiva de 65 mm/f5.6 é formada por apenas um elemento e seu diafragma é do tipo rotativo que vai de f/5.6 ~ f/32. Já seu disparador é do tipo eletromecânico, controlado por um solenóide de 5 volts.

OpenCamera_disparador

Para mim, a sacada mais interessante de Kadooka foi usar um sistema eletrônico baseado num microcontrolador Adafruit Trinket 5V baseado em Arduino para controlar o tempo de exposição (de 1/125 seg a 1 seg + B e T) e até o sincronismo do flash, dispensando assim o uso de alguma outra solução analógica/mecânica bem mais complexa e imprecisa.

OpenCamera_electronics

No site desse projeto, podemos encontrar a lista de peças, projetos de impressão 3D, os gabaritos de corte das peças de metal e até o código fonte do Arduino. Mas curiosamente, ele é veio vago no que se refere aos detalhes de montagem – não espere instruções passo-a-passo bem mastigadinho a la Instructables.

OpenCamera_montagem

Aparentemente, o resultado final — que pode ser conferido na página do autor no Flickr —  é bem satisfatório para uma câmera feita em casa.

OpenCamera_foto

Se você se interessou em fazer sua própria OpenCamera, recomendamos visitar o site da iniciativa. Lá o autor reconhece que seu projeto ainda não está 100% redondo, já que ela possui algumas falhas de design como dificuldade para enquadrar as cenas com o seu visor óptico ou exigir que o usuário desmonte a câmera para para trocar a pilha do microcontrolador.

Mas como estamos falando num projeto “Open Source”, nada impede que outros hackers camaradas analisem e melhorem esse projeto e ofereçam para a comunidade né?

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.