ZTOP+ZUMO

Intel: “Ivy Bridge” é resposta para o AMD Fusion

A Intel apresentou no Brasil um protótipo de notebook equipado com o futuro processador Ivy Bridge, cujo desempenho gráfico é descrito pela fabricante como “inacreditável”.

Mooly Eden, vice-presidente e gerente geral do Grupo de PCs da Intel, mostrou ontem um protótipo de um notebook já equipado com o processador Ivy Bridge, que vai suceder o atual Core ix de segunda geração (Sandy Bridge) a partir de 2012. Eden falou em um evento para canais/vendedores em São Paulo.

Mais do que uma simples versão de menor escala (22 nm) com alguns ajustes, o novo chip recebeu modificações bastante significativas (como usar os novos transistores tri-gate), em especial na sua GPU, com o desempenho descrito como inacreditável, nas palavras do executivo.

O comentário que ouvi de outros funcionários da Intel é que as mudanças no Ivy Bridge foram tão grandes que desta vez o calendário tiquetaqueano da Intel terá dois “tocks” seguidos.

Para mostrar o poder de fogo da sua nova GPU, o modelo apresentado estava fazendo streaming de 20 vídeos ao mesmo tempo na tela.

Até aí, nada demais se esses vídeos não estivessem em full HD (uia!):

Como é comum nessas apresentações os detalhes dessa nova GPU não foram reveladas e nem me deixaram mexer do equipamento. Depois na entrevista coletiva, perguntei a Mooly o que esperar dessa nova GPU em termos de desempenho, principalmente se comparado com o concorrente.

A explicação foi direto ao ponto: Mooly disse que, como o produto ainda não é o final, não poderia entrar em detalhes técnicos e que “seu concorrente está morrendo de vontade” de saber quantas unidades de execução ou shaders sua nova GPU tem e que números específicos de desempenho só serão revelados na época que ele chegar ao mercado, mas que podemos esperar resultados extraordinários o que é no final das contas, o que o mercado espera da sua empresa.

Num mercado extremamente competitivo como o nosso, lançar algo apenas “bom” não é o suficiente, concluiu o executivo.

E podemos esperar que essa nova GPU chegue ao Atom? Sobre esse assunto, Mooly foi bastante sincero: a Intel empresa não irá colocar muito esforço em melhorar os gráficos deste chip, já que ele acredita que o Atom já é um produto muito forte para competir com o ARM. Assim, a Intel prefere direcionar todos os seus esforços na melhora das GPUs dos seus chips mainstream e topo de linha baseados no Core.

Ainda em tempo:

A demo apresentada por Mooly Eden nesse evento foi de fato impressionante, mas é sabido que o Sandy Bridge já tem um ótimo desempenho em vídeo. Resta a dúvida do que esperar do Ivy Bridge em termos de suporte para DX11, por sinal o grande atrativo do Fusion.

Sobre isso, a própria Intel já revelou em seu blog que o Ivy Bridge terá suporte para DX11, computer shader, mais AVX, suporte para HDMI 1.4, 30% mais Execution Units (EU),  bandwidth boost e outros mimos. Fora isso, já apareceu na web um slide que descreve um roadmap das GPUs do Ivy Bridge para workstations, confirmando que em 2012 o Ivy Bridge-DT virá equipado com uma GPU de sétima geração (codinome Carlow) com suporte para DX11. Entretanto o que mais chama a atenção é o Haswell-DT (previsto para 2013), cuja GPU Denlow terá suporte para DX11.1 (diabo seja isso), OpenGL 3.2 e que já estará pronta para Windows 8 de 64 bits.


 


Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • dflopes 24/08/2011, 10:43

    A grande questão é que a intel não vai competir com o Fusion Zacate – um intermediario entre Core ix e Atom.

    Nesse aspecto, a AMD ganha por ampla margem ao integrar uma GPU de respeito num sub-NOTEbook ou super-NETbook, diferente do Atom, que não roda nem 3GP.

    Agora, 20 Streamings Full HD? É de assustar a vizinhança!

