ZTOP+ZUMO

Intel “Ivy Bridge”: o que sabemos (até agora)

O novo processador de 22 nm deve ser anunciado no início da semana que vêm nas versões Core i7 e i5.

Fontes ouvidas por este ZTOP confirmaram que o esperado processador Intel Core ix de terceira geração — codinome Ivy Bridge — chega ao mercado no início da semana que vem, entre os dias 23 e 24 de abril.

Nessa primeira leva, a empresa lançará três chips topo de linha (Core i7 3770, Core i7 3570, Core i7 3550)  e um mainstream (Core i5 3450). Também haverá versões destravadas (sufixo K), low power (sufixo S) e ultra low power (sufixo T) baseados nesses modelos.

Segundo o calendário tiquetaqueano da Intel, o Ivy Bridge não teria que ser mais do de uma atualização do Sandy Bridge que passa do processo de 32 nanômetros para 22 nanômetros, incluindo algumas melhorias. Entretanto, o pessoal de Santa Clara aproveitou essa oportunidade para implementar tecnologias realmente significativas como os novos transístores Trigate.

Outra novidade muito aguardada é sua nova nova aceleradora gráfica Intel HD 4000, que estará disponível em duas versões: a GT1 equipada com 6 shaders e o GT2 equipada com 16 shaders ambos com suporte para DirectX 11, OpenCL 1.1 e OpenGL 3.1.

Com isso, espera-se que o desempenho gráfico do novo Core ix se não encostar, pelo menos chegue bem mais perto das APUs AMD Llano/Trinity. E pelo que vimos na análise do HP Elite 8470p feito pela Laptop Review as perspectivas são bastante promissoras.

Façam suas apostas!

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Alexandre Gorges 18/04/2012, 16:46

    esperando nos novos macs !

  • Marcos Tony 20/04/2012, 13:11

    Tenho que perguntar pra quem entende: será que algum dia esses gráficos integrados em processadores vão substituir uma placa de vídeo offboard, mesmo em jogos dos mais modernos e pesados ou por mais que eles [CPUs] evoluam, haverá casos em que uma GPU será imprescindível?

    • henriquem 20/04/2012, 13:15

      aplicações profissionais, como AutoCAD e edição hardcore de vídeo, precisam de GPUs (e mais e mais… já tem gente falando em vídeo 6K lá fora!). ou pro modo megamonstro de qualquer game moderno com múltiplos monitores

      • Marcos Tony 20/04/2012, 13:48

        Valeu Henrique.