ZTOP+ZUMO

Intel anuncia a era da Realidade Combinada

[IDF 2016] Novas plataformas e tecnologias de “Merged Reality” tornarão a realidade virtual cada vez mais real e menos virtual

Durante seu discurso de abertura do Intel Developer Forum 2016 (IDF16), Brian Krzanich CEO da empresa anunciou ontem (16/ago) uma série de novas plataformas e tecnologias que dão uma boa ideia do que a Intel almeja: ter um papel central e relevante neste mundo cada vez mais inteligente, virtual e conectado…

… uma iniciativa que ele chamou de Merged Reallity (Realidade Combinada):

Segundo o executivo, o mundo virtual torna-se cada vez mais real — e vice-versa — e a Intel acredita que isso será uma grande fonte de inovação (e de lucros) nos próximos anos, fornecendo recursos para os desenvolvedores que irão criar esse admirável mundo novo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Um dos destaques de seu discurso foi o Projeto Alloy: um visor de realidade virtual do tipo “tudo em um” capaz de funcionar de maneira simples e direta sem o uso de fios:

Entre as grandes sacadas desse produto (ou mais exatamente, um desenho de referência) está o fato de que, ao contrário de outras soluções do mercado, ele não precisa estar conectado a um PC por meio de fios, nem de sensores externos, para localizá-lo no mundo virtual…

… fora isso, a empresa implementou sensores com tecnologia RealSense na frente do visor, o que permite que o usuário possa circular pelo cenário virtual e, o mais interessante, incorporar e interpretar o movimento das suas mãos neste mundo…

IDF16_BK_keynonte_Alloy_4

… o que torna possível interagir com objetos da cena…

IDF16_BK_keynonte_Alloy_2a

… utilizar ferramentas…

IDF16_BK_keynonte_Alloy_6

… e até perceber a presença de objetos e pessoas de verdade ao seu redor…

IDF16_BK_keynonte_Alloy_3a

…incluindo CEOs de empresas de tecnologia:

… a previsão é de que o Alloy esteja disponível na forma de plataforma aberta para parceiros de negócios no segundo semestre de 2017.

Fora isso, também foi anunciado uma parceria com a Microsoft, que já confirmou que o Windows 10 também terá suporte para óculos de VR no ano que vem

IDF16_BK_keynonte_Win10_VR

… e, até o fim deste ano, serão anunciadas as especificações técnicas de novos PCs e HMDs (= Head Mounted Displays) mais voltados para aplicações de VR.

IDF16_BK_keynonte_Win10_VR2

Outro produto interessante é o Intel Joule

IDF16_BK_keynonte_Joule1

…  uma nova plataforma de desenvolvimento que está mais para um microcomputador (como o Raspberry Pi) do que um Edison/Arduino. Na sua versão mais sofisticada (570x), o Intel Joule vem equipado com um processador Intel Atom quadcore T5700 de 1,7~2,4 GHz, 4GB de RAM, 16GB de memória de armazenamento eMMC, aceleradora gráfica Intel HD Graphics com suporte para 4K video, interface WiFi 802.11 ac com MIMO e bluetooth 4.1.

IDF16_BK_keynonte_Joule2
Fora isso, essa versão ainda conta com portas USB 3.0, interfaces MPI, CSI e DSI além de múltiplas portas GPIO, I2C, UART, suporte para câmeras Intel RealSense e até uma versão do Ubuntu Linux integrada ao seu sistema.

Tudo isso permite que essa plaquinha seja utilizada em diversas aplicações, como robôs, IoT, VR, AR que exijam uma maior capacidade de processamento.

Durante o keynote, também foi apresentado um interessante exemplo de óculos de VR para uso em fábricas…

IDF16_BK_keynonte_prod_glass

… que ajuda a identificar erros de montagens. No exemplo abaixo (aparentemente a colocação de rebites na fuselagem de um avião), o sistema de visão do Joule é capaz de identificar e alertar que algumas peças (em vermelho) foram instaladas na posição errada, o que permite ao colaborador corrigir tais enganos em tempo real, evitando assim problemas bem mais sérios, como o avião cair.

