ZTOP+ZUMO 10 anos!

LG: mais um netbook chega ao mercado

Em um ambiente celestial e estrelado — ou mais exatamente, no planetário do Ibirapuera, em São Paulo — a LG emprestou o novíssimo projetor celeste StarMaster ZRP da Carl Zeiss (que substituiu o antigo Zeiss Universarium III da década de 1950) para mostrar perto de Júpiter (o pontinho branco à direita da letra “G”) sua nova linha de portáteis que devem chegar às lojas em tempo para as compras de final de ano, incluindo um simpático netbook com processador Intel Atom N270.

A apresentação esteve por conta do novo gerente de produtos de notebooks — Fernando Fraga — ex-Lenovo e velho conhecido e leitor deste Zumo. Ele explicou que a LG foca sua linha de produdos essencialmente no segmento de consumo e pequenas empresas com produtos mainstream e de alto desempenho, batendo de frente com marcas como Sony Vaio, posicionando-se como a terceira empresa nesse segmento de mercado.

No segmento de notebooks, o destaque fica por conta dos modelos S510 (preço sugerido de R$ 5.599) e R410 (R$ 4.999) já baseados na nova plataforma móvel Centrino 2 e o P300 (R$ 4.999) um modelo com tela de 13,3″ que compete diretamente com o XPS 1330 da Dell, o X300 da Lenovo e o MacBook Air.

Os modelos das séries E200 (LCD de 12″ wide 1.280 x 800) e E500 (LCD de 15″ wide de 1.280 x 800)   — agora fabricados no Brasil — também foram atualizados e entram com preços mais atraentes na faixa de R$ 2.900 e R$ 2.300.

Entretanto a estrelinha dessa apresentação foi novamente um netbook — ainda sem nome no Brasil — e que deve chegar em pequenas quantidades até o final do ano na faixa de R$1.600~1.700, considerado “barato” pelos padrões da LG.

Conhecido no exterior como Momo (de More Mobile), o netbook da LG vem equipado com processador Intel Atom N270 de 1,6 GHz, tela de 10″ com iluminação a LED, 1 GB de SDRAM DDR2, disco rígido de 160 GB, webcam de 1,3 MP, WiFi, Bluetooth, Ethernet e Windows XP Home.

Para quem achou esse equipamento é estranhamente semelhante ao MSI Wind U100 ou mesmo o Mobo White 1070 da Positivo não precisa coçar muito a cabeça: tanto a especificações técnicas quanto a posição  dos LEDs de estado e as portas de comunicação são as mesmas do Wind.

Acreditamos que sua plataforma de hardware seja a mesma do netbook da MSI, mas o gabinete segue bem o estilo visual da LG com suas linhas curvas e agradáveis e exterior colorido em tons de branco, preto e vermelho e interior branco, com exceção do modelo branco – cujo interior é na cor prata. Isso pode ser uma alternativa interessante para aqueles que gostaram do Mobo White da Positivo, mas acharam seu acabamento meio simples e monótono.

Com relação ao nome desse netbook, segundo Fraga eles querem evitar o nome “Momo” por ser muito parecido com “Mobo”. Isso ainda está para ser decidido pela filial brasileira, mas o provável é que ele possa nem ter um nome e sim um código, como é padrão nos outros modelos.

A produção local do netbook da LG deve ter início em 2009.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.