Números enormes: aspiradores-robô na IFA 2014

N

Dezesseis anos foi o tempo que a mania de perfeição da Dyson precisou para que a empresa, responsável pela inovação nos mercados de ventiladores e secadores de mão (como aqueles de banheiros em shoppings), criasse coragem de colocar no mercado seu primeiro aspirador-robô, o Eye 360.

O produto foi anunciado semana passada em Tóquio e apareceu na IFA 2014, em Berlim.

dyson 360 eye robot - 1dyson 360 eye robot - 2

Disse a Dyson que a tecnologia necessária para miniaturizar os componentes (o motor, principalmente) foi o principal obstáculo.

Conseguiram, pelo menos: o Eye 360 tem metade do tamanho de um dos seus concorrentes, o Samsung Powerbot VR 9000, também mostrado na IFA 2014. Só que o modelo da Dyson centraliza as escovas varredoras no centro do aparelho, ao contrário de outros modelos.

Com a ajuda de uma câmera grande angular, o Eye 360 realiza varreduras do ambiente para aprender por onde andar e vai aperfeiçoando seu caminho a cada uso – coisa que o Powerbot também faz.

A ideia é que os aparelhos saibam exatamente onde pararam antes de voltar para a base atrás de uma nova carga e depois continuar seu serviço. Um ponto interessante é que a base do modelo da Dyson (foto abaixo. crédito: divulgação) é super discreta e pode ser fixada na parede, o que não acontece com o modelo da Samsung.

crose

Os robôs da nova geração contam com alguma espécie de controle remoto. No da Samsung, esse controle traz um laser pointer para direcionar o robô para pontos específicos do chão caso a limpeza não tenha sido a contento. Mais ou menos como brincar com seu gato.

O da Samsung é esse aqui embaixo:

samsung powerbot - 1 samsung powerbot - 2

No da Dyson, o controle é por Wi-Fi, via aplicativos para iOS e Android, o que significa que o aparelho pode ser acionado a distância – e também que é possível comandar mais de um por vez.

Aspiradores-robô são uma das invenções mais bacanas dos últimos tempos – principalmente para quem tem animais de estimação em casa. No caso dos europeus, que estão acostumados a fazer a faxina por eles mesmos, é um gadget essencial.

Mas eles não emplacaram no Brasil – tanto que a LG chegou a vender um por aqui, mas era tãaaao caro.  O modelo da Dyson chega às lojas na Europa só em 2015, e a Samsung não disse quando chega (por lá, por lá) o seu Powerbot. Nada de preços ainda também.

Texto e fotos por Maria Trebbi, enviada a Berlim. 

 

Sobre o autor

Renata Mesquita

RSS Podcast SEM FILTRO




+novos