ZTOP+ZUMO 10 anos!

Novos notebooks da Dell querem ser sua TV pessoal (e o melhor amiguinho do seu smartphone)

Nova linha 2018 de portáteis aposta em uma melhor experiência de áudio de vídeo e numa nova ferramenta de integração/gerenciamento remoto para smartphones com iOS e Android.

A Dell anunciou ontem (22) a sua linha 2018 de notebooks para o usuário final já atualizada com o processador Intel Core ix de oitava geração (codinome Caby Lake R) .

Mas ao contrário de outros anos onde as novidades ficavam essencialmente no hardware — desta vez a empresa também vai oferecer novas soluções de software com o objetivo de melhorar ainda mais a experiência de uso do usuário tanto nas horas de lazer quanto no trabalho.

Sob esse ponto de vista, o pessoal de Round Rock aposta em uma nova tecnologia batizada de Dell Cinema que é formada por três componentes que vão proporcionar excelente qualidade de som (CinemaSound) e de imagem (CinemaColor), assim como um fluxo de dados mais veloz (CinemaStream). A idéia por trás disso é de oferecer o melhor desempenho possível na hora de consumir conteúdo digital no PC:

Desses componentes, talvez a mais interessante delas é o CinemaStream, uma tecnologia que otimiza os recursos do seu PC com o objetivo de obter um streaming de vídeo contínuo e sem “engasgos”.

A grande sacada neste caso é o uso de um engenhoso software chamado SmartByte desenvolvido pela Rivet Technologies que é capaz de detectar e priorizar certos tipos de tráfego de dados vindos da rede, permitindo assim priorizar uma tarefa (como por exemplo, streaming de vídeo ou videoconferência) em detrimento de outra (como um download de arquivo).

Quando ativado, esse software prioriza em primeiro lugar o chat online em tempo real, seguido pelo streaming de vídeo e em terceiro outras tarefas como navegação na web ou download de arquivos. Apesar disso, o usuário ainda tem a opção de fazer pequenos ajustes nessas prioridades de modo a obter a configuração que melhor atenda as suas necessidades:

No evento, o pessoal da Dell fez uma demonstração dessa tecnologia utilizando dois dos seus novos notebooks Inspiron 15 7000 equipados com processador Intel Core i7 8550U, 16 GB de RAM, disco SSD de 128 GB + HDD de 1 TB, placa de vídeo Geforce 150MX com 4GB de VRAM e tela infinita de 15 Full HD…

… sendo que no equipamento com o SmartByte ativado a velocidade da sua conexão de streaming estava marcando 8.317 kbps 

… enquanto que no outro com o SmartByte desativado a velocidade estava em apenas 2.030 kpbs e isso sem contar uma taxa de drop frame vem mais elevado:

Já o CinemaAudio é uma implementação de som de alta qualidade baseada na tecnologia Wave Maxx Audio Pro que já era utilizada pela Dell em outros modelos da linha XPS 13.

Interessante observar que neste caso não estamos falando apenas do sinal de áudio mas também na qualidade de som e a potência dos seus alto-falantes que são muito bons para um equipamento tão leve e fino:

Finalmente o CinemaColor se refere ao uso de telas com tecnologias avançadas como HDR e resolução 4K sendo que, por enquanto, o único modelo a oferecer esse recurso é o Novo Dell XPS 13 que já tinha chegado no Brasil um dia após o seu lançamento oficial na CES 2018, mas que desde ontem (22/março) o preço da configuração inicial  caiu de R$ 10 mil para ~R$ 8 mil.

Sob esse ponto de vista, o curioso é que — em tese — apenas os usuários do novo XPS 13 teriam condições de ter a “experiência completa” do Dell Cinema, enquanto que os outros modelos só contariam com o CinemaStream e o CinemaAudio o que — cá entre nós — não é o fim do mundo, já que a grande novidade é mesmo o CinemaStream.

Além da tela, outro grande destaque do novo XPS 13 é o seu novo acabamento “Alpine White” cujo gabinete é feito de um novo material formado por uma base de fibra de vidro coberta com uma camada de sílica cristalina — o que resulta num acabamento com uma superfície levemente “sedosa” que a Dell afirma ser mais resistente a manchas e sujeira conforme seu uso. Fora isso, o isolamento térmico do XPS 13 foi melhorado, permitindo sua utilização sem se preocupar com o calor:

Também é novo o acabamento externo em alumínio vem na cor “rose gold” que se apresenta como um tom mais leve e jovial que o tradicional modelo na cor prata com interior preto e base de fibra de carbono:

Mas na vida real, um dos grandes problemas do XPS 13 é o fato de que ele é tão leve, fino e tecnologicamente avançado que ele não vem mais com portas USB padrão do tipo A restando apenas duas portas Thunderbolt e uma USB-C 3.1 com entrada de energia + DisplayPort. Para resolver esse problema, a Dell também traz para o Brasil um adaptador múltiplo (R$ 250) com entrada USB-C…

… e saídas padrão SVGA (Full HD), HDMI (4K), USB-A, USB-C, Rede Gigabit Etheret e DisplayPort (4K):

Além disso, a Dell também traz para o País a sua nova linha de discos SSDs externos, sendo um modelo com porta USB-C e 250 GB de capacidade e dois modelos com porta Thunderbolt com capacidade de 500 GB (R$ 1.899) e 1 TB (R$ 3.399).

Outro produto bem interessante é o Novo Dell Inspiron 15 5000 (5570) equipado com processador Intel Core i7 8550U de oitava geração, 8 GB de RAM, HDD de até 2 GB, aceleradora gráfica AMD Radeon 530 com 4GB de VRAM GDDR5 e uma ampla tela de 15″ com resolução Full HD e teclado expandido com numérico separado.

Medindo aproximadamente (38,0 x 1,9 x 25,8 LxAxP fechado) 2,0 kg de peso o nosso palpite é que esse modelo é mais direcionado para o mercado de volume para ser usado como um desktop replacement. Vale a pena observar que a Dell oferece esse modelo tanto com Windows 10 quanto com Linux Ubuntu pré instalado de fábrica:

Esse equipamento por sinal estava sendo usado no evento para demonstrar a outra grande novidade da empresa para este ano, o Dell Mobile Connect

… que é um utilitário que conecta os novos notebooks da casa com qualquer smartphone via app para Android e iOS, permitindo assim que o usuário possa interagir com esses dispositivos móveis diretamente na tela do PC de uma maneira mais simples e intuitiva, principalmente se a mesma do note for do tipo touchscreen:

Segundo a empresa, o Dell Mobile Connect já virá pré-instalado em todos os equipamentos fabricados no Brasil a partir do dia 23 de janeiro.

Mas quando questionamos se esse programa será retro compatível com modelos mais antigos da marca, Rachel Braga gerente de produtos Usuários domésticos da Dell nos explicou que esse  produto por enquanto só foi certificado para rodar em sistemas novos montados a partir de janeiro deste ano, o que também inclui modelos ainda equipados com processadores Intel de sétima geração. Segundo ela, o pessoal técnico ainda está analisando os modelos fabricados antes de janeiro de 2018 para verificar se o Mobile Connect também poderá — eventualmente — ser instalado em alguns desses sistemas mais “antigos”.

Já a App para smartphone é compatível com o Android 5 (e superior) e iOS 10 (e superior):

Mais para apresentar a linha de produtos para consumidor final como um todo, também foram apresentados no evento alguns equipamentos que ainda não migraram para a oitava geração de chips Intel, como o Dell Inspiron 7000 “Gaming” equipado com processador Intel Core i7 8550U

… o PC Gamer Inspiron  equipado com  processador AMD Rizen 7, 8 GB de RAM, 1 TB de HDD e placa de vídeo AMD Radeon RX 570 com 4 GB de VRAM DDR5…

… e é claro, o imponente Alienware 17 equipado com processador Intel Core I7-7820HK tela de 17,3″ QHD (2.560 x 1.440) TN  com tecnologia Nvidia G-Sync, 128 GB de SSD + 1 TB de HDD, aceleradora gráfica GeForce GTX 1080 com 8 GB de VRAM DDR5:

Mais informações no site da empresa.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.