ZTOP+ZUMO 10 anos!

Panasonic: LED retrô tem cara de… lâmpada

A nova lâmpada apresentada pela Panasonic na IFA 2012 parece um modelo comum, com filamento e luz quente. Mas é um modelo novo com tecnologia LED e que consegue imitar com fidelidade uma lâmpada convencional.  

Já falamos dela no início deste ano e o seu grande diferencial é que a base da lâmpada (modelos LDAHV4L27CGEP e LDAHV6L27CGEP) não é recoberto por uma grande camada de plástico que costuma ir até a metade da lâmpada, como a maioria dos modelos LED (na sua próxima compra de lâmpadas em uma loja especializada, preste atenção: apenas metade do bulbo estará visível.

Desse modo, o ângulo de iluminação das lâmpadas estará sempre em torno do lustre/abajur – e não apenas apontando em uma direção só. A temperatura da cor, segundo a Panasonic, é de 2700 Kelvin – a mesma das lâmpadas incandescentes.

O que a Panasonic conseguiu aqui é impressionante pela simplicidade: sim, tem cara de lâmpada, jeito de lâmpada, luz de lâmpada. Mas é um LED. E é muito agradável e bonito de ver de perto.

A fabricante diz no estande que “a luz das lâmpadas incandescentes é amada em todo o mundo há mais de 130 anos. A tecnologia LED foi usada agora para recriar isso. O resultado é uma fonte de luz delicada e que lembra o filamento da lâmpada. Ela projeta luz brilhante e lindas sombras“.

São dois modelos à venda: um equivalente a uma lâmpada de 20W (com, na verdade, 4,4W e 210 lúmens):

E uma equivalente a uma lâmpada convencional de 40W (6,4W, 470 lúmens):

As duas lâmpadas têm tempo de vida estimado em 40 mil horas de uso. Seu único porém é o fato de não poderem ser usadas com reguladores de luz (dimmers). O preço estimado para cada lâmpada aqui na Europa é de 20 euros a unidade.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin