ZTOP+ZUMO

Gadget do dia: Lanterna bulbo Panasonic BF-AL05

Combinação de lanterna e luminária pode funcionar por até 1.000 horas ou 40 dias com apenas três pilhas AA.

Em um mundo cada vez mais hi-tech e conectado é impressionante saber que a Panasonic ainda desenvolve e vende algo tão simples e banal quanto uma lanterna a pilha, um item por sinal que está intimamente ligado à história da empresa, já que ela foi o primeiro produto da casa com a marca “National” …

… sendo que em 1931 a empresa lançou sua primeira pilha seca também de marca própria:

Isso pode parecer um pouco de pieguismo por parte de uma empresa que faz de espantador de gatos até exoesqueletos robotizados, mas isso de um certo modo vai de encontro com a filosofia de seu fundador Konosuke Matsuhita de que um negócio só existe porque há uma necessidade social para isso ou seja, se ainda existe uma demanda por lanternas, por que não fabricá-las?

De fato a Panasonic está até engajada num projeto social e de sustentabilidade batizada de 100 Thousant Solar Lantern Project que pretende produzir e doar 100 mil lanternas com bateria solar até 2018 ano em que se comemora o centenário da empresa. Os destinatários dessas lanternas são ONGs que operam no Sul e Sudeste Asiático e na África subsaariana onde ainda existem grandes áreas sem eletricidade.

Ao fornecer a luz por meio de fontes de energia renovável, a empresa deseja ajudar a enfrentar os desafios sociais em áreas como educação, saúde e a capacitação das mulheres, gerando assim mudanças positivas na vida das pessoas.

Da atual linha de produtos da casa, uma que nos chamou a atenção foi a BF-AL05 uma lanterna na forma de LED na forma da clássica lâmpada incandescente, cuja fabricação e venda tem sido reduzida no Brasil desde 2014.

Alimentada por três pilhas AA, a grande sacada dessa lanterna é que ela também pode ser usada como uma pequena luminária para luz ambiente e/ou luz noturna para quartos de crianças…

… e até como fonte de luz interna durante alguma situação de contingência — como um apagão — ou em atividades de lazer como acampamentos.

Segundo a empresa, a autonomia dessa lanterna (com as pilhas alcalinhas da casa, é claro!) é de até 1.000 horas ou ~40 dias de uso contínuo. Acreditamos porém que esse período pode variar para mais ou para menos, já que ela possui duas intensidades de brilhos controladas pelo seu botão de liga-desliga localizado na sua base. Observamos que esse produto vem com uma base de mesa que permite manter a lâmpada na vertical e permite operá-la bastado pressionar a mesma:

A lanterna BF-Al05 mede aproximadamente 7,0 de diâmetro e 13,5 cm de comprimento e pesa ~150 gramas com as baterias instaladas. Já a base mede 6,0 de diâmetro e 12,5 cm de altura e pesa ~30 gramas e está disponível em quatro cores, incluindo um curioso tom que parece madeira:

Seu preço sugerido das versões -W/-A/-P é de ~1.400 ienes (~R$ 40) sendo que a -TM é um pouco mais cara ~2.158 ienes (~R$ 62) e podem ser encontradas na Amazon.co.jp

Mais informações aqui.

Ainda em tempo (parte 1):

Além da BF-AL05 a empresa também comercializa a BF-AL06 um modelo mais sofisticado equipado com dimmer com seis níveis de brilho (contra dois da BF-AL05):

Seu preço sugerido é de aproximadamente 2.858 ienes (~R$ 82)

Ainda em tempo (Parte 2):

Um acontecimento local que escapou totalmente do nosso radar, é que a Panasonic do Brasil iniciou a venda da pilha recarregável favorita deste ztop+zumo: A Eneloop

Desenvolvida e comercializada originalmente pela Sanyo, no início o seu destino era incerto já que a nova dona da empresa — a Panasonic — já tinha sua própria linha de pilhas recarregáveis Evolta, mas depois de algum tempo a empresa deve ter reconhecido o valor dessa marca de modo que ela reformulou o seu line-up de produtos, posicionando a Eneloop como uma solução de baixo nível de auto descarga enquanto que a Evolta seria uma solução de maior potência.

Mas cá entre nós, como é que não dá para gostar de uma pilha cujo o instrumento de teste…

… virou mascote do produto com direito a videoclipe de dancinha com musiquinha (grudenta):

Quer fazer igual mas não pegou os passos? — A Panasonic ensina!

Já a musiquinha (grudenta) pode ser baixada aqui.

O curioso é que tanto esse número quanto sua musiquinha (grudenta) foram baseados num vídeo original (meio mambembe, porém bem mais divertido) produzido ainda na época da Sanyo:

I love you, I love you
Oh the Earth, how I love you
Green Clean, Green Clean
Hearts and minds on ecology…

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Adriano De Lima 28/08/2017, 12:06


    Bem, já tem um bom tempo que nos Armarinhos Fernando eles vendem a Eneloop por um valor aceitável.

    • Mario Nagano 28/08/2017, 12:46

      Sim o pessoal da Panasonic me disse na semana passada que estão vendendo desde o ano passado e, como disse no post, essa notícia passou realmente batida pelo nosso radar — e olha que a gente está esperando por esse lançamento no Brasil desde 2011.

      https://www.ztop.com.br/pilhas-panasonic-evolta-estao-a-venda-eu-vi-juro/

      Mas fazer o que né? Acontece com as melhores famílias. 😉

      • Adriano De Lima 28/08/2017, 14:11

        Também né, quem vai até a 25 de março só pra comprar pilhas recarregáveis….. em minha defesa, trabalho perto.
        PS: a pausa antes de responder (…) no cometário anterior, foi devido ao material promocional japonês, enfim sempre podemos contar com os japoneses pra nos animar. 😀 o/

        • Mario Nagano 28/08/2017, 15:15

          Eu avisei: Aquela musiquinha (grudenta) não sai da cabeça.

          Até tentei a dancinha, mas tropecei no passo 2 e derrubei a câmera 🙁

          Dang.

          • Adriano De Lima 28/08/2017, 15:18

            Yay! Move it, move it!

  • dflopes 04/09/2017, 15:21

    Uia, vou começar a procurar mais atentamente as Eneloop aqui.
    Apesar das minhas Evolt ainda estarem funcionando desde 2015 nos mouses e controles remotos daqui de casa.