ZTOP+ZUMO

Intel anuncia novos Atom com vídeo integrado

A menos de 20 dias da CES 2010 a Intel antecipa uma de suas novidades e anuncia sua nova geração de processadores Atom, encabeçado pelo N450 com chipset NM10 Express para portáteis e os Atom D410 (single-core) e D510 (dual-core) para desktops de entrada.

A primeira vez que ouvi falar do N450 foi durante o último IDF num papinho com Jeffrey Galinovsky, gerente geral para Classmate PC para mercados maduros (antes disso só conhecia o seu codinome: Pinetrail). Baseado no processo de fabricação de 45 nm, o N450 e integra no seu núcleo de processamento o controlador de memória e a aceleradora gráfica lembrando assim a mesma solução adotada pelo futuro processador Clarkdale, prometido para o ano que vem.

A Intel estima que com a nova plataforma as placas-mãe baseadas no Pinetrail poderão ser até 70% menores e terão um envelope térmico 50% menor que a geração anterior. É  mais uma vez a boa e velha lei de Moore em ação. Com isso, estima-se que os novos netbooks com Atom N450 poderão ser ainda menores, mais finos e 20% mais eficientes em termos de consumo de energia.

O N450 é um chip single core de 1,66 GHz, FSB de 667 MHz e TDP de 7 watts. O D410 possui as mesmas especificações básicas porém com um TDP mais elevado (12 watts) já contando o chipset. Já a versão dual core D510 vem com 1 MB de cache L2 e um TDP de 15 watts com o chipset. Ao contrário do Atom 330 que era uma solucão “dois chips no mesmo encapsulamento”  o D510 parece ser uma solução monolítica.

É interessante notar que com a introdução do chipset NM10 Express o pessoal de Santa Clara diz adeus para o 945 Express, um chip que já mostra sinais de idade e que até andava segurando o potencial da plataforma se comparado, por exemplo, com soluções concorrentes como o Atom com NVidia Ion.

A Intel informa que os novos chips cheguem ao mercado em janeiro de 2010, época em que os preços serão divulgados. Ela também informa que, até agora, mais de 80 produtos já estão em desenvolvimento vindo de empresas como ASUS, Acer, Lenovo, Dell, MSI, Toshiba, Samsung e Fujitsu. A maioria virá com o Windows 7 Starter ou Home Basic pré-instalado  mas também haverá versões com Moblin Linux v2 (uia!).

Entre os modelos já divulgados estão o Asus 1005PE, o MSI U135 e o Dell Inspiron Mini 10 (embaixo):

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • @walter__mercado 21/12/2009, 16:28

    Nagano, você tem a informação de qual núcleo de GPU é utilizado no PineTrail…
    Me parece que é uma versão do Intel GMA 3100 (GMA 3150) igual o que tenho no desktop e não acelera nada de relevante (WMV/h.264).
    Se não estiver enganado, vai continuar atrás da GeForce 9400. E ainda tá com sinais de que a Intel não vai permitir slots PCI-Express pra vídeo nos desktops com ele… 🙁

    Se for assim, vai continuar em um mantra de "Fazer o mesmo com menos". O que é bem pouco no caso do que virou os Atoms (se realmente foram mais pensados para MIDs que mini-notes).

    • mnagano 21/12/2009, 16:47

      O anúncio é bastante vago nesse caso, mas como o próprio a Intel fica muito no menor footprint, menor número de componentes e menor consumo de energia e em nenhuma momento eles falam sobre melhor experiência em HD ou coisa do tipo, para mim fica claro que o novo Atom pode até performar melhor que seus antecessores mas não vai ser nenhum mata-íon.

      [ ]s

      • @walter__mercado 21/12/2009, 20:11

        Bleh 🙁
        A Intel manteve boa parte das limitações pra implementação… Além de não ter aceleração de vídeo, restrige o uso do dual core ao desktop, tem a resolução máxima (que no fundo não é um problema, devido ao desempenho limitado do conjunto).
        O pior é que por usar barramento proprietário entre a CPU+GPU e a southbridge, tira o chipset da nvidia (ou outro concorrente) da jogada, a não ser que uma GPU seja "plugada" via PCI-Ex. (não dá pra fugir de uma venda casada, o que pode deixar mais caro ainda implementações Ion2).
        Se dava pra ter slot PCI-Express 16x no Atom com o Ion nos desktops, agora nem essa possibilidade existe 🙁

        • mnagano 21/12/2009, 22:11

          Reclamações mande um email para paul.otellini@intel.com.

          • @walter__mercado 22/12/2009, 02:46

            Aposto que com Gelsinger, não teria acontecido. :p
            /aguarda a segunda vinda de Pat.

          • mnagano 22/12/2009, 08:36

            Pode esperar sentado com um Nintendo DS na mão ligado na tomada.

            É sabido que o sucessor de Otellini será Maloney e na fila de espera estão David Perlmutter e Mooly Eden que — do seu modo — está tentando assumir o papel de Gelsinger.

            Ah sim, conversando com o VP da EMC/Iomega ele me disse que Gelsinger vai bem obrigado e que seu expertise na tecnologia de discos SSDs vai ser importante no desenvolvimento da nova geração de sistemas de storage da EMC.

  • dflopes 22/12/2009, 03:09

    Precisamos de testes.

    Roda video 720p (no mínimo)? e Youtube HD?

    E aguenta um google wave no navegador?

    Essas soluções conjugadas são muito restritas. E netbook não aceita placa de vídeo off-board. Pelo menos ainda não achei GPU PCMCIA (ou Express Card)