ZTOP+ZUMO

Lenovo (re)lança a marca LNV no Brasil

Sem fazer muito barulho, a Lenovo Brasil colocou para vender no seu site uma nova linha de notebooks com a marca LNV (= LeNoVo?)  série L40, voltado para o segmento de entrada e varejo, com modelos mais simples na faixa dos mil reais!

Lenovo_LNV_anuncio

No site, a Lenovo oferece três modelos: o LNV L40-30 (preço sugerido: R$ 1.089) equipado com processador Intel Celeron N2815 de 1,86~2,13 GHz e 1MB de Cache, 2 GB de SDRAM PC3-12800 DDR3, tela LCD-LED de 14″ (1.366 x 768 pixels):

Lenovo_LNV_lado

Ele também vem equipado com disco rígido de 500 GB, gravador de DVD, Wi-Fi 802.11 b/g/n, porta de rede Gigabit Ethernet, webcam HD, touchpad, uma porta USB 3.0, duas USB 2.0 e saída de vídeo HDMI .

 

Lenovo_LNV_lados

 

O portátil mede (fechado) 34,3 x 2,4 x 25,0 cm, pesa 1,7 kg (com sua bateria de 3 células com tecnologia de íons de lítio) e já vem com o Windows 8.1 de 64 bits.

Lenovo_LNV_teclado1

Fora isso, a Lenovo também vende uma versão do L40-30 com 4 GB de memória RAM (preço sugerido: R$ 1.169) e o L40-70, uma versão mais premium que também com 4 GB de RAM porém equipado com um processador Intel Core i3  4005U “Haswell” de 1,7 GHz (uia!)

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O que chama a atenção desses modelos é o fato desse processador Celeron N2815 não ser baseado na microarquitetura Core e sim no Bay Trail, um SoC (= System on a Chip) dual core baseado no Atom “Silvermont” de 22 nm anunciado no IDF do ano passado, e que incorpora recursos bem interessantes como suporte para 64 bits (algo muito desejado pelo mundo corporativo), modo turbo e o mais impressionante: o uso de uma aceleradora gráfica Intel de sétima geração, por sinal do mesmo tipo usado nos Core Ix de 3a geração “Ivy Bridge”.

De fato, o pessoal de Santa Clara ficou tão entusiasmado com o desempenho desse chip que decidiu pela primeira vez comercializá-lo com os nomes Atom, Celeron e Pentium:

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Sob esse ponto de vista, acreditamos que o desempenho do LNV L40-30 seja muito próximo de um tablet Intel com Windows 8 e deva ser igualmente eficiente em termos de consumo de energia. E para quem acha que lançar um note de 14″ com Atom é novidade, isso já ocorreu no passado, ou mais exatamente no fim de 2010.

Como já dissemos, ele já pode ser encontrado no site da Lenovo ou na sua rede de revendas autorizadas. E com esses preços iniciais na faixa de R$ 1.090~1.170, imagino que eles poderão ser encontrados por menos de R$ 1.000 em alguma oferta relâmpago até o fim do ano.

Ainda em tempo:

É interessante notar que a marca LNV não é novidade por aqui. Pelo que pudemos levantar na rede, a Lenovo já lançou outros equipamentos com essa marca, como o modelo L1125 (embaixo)…

Lenovo_LNV_L1125

… aparentemente inspirado no CCE Ultrathin U25 equipado com um processador Intel Celeron 847 de 1,1 GHz um chip Core ULV baseado no Sandy Bridge:

Lenovo_LNV_CCE_U25a

 

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Élisson Diones 01/09/2014, 12:38

    CCE pertence a Lenovo, logo só fizeram trocar a logomarca.

    • Mario Nagano 01/09/2014, 13:03

      Yep… E mantiveram a marca com três letrinhas. 😀

  • Rafael Machado de Souza 01/09/2014, 13:14

    mas por que deixar só LNV? a Lenovo já é uma marca conhecida e passaria muito mais confiança para o consumidor.

    • Mario Nagano 01/09/2014, 13:32

      Tai uma pergunta difícil, já que isso depende o que passa pela cabeça do pessoal de marketing da Lenovo.

      Se levarmos em consideração que alguns consumidores adoram odiar a CCE, isso pode ser uma estratégia de curto/médio/longo prazo da Lenovo para acabar com desse vínculo com o passado, a exemplo do que a HP fez com a Compaq,

      • Leonardo Carneiro 22/09/2014, 14:08

        As vezes eles fazem isso para preservar a marca. Quando eles tentam um projeto novo, algo fora do tradicional, eles associam esse produto com uma linha ou marca específica. Caso não dê certo, eles aposentam aquele nome e a reputação ruim teoricamente é enterrada junto com ele.

      • Vicente Nassif 23/09/2015, 11:56

        na verdade a lenovo comprou a cce e se procurarem os drivers estarao no site da cce e nao da lenovo. Digamos que os LNV sao padrao cce e nao lenovo.

  • Leonardo Carneiro 01/09/2014, 13:56

    Oi Nagano, esse acabamento é aço escovado mesmo ou plástico imitando? É possível expandir a memória desses notes?

    Bem bacana pelo preço.

    • Mario Nagano 01/09/2014, 15:43

      Não sei dizer porque só acabei de descobrir esse produto no site da empresa. O mesmo pode ser dito da sua capacidade de expansão, já que as specs do produto não deixa isso claro, já que a versão de 4 GB usa apenas um pente de 4 GB ao invés de 2 x 2 GB.

  • Leandro Sousa 02/09/2014, 01:25

    Em beve numa Casas Bahia mais próxima de você!

  • Fernando 02/09/2014, 05:36

    O que a Lenovo precisa relançar é o seu setor de suporte, que vai do nível péssimo à inexistente.

  • Edirley Guimarães 19/09/2014, 21:56

    Mario eu comprei um LNV 1125, estou com problema pq a webcam veio sem driver instalado e nao encontro o mesmo. Outra coisa ruim demais é a velocidade dele, trava toda hora, demora pra carrega, gostaria de saber se eu aumentar a memória dele eu consigo resolver esse problema da velocidade ou se ele sempre vai ser lento assim.

    • Mario Nagano 20/09/2014, 09:10

      Oi Edirley

      Colocar mais memória sempre é a maneira mais simples de melhorar o desempenho da máquina. Se seu note tem 2 GB, aumente pelo menos para 4 GB.

      Pesquisando na rede, me parece que esse LNV 1125 é um clone do CCE Ultrathin U25. Se isso for verdade, você pode ir para:

      http://suporte.cce.com.br/suporte.aspx

      E navegar pelas opções até chegar no “Ultra. Thin U25”, selecionar a opção download.

      [ ]s

      M.

  • Mario Nagano 25/12/2014, 20:05

    AFAIK os drivers para Windows 8 também funcionam no Windows 7. E como o LNV 1125 me parece ser um clone do CCE Ultrathin U25 ou U45 minha sugestão é que você vá para a página de suporte da CCE e baixe os drivers em:

    http://suporte.cce.com.br/produto/Notebook/Ultra.Thin%20U25/Download

    ou

    http://suporte.cce.com.br/produto/Notebook/Ultra.Thin%20U45L/Download

    Novamente — ISSO É UM PALPITE — como eu nunca tive contato com um modelo da LNV, faça isso por sua conta e risco, apesar de que o pior que pode acontecer é o drive não funcionar.

  • Marcelo 14/01/2015, 00:58

    Comprei um desses, com “celeron” e 4GB, há menos de um mês no submarino.com. Saiu por menos de R$ 700,00, com o frete! É de plástico, “lógico”, a um preço desses não poderia ser de aço escovado… Devo dizer que que me surpreendi. É muito mais veloz do que eu esperava! Leve, fino, bom acabamento. Senti falta de um led que indique que o “caps lock” está ligado e os alto-falantes são cruéis, baixos e com muita distorção nos graves. Nos fones de ouvido o som é ótimo… Para texto e internet, eu recomendo.