Tecnologia “Galápagos” do dia: Bloco de notas digital Freno

T

Mistura de tablet com agenda eletrônica (e algo de Kindle), o novo dispositivo móvel da King Jim vem com a proposta de “suavizar sua mente” 🤔

Já comentamos aqui neste Ztop+Zumo sobre como o Japão se parece com as Ilhas Galápagos — no sentido de que como esse país insular possui um “ecossistema tecnológico” próprio e relativamente isolado que viabiliza tanto a sobrevivência de espécies antigas (como os aparelhos de Fax) quanto o surgimento de novas que só existem (e é até melhor que fiquem) por lá mesmo:

Talvez um bom exemplo de tecnologia “Galápagos” é o novo Bloco de Notas Digital Freno da King Jim que vem com a proposta de trazer o bom e velho caderno de notas no formato digital:

Tablet “Kindle” (que não é Fire)

Tecnicamente falando o Freno (= “free note?”) parece ser uma mistura de tablet com Kindle Paperwhite.

Isso porque ao invés de uma tela LCD em cores, este vem equipado com uma tela de e-paper de 6,8 polegadas (10,4 x 13,8 cm) com resolução nativa 1.440 × 1.080 pixels, capaz de reproduzir até 16 tons de cinza.

Fora isso, essa tela também conta com iluminação própria com ajuste de intensidade:

Outro destaque desse produto é o uso de uma pena digitalizadora com tecnologia Wacon, cuja tela é capaz de sentir até 4.096 níveis de pressão e possui a função de “apagar” no lado oposto da ponta. Com isso a empresa afirma que a sensação de uso é quase a mesma de escrever sobre papel:

O curioso é que essa pena não usa energia o que dispensa a necessidade de recarga ou o uso de bateria. Falando nisso, o Freno é alimentado por uma bateria interna de íons de lítio cuja autonomia é estimada em ~10 dias consierando ~30 minutos de uso + ~30 minutos de leitura por dia.

O produto mede aproximadamente 13,2 x 17,5 x 1,0 cm (LxAxP) e pesa 240 gramas (incluindo a pena) e já vem acompanhado de três pontas extras para a pena, cabo USB e guia rápido de instalação. Entre os acessórios já anunciados está uma capa protetora disponível em três cores diferentes:

Funcionalidades

Segundo o anúncio da empresa, o Freno foi concebido para substituir o tradicional caderno de notas e/ou agenda de papel sendo que ele possui três funções (ou apps) básicas: Notes, Documents e Calendar

… sendo que sua memória interna é capaz de armazenar algo em torno de 13 mil documentos no formato .note (1 MB cada), ~2 mil arquivos em PDF (1 MB cada) e um número não informado de arquivos .png (usado pelo app Note) sendo que essa capacidade ainda pode ser expandida por meio de seu slot para cartão micro SDHC de até 32 GB. fora isso ainda existe a opção de copiar os documentos para o PC via porta USB ou para uma conta do DropBox via Wi-Fi .

Vale a pena ressaltar que esses documentos podem ser indexados pelo título ou por meio de tags, combinados e até convertidos para o formato PDF, facilitando assim a troca de informações. Fora isso, o app Note também oferce 12 formulários pré definidos que agilizam o processo de organizar/passar suas idéias:

E por que não usar logo um tablet cara pálida?

O nosso palpite é que como já diz o slogam desse produto (“Smooth your mind”) a idéia por trás desse produto é de oferecer a maneira mais simples, prática de passar suas idéias rapidamente para o papel (digital) sem se expor às distrações (muitas vezes procrastinatórias) do mundo on-line, como ler os excelentes posts do Ztop+Zumo, assistir a um videozinho do YouTube, ver o que estão falando bem ou mal de você no Facebook, ficar indignado e ir trollar alguém de volta no Twitter.

Talvez o exemplo mais radical dessa idéia é o Freewrite, uma legítima máquina de escrever digital que, fora o [Backspace] não possui teclas direcionais nem de edição como [Ins], [Del], etc. — ou seja — vai escrevendo aí e não pare por nada!!!

Fora isso, por vir equipado com uma tela de e-paper faz com que ele seja muito simples de usar como um Kindle — ou seja — você liga, usa, lê, guarda e não precisa se preocupar com picuínhas como a carga da bateria.

Simples assim.

Sob esse ponto de vista, o Freno também não deixa de ser uma variante de outro produto consagrado da King Jim, o Pomera que é essencialmente um bloco de notas digital só que com teclado:

Disponibilidade e preço

Como já vimos no passado, a King Jim está pré-nunciando o Freno não como um produto de prateleira e sim como uma proposta de projeto no site de crowdfunding Makuake, sendo que o projeto já alcançou sua meta:

Até por causa disso seu preço final sugerido ainda não foi divulgado, mas deve ficar na faixa dos 38 mil ienes (~R$ 1.409) com previsão de chegar no varejo em meados de março de 2020.

Mais informações aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

Disclaimer: o ZTOP+ZUMO tem links de afiliados com a Amazon e pode ser
remunerado caso você clique em links neste artigo e compre algo.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos