Intel também é hexa (core)!

I

Depois do tri-core da AMD, aí­ vem o hexa-core da Intel. Notí­cias que circulam na web falam de um novo processador Xeon de seis núcleos baseado no Penryn de 45 nm e que deve chegar no mercado em meados de 2008 e pode ser o último grande lançamento da empresa antes da revolução do Nehalen.

Baseado no Harpertown, ele é conhecido internamente pelo codinome Dunnington e sua estratégia é parecida com os quad-cores da casa, ou seja, montar três chips dual-core no mesmo encapsulamento compartilhando um mesmo cache L3 de 16 MB. Ele ainda será controlado externamente via barramento frontal (FSB) pelo novo chipset Clarksboro e fará parte da plataforma Caneland, cujas placas-mãe de dois ou quatro soquetes poderão comportar até 24 núcleos de processamento ao mesmo tempo.

d5400xs_large.jpgAinda sobre Intel, a empresa anunciou na semana passada durante o Game Developers Conference o lançamento oficial do Skulltrail (í  direita), sua impressionante plataforma de jogos para dois soquetes para processadores quadcore (como o Core 2 Extreme QX9775) e até quatro placas de ví­deo PCI-E x16 compatí­vel com a tecnologia SLI da NVidia ou Crossfire da AMD voltada especialmente para desenvolvedores de jogos e, obviamente, jogadores e entusiastas extremamente radicais. Cheguei a ver uma demonstração do Skulltrail e do Harpertown durante o último IDF 2007.

O produto será conhecido comercialmente como Intel Desktop Board D5400XS e já pode ser admirado aqui.

Sobre o autor

Mário Nagano

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World.
Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

<span class="dsq-postid" data-dsqidentifier="2122 http://zumo.com.br/2008/02/24/intel-tambem-e-hexa-core/">comentários</span>

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos