ZTOP+ZUMO (tech, opinião, inteligência)

Intel apresenta plataforma “genérica” para PCs tudo-em-um

(Pós) IDF 2010 — A Intel apresentou no seu showcase a proposta de um novo padrão de formato “genérico” para PCs all-in-one, o que pode baixar o custo desse equipamento para o consumidor final.

Até hoje, a maioria desses equipamentos evoluiram a partir de notebooks, ou seja, eles utilizam placas e componentes de desenho próprio causando assim um impacto direto no custo final do produto, o que de um certo modo vai contra a proposta dos all-in-one de ser um PC de uso geral, simples e acessível.

Nesse caso, a iniciativa da Intel é de propor um padrão de formato que tire o máximo proveito de componentes de prateleira e o desenvolvimento de um novo tipo de placa-mãe mini-ITX de perfil ainda mais baixo que os modelos atuais porém sem perder a sua retrocompatibilidade com o atual padrão ATX.

Isso fica claro na imagem abaixo onde podemos ver uma placa mini-ITX padrão (à esquerda) ao lado com o novo mini-ITX “fino” (à direita) cujas portas de comunicação não ficam mais empilhadas e sim dispostas numa única carreira de componentes (seta em laranja). Note que a placa é alimentada por um bloco transformador externo do mesmo tipo usado nos notebooks.

Outra sacada interessante é a criação de uma abertura lateral que permite que os conectores traseiros da placa-mãe se comuniquem diretamente com o mundo exterior (como nos gabinetes ATX) ao contrário dos all-in-ones atuais que precisam de um painel adicional para reproduzir essa função, economizando assim em mais um componente:

E graças ao menor consumo de energia proporcionado pelo Sandy Bridge também será possível o uso de coolers ainda mais baixos que os atuais modelos que equipam os Core i3/i5, dispensando assim sistemas de dissipação de calor de desenho mais complexo e consequentemente mais caros.

A previsão é que esse padrão de formato comece a aparecer no mercado a partir do ano que vem.

Zumo in a Box

Bem ao lado desse all-in-one genérico, topamos com a engenhoca abaixo: Aparentemente um PC compacto de algum tipo equipado com um cooler nada convencional:

Ficamos intrigados com esse produto e passamos um bom tempo tentando entender o que era aquilo e até corremos atrás do engenheiro responsável para que pudéssemos ter mais detalhes do mesmo. E quando finalmente encontramos o cara, ele nos disse que esse PC não passa de um desktop convencional equipado com uma das novas placas mini-ITX que estavam sendo mostradas na bancada.

E quando perguntamos sobre a função daquele cooler cheio de nove-hora ele nos respondeu:

Ah, aquilo também não tem nada de especial… só fizemos um buraco no gabinete para que ele ficasse pra fora da caixa. Ficou legal né?

Arrã… muuuito legal — e tem gente que ainda coloca modelos com roupa colada para chamar a atenção do público. 😛

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Pingback: Tweets that mention Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Intel apresenta plataforma “generica” para PCs tudo-em-um -- Topsy.com()

  • Só não entendi a posição slots PCI/PCI-X e de memória. Se a idéia é montar o computador de um jeito flat, isso simplesmente não vai funcionar.

    • mnagano

      A solução para isso pode estar nos pentes VLP (Very Low Profie) tenho uma dessas num PC aqui em casa que tem apenas 17,8 mm de altura (contra 30 mm de um modelo padrão) o que seria alguns milímetros mais alto que as travas dos slots.

      <a href="http://www.supertalent.com/datasheets/VLP_WHITEPAPER.pdf” target=”_blank”>www.supertalent.com/datasheets/VLP_WHITEPAPER.pdf

      E como vc pode ter notado na imagem de introdução a MB usada nesta máquina é do tipo SODIMM, a mesma usada em notebooks cujo slot fica meio deitada e não em pé.

      Com relação ao slot PCI/PCIe concordo com vc que o seu uso poderia ser limitado mas contornável com o uso de um adaptador que tombe o slot em 90 graus. E cá entre nós — com o atual nível de integração das atuais placas-mãe, o que é que os usuários comuns ainda poderiam espetar num slot PCI que não pode ser substituido por uma versão com porta USB?

    • rubens

      pelo adesivo, parece que a idéia é usar para placas de vídeo mesmo.
      E isso (instalar placas) em all-in-ones é feito pela ODM e pela CM, nunca pelo consumidor final.

      E além do adaptador 90 graus podem projetar alguma solução própria.
      O fato de pensarem o uso do MXM pode indicar a possibilidade de usar alguma tecnologia como o Optimus, mandando o sinal de vídeo pela controladora onboard, o que dispensaria uma saída lateral extra para porta de vídeo.

    • rubens

      aliás, tá até destacada a área onde ficaria a placa MXM, com um giro de 180 graus de onde a placa ficaria normalmente (sobre o processador).

  • Pingback: Nerdirama: De nerd pra nerd()

  • Lucas Vinícius

    Deixa eu ver se entendi. Com esse padrão posso montar eu mesmo um all-in-one? Se for vai ser foda!
    E quanto ao cooler ele deve ter overclockado pra caramba tb… Sem contar q eu achei engracado. 😀

    • Nope, a idéia é que caso algum fabricante queira fabricar seu próprio All-in-one ele poderá contar com alguns componentes mais ou menos padronizados como a placa-mãe, disco, unidade de CD/DVD, fonte, etc…

  • Anderson Costa

    Apenas por curiosidade (conveniente), o cooler "monstro" utilizado pela Intel é o SpinQ da Thermaltake

  • Pingback: Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Review: Gigabyte GA-H55N-USB3 (mini-ITX para Core i3/i5/i7)()