IDF16_BK_keynonte_prod_glass2

Outra aplicação ainda mais curiosa é um poste de luz inteligente que, além de iluminar ao seu redor…

IDF16_BK_keynonte_poste1

… pode ser usado para monitorar o ambiente, como medir a temperatura, qualidade do ar, movimento dos pedestres…

IDF16_BK_keynonte_poste2

… e até as condições do tráfego e o uso das vagas de estacionamento, o que pode ser uma valiosa ferramente de coleta de informações para sistemas de IoT:

IDF16_BK_keynonte_poste3

… ao mesmo tempo, o Joule também pode ser implementado em aplicações mais lúdicas, como esse kit open source de robótica que lembra muito o Lego Mindstorms:

IDF16_BK_keynonte_Joule3

O Intel Joule já está disponível em dois modelos (550x e o 570x), sendo que este último começou a ser vendido a partir de ontem no IDF16. Ele deve começar a ser oferecido pelas revendas oficiais da Intel em setembro, nos Estados Unidos.

Ainda neste segmento de novas plataformas, Krzanich apresentou o Aero Platform Compute Board uma plataforma computacional especialmente voltada para uso em drones (algo por sinal que já falamos aqui neste Ztop)…

IDF16_BK_keynonte_drone_board_1

… o que também inclui um desenho de referência batizado de Aero Ready To Fly drone

IDF16_BK_keynonte_drone_board_2

E, assim como o Joule, essa plataforma vem equipada com um processador Intel Atom quadcore, armazenamento, sistemas de comunicação e outras portas de I/O e tem o tamanho de uma carta de baralho, além de ser compatível com diversos pacotes de software, como o Dronecode PX4, Intel RealSense for vision e o AirMap SDK for airspace services. Seu preço sugerido é de US$ 399.

Já o Aero Ready To Fly drone é um quadcóptero completo já equipado com a placa de processamento e sistema integrado de visão baseado no Intel RealSense.

Fora isso, o executivo apresentou um produto comercial, o Typhoon H, da empresa Yuneec (preço sugerido US$ 1.899)

IDF16_BK_keynonte_drone_board_3

E para aqueles que preferem algo mais “pé no chão” (no sentido mais exato da palavra) Krzanich apresentou o módulo Intel Euclid…

IDF16_BK_keynonte_Euclid_1

Um pequeno módulo que integra a placa UP da AAEON e uma câmera Intel RealSense R200 voltado para desenvolvedores criarem seus próprios robôs com capacidade de reconhecer objetos e pessoas e contorná-los. Ele já vem com sistema Linux integrado e também suporta o sistema ROS (Robot Operating System (ROS).

IDF16_BK_keynonte_Euclid_2

Além disso, foi mostrado o novo módulo de câmera RealSense da Série 400, que oferece maior precisão e o dobro da capacidade de capturar pontos em 3D por segundo, assim como o dobro do alcance operacional se comparado com seus antecessores…

IDF16_BK_keynonte_RealSense400_1

… e isso sem falar que ele é extremamente fino:

IDF16_BK_keynonte_RealSense400_2

Finalmente, o executivo apresentou uma nova iniciativa intitulada Intel Curie Knoledge Builder, que nada mais é do que uma nova biblioteca de software que ajuda a identificar certos fenômenos, incluindo movimentos físicos como um giro, uma batida ou queda, o que acelera o desenvolvimento de aplicações que dependem de experimentos (como por exemplo, como saber se um calçado está chutando uma bola ou um poste?)

IDF16_BK_keynonte_Curie_knoledge_builder

Legal né?

Disclaimer: Mario Nagano viajou para San Francisco a convite da Intel, mas todas as opiniões e fotos bacanas são dele.

Bonus Track:

Para esquentar a plateia antes do Keynote de BK (fala-se “Bekay” = Brian Krzanich), foi apresentado um número musical com o grupo Thud Rumble, que utilizou diversos instrumentos eletrônicos de vanguarda baseados no NUC e em processadores Curie da Intel:

Ié-ié!!!

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • dflopes 17/08/2016, 18:46

    que legal as plataformas que a Intel vem montando pra computação independente (sem depender de notebook, desktop ou servidor).

    Agora, quem escolhe os nomes? Aero Ready to Fly ?! o.0