    A Toshiba tinha feito uma ignorância dessas ao mostrar a TV Regza com 8 janelas ao mesmo tempo, com CELL embarcado – mas parece que a intel elevou o sarrafo!

    • mnagano 24/08/2011, 14:03

      Sim, a impressão que dá é que a Intel pode estar desistindo dos netbooks com Atom podendo oferecer até algo bem melhor e até mais interessante no lugar, como um Ultrabook de entrada (wink! wink!)

  • Aurelio 24/08/2011, 10:59

    Caramba! como os caras são rápidos! Eu ainda tentando me acostumar com os Cores i3, i5 e i7 e já estão anunciando outro processador. Isso porque nem mexi num Sandy bridge. O jeito é esperar e torcer para que os preços dos atuais caiam ainda mais com o lançamento que esta por vir.
    O incrivel é que os velhos Quadri ainda continuam mais caros que os Core i family. Agora sim, vai valer a pena fazer um upgrade, quem tem os Core 2 duo family, ja pode pensar em pegar uma maquina bem melhor por um custo relativamente baixo com benefícios infinitamente superiores.
    Como meus casamentos com PCs duram anos, vou continuar mais alguns bons anos com o meu i5…

    Parabéns pelo trabalho Mario-san, saudades viu.

  • Lord_Vader 24/08/2011, 11:44

    Com este anúncio da Intel, fica bem claro que a AMD realmente incomodou com o Fusion. Um bom exemplo do que a concorrência é capaz de fazer.

    O consumidor agradece!

  • @mvpmichel 24/08/2011, 12:34

    Como sempre a AMD inovando e a intel copiando.Como sempre a AMD inovando e a intel copiando.

    Pelo menos a intel copia e acaba superando o mestre.

    Massss a gpu da intel é tão ruim que qualquer melhora que a intel faça, já será INACREDITÁVEL.

  • Manolo 24/08/2011, 12:53

    Vai ver nao roda nem tibia, sempre foram um lixo as gpus da intel

    • gabriel 24/08/2011, 14:39

      Concordo, gpus da intel sao um lixo em todos os sentidos.

      • Bruno RIcardo 24/08/2011, 22:02

        Concordo, GPU da intel nem morto! Também concordo com o colega acima, a AMD é inovação e a intel copia. Sem contar que muitas vezes a intel tenta inovar e erra. E ainda cobra caro por isso… Exemplo: o pentium III socket 1; recall do sandy bridge… E a AMD não está parada, já lançou novas APUS, E-450, E-300 e C-60.

        • mnagano 25/08/2011, 08:56

          Sobre essa história de quem copia quem, eu sugiro a leitura desse post que escrevi em 2008:

          http://ztop.com.br/2008/09/17/botando-os-pingos-n

          E para dizer como essas coisas não mudam. Se a Intel inventou o Turbo Boost, a AMD agora tem o Turbo Core nas suas novas APUs.

  • mnagano 24/08/2011, 16:08

    Sim, sim, os fanboys de AMD também falavam isso do P4 até a Intel colocar os Core 2 Duo "Conroe" no mercado e soltarem uma nova microarquitetura a cada dois anos (no caso do Ivy Bridge um) enquanto que a AMD levou uns quatro ou cinco anos para desenvolver o Fusion (cujos primeiros anúncios de que ele existia datam de 2006).

    Resultado: hoje a Intel é dona de 80% do mercado de processadores e seu principal concorrente de Sunnyvale tem uns 10%.

  • Rmrios 30/08/2011, 12:55

    Já tava mais do que na hora de aposentar essa porcaria de Intel Graphics… Não roda nada de jogo 3D, só serve para uso pessoal, para diversão é nota zero…

  • eric 15/09/2011, 11:16

    Talvez seja interessante para a intel fazer gpu ruim, por ter parceria com a nvidia…

  • @WallaceJCD 04/10/2011, 20:02

    O engraçado é q quando eu pesquiso por 'AMD' no google, a 1ª resposta q aparece é um link da Intel……