Japoneses criam touchscreen para telas 3D

J

O AIST (National Institute of Advanced Industrial Science and Technology) do Japão anunciou recentemente o i3Space, um sistema que permite ter a sensação de mexer e tocar objetos visualizados em uma tela 3D.

O sistema utiliza sensores giroscópicos com force-feedback (GyroCubeSensuous) desenvolvidos pelo AIST montados nos dedos do usuário, permitindo que ele consiga interagir com um ambiente virtual criado pelo computador.

Nesse ambiente computacional batizado de “real-time VR space creation system“, o computador cria, em tempo real, um ambiente virtual que simula o movimento dos objetos na forma de uma imagem em 3D e que reage aos movimentos dos sensores giroscópicos na forma de uma pressão nos dedos do usuário, baseados em modelos de física real. O movimento das mãos pode ser monitorado por meio de diversas câmeras montadas de modo a eliminar pontos cegos de visão causados pela movimentação das mãos.

A idéia é que essa interface possa ser utilizada em diversas aplicações na área de telemedicina, projetos de CAD e, obviamente, entretenimento.

Mais detalhes sobre essa tecnologia serão reveladas durante o CEDEC 2010, uma conferência para desenvolvedores de jogos que acontece a partir de hoje e vai até 02/09 na cidade de Yokohama, no Japão. Mais informações aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos