ZTOP+ZUMO

Nokia Lumia 920: seu (novo) e primeiro Windows Phone 8

A Nokia anunciou agora há pouco o Lumia 920, seu smartphone topo de linha com o novo sistema operacional da Microsoft, o Windows Phone, em Nova York. Além dele, a fabricante também anunciou a chegada do Lumia 820, um modelo intermediário.

Os dois aparelhos serão lançados com versões em LTE/4G e HSPA+ (3G), e começam a ser vendidos “em mercados selecionados” ainda este ano. Preços não foram divulgados ainda.

O Lumia 920 é o primeiro aparelho com Windows Phone a usar a tecnologia Pureview, adotada no Nokia 808 (entenda a tecnologia). Não atinge os 41 megapixels do 808, mas sim é uma versão reduzida – sem perder a qualidade – da tecnologia e atinge resolução de 8,7 megapixels (lembrando que o 808 tira fotos incríveis em 8 megapixels também). O aparelho mede  130 x 70,8 x 10,7 mm e pesa 185 gramas.

A câmera vem com lentes Carl Zeiss com f/2.0, bastante luminosas.

O modelo segue o mesmo design dos Lumia anteriores, com um corpo monobloco de policarbonato em amarelo, vermelho, preto ou cinza, e uma tela PureMotion HD+ com resolução WXGA (1280 x 768 pontos) e 4,5 polegadas com “super sensitive touch” na sua superfície – podendo ser usada até com luvas.

“O Lumia 920 faz fotos e vídeos melhores que qualquer outro concorrente”, disse Jo Harlow, vice-presidente de smartphones da Nokia, durante o anúncio. A câmera virá com um sistema de “lente flutuante” para estabilização de imagem para melhores resultados nas fotos tiradas com ele, mesmo se estiverem ruins as condições de luz. O aparelho faz vídeos a 1080p e 30 quadros por segundo e tem uma câmera frontal de 1,2 megapixel.

A estabilização de imagem em demo oficial:

O grande diferencial do Lumia 920, porém, é seu método de carregamento de bateria sem fios. “Nossa meta é que você recarregue o telefone conforme você recarrega sua bateria”, afirmou a executiva. O padrão usado é o Qi Wireless Charging, e Nokia terá parceiros que farão acessórios para recarga sem fios – basta deixar o telefone sobre uma base/capa. A bateria usada é de longa duração, com capacidade de 2.000 mAh (a média dos smartphones usa 1500 mAh), e o Lumia 920 tem 32 GB de armazenamento interno.

A Nokia usa um processador Qualcomm S4 dual-core de 1,5 GHz no Lumia 920. No software, a Nokia apresentou o aplicativo City Lens, de geolocalização, e fez questão de dizer quão integrados são seus serviços de mapas ao sistema operacional – o que pode ser um grande diferencial em relação a outros fabricantes que usam o sistema da Microsoft, como a Samsung – que anunciou na semana passada o ATIV S, em Berlim.

Para incentivar as vendas do aparelho no mercado norte-americano, a Nokia vai dar músicas de graça por streaming no Lumia 920, por meio do serviço Nokia Music, com mais de 150 playlists programadas. A estratégia lembra o que a Nokia já fez no Brasil com o Nokia Music, durante o lançamento do seu primeiro smartphone com tela sensível ao toque, o Nokia 5800.

Os primeiros Lumia a usar Windows Phone foram anunciados no ano passado – o Lumia 800 e o Lumia 710, seguidos pelo Lumia 900 e pelo Lumia 610. Entretanto, a versão do sistema operacional – 7.5 – somada ao hardware dos aparelhos (leia-se “custos”) não permitiu a atualização para a versão Windows Phone 8, presente no Lumia 920.

E esse aqui é o Lumia 820, um aparelho intermediário. Vem com tela menor de 4,3 polegadas, processador Qualcomm S4 dual-core de 1,5 GHz, câmera de 8 megapixels (sem Pureview) e bateria menor (1650 mAh) compatível com recarga sem fios. Terá opções de capinhas coloridas também.

Lumia 820 em vídeo:

Galeria de fotos do 920 e do 820 (clique para ampliar):

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin