ZTOP+ZUMO 10 anos!

Números enormes: TVs LG OLED (linha 2018)

A LG anunciou ontem sua nova linha de TVs 4K OLED para 2018. São apenas três modelos: dois da série C8, com telas de 55″ e 65″, e um da série Signature OLED TV W8, de 65″.

LG Signature OLED TV W

Esse modelo é o topo de linha da marca para 2018, com um painel 4K ultrafino que pode ser instalado de forma rente à parede (e torcer para nunca ter um cano vazando atrás dela :P), num design que a LG chama de “Picture-on-Wall”…

Isso é possível porque todos os eletrônicos da TV estão na soundbar que vem com o produto, centraliza todas as conexões (incluindo elétrica) e envia imagens/energia para a tela por um cabo único (muito parecido com o que a Samsung faz nas suas TVs premium com o “One Connect“):A soundbar/central de conexões (num ambiente de demonstração muito muito mal-iluminado).E seu cabo único que se liga ao televisor. Até coloquei aqui uma foto de divulgação para demonstrar melhor (mas não muito) o design da TV Signature W (W de “wallpaper”, por sinal).

Uma das teclas que a LG bateu bastante no evento ontem foi a adoção de tecnologias de inteligência artificial (aqui, chamada de “ThinQ AI”) para ampliar a experiência do consumidor e permitir comandos de voz (em português) para a TV. Vai ser mais uma assistente digital tentando disputar espaço com Google Assistente (que, por acaso, era demonstrada nesse mesmo modelo W da LG na CES 2018, em janeiro), Amazon Alexa e, por que não, o Samsung Bixby (que pelo menos já tem mais de um ano de mercado).

A LG Signature OLED TV W começa a ser vendida no Brasil ainda este mês pelo preço sugerido de R$ 39.999.

LG OLED TV 4K C8

A linha de entrada das TVs OLED da LG é representada por dois modelos da série C8, um com tela de 55″ (preço sugerido: R$ 7.999) e 65″ (preço sugerido: R$ 17.999). Chegam às lojas no meio do ano.